Guia da Semana

Após perder o ouro para brasileiro, Renaud Lavillenie reclama de vaias da torcida

Atleta francês fez declarações polêmicas com direito a textão no Instagram

Tem gente que não sabe lidar muito bem com derrotas e um exemplo nas Olimpíadas 2016 é o atleta Renaud Lavillenie, campeão olímpico francês. Após perder o ouro para o brasileiro Thiago Braz, na final do salto com vara, o francês correu para a sua conta no Instagram para reclamar do comportamente da torcida no Engenhão.

"Vice-campeão olímpico hoje à noite, com 5m98, e batido pelo Brasil, com 6,03. Eu me dediquei ao máximo e não tenho arrependimentos. Foi uma incrível disputa. Só estou decepcionado com a total falta de respeito do público. Este não é digno de um Estádio Olímpico. Ainda assim, estou feliz com essa medalha”. 

Lavillenie também fez declarações polêmicas à imprensa, comparando-se a Jesse Owens, o atleta negro que desafiou Hitler nos Jogos de 1936. “Em 1936 o público estava contra Jesse Owens. Nós nunca vimos mais isso. Nós temos que lidar com isso. Não existe fair play do público. Vaias são para futebol, não atletismo”, disparou o atleta, que durante a competiçção fez diverso gestos de reprovação ao público, enquanto o sistema de som pedia silêncio.

Que deselegante, não? #Chateado!

Atualizado em 16 Ago 2016.

Por Redação Guia da Semana
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Fotógrafo americano presenteia a filha com ensaio surpresa de "A Bela e a Fera"

Josh Rossi transformou Nelle numa verdadeira Bela <3

Nokia 3310: telefone clássico da marca será relançado

Anúncio deve ser feito em evento em Barcelona ainda este mês

Edição especial da Lego inspirada nos Beatles chega ao Brasil

Set está disponível exclusivamente nas lojas oficiais da marca

Instagram Stories gera queda de até 40% em postagens no Snapchat

Pesquisa também aponta declínio de downloads do aplicativo

Olimpíadas 2020: Goku, do "Dragon Ball Z", pode ser embaixador dos Jogos no Japão

Apesar de nenhum anúncio oficial, o rumor está circulando na internet!

Harvard disponibiliza curso online e gratuito de fotografia

Programa constitui em 12 módulos que vão de práticas básicas ao uso de softwares de edição