A Lua influencia o crescimento dos cabelos?

Conheça quais fases lunares são indicadas pela astrologia para ajudar no crescimento e fortalecimento dos fios capilares

Última publicação: 11/03/2014


  • Créditos:

Um corte de cabelo bem feito pode mudar o rosto de uma mulher e ter consequências positivas para sua postura e atitude. Por isso, toda ajuda é bem-vinda, ainda que ela seja apenas superstição. A influência das fases da Lua é uma delas. Mesmo que não exista pesquisa científica que comprove a importância da força de nosso satélite natural sobre o crescimento do cabelo, muitas mulheres ainda passam a tesoura nas madeixas de acordo com o calendário lunar.

+ Descubra como perder peso com a caminhada
+ Veja quais atividade físicas mais queimam gordura
+ Entenda os benefícios do suco verda

A mística surgiu a partir da relação da Lua com as marés. Já que o corpo humano é composto em sua maioria por água, o astro poderia também exercer uma força gravitacional semelhante, fazendo com que o cabelo crescesse mais ou menos de acordo com a fase lunar. Tantos para os físicos quanto para os médicos, o crescimento ou o tipo do cabelo nada tem a ver com elas.

O aspecto do cabelo (volumoso, oleoso, seco, quebradiço), por exemplo, não muda se a Lua está cheia ou nova. De acordo com Ademir Júnior, especializado em medicina capilar, isso "está ligado a hábitos alimentares, genética, alterações metabólicas e hormonais, circulação sanguínea e fatores externos como estresse e anemia". Entretanto, há quem acredite em todo esse poder.

Ajuda dos astros

Para a astrologia, a Lua representa proximidade e está relacionada aos humores, hormônios e variações do corpo e da mente. A astróloga Mara Muniz concorda que não há estudos que comprovem a influência lunar nas emoções ou no corte de cabelo, mas defende que ela interfere sim na rotina do ser humano. Para explicar o assunto, ela usa a agricultura. Planta-se em um ciclo, colhe-se no outro. Por isso, quando se corta o cabelo em uma fase lunar, ele crescerá durante a seguinte.



Mara garante que já realizou testes com seus alunos e observou tal influência. "Para garantir um bom crescimento após o corte, aconselho ir ao cabeleireiro em duas situações: no segundo dia da Lua Nova, pois já é possível observar uma pequena luminosidade no céu, o que fortalece o crescimento; e durante a Lua Crescente, especialmente em seu início, o período mais forte", explica. No caso da fase Nova, ela aponta que este é o ciclo perfeito para mudanças no visual. O cabelo cresce bonito e forte. Já no caso da fase Crescente, a tendência é que os fios cresçam em maior quantidade, mas sejam mais finos.

A astróloga também indica que o cabelo não deve ser cortado nas fases Cheia e Minguante. Seguindo a ideia de "plantio e colheita", ela detalha: "Na fase Cheia, o cabelo crescerá também durante a Minguante, que é um momento de resguardo e que pode gerar fios muito mais fracos ou um crescimento menor. Caso o corte seja realizado na Minguante, o resultado obtido na próxima fase, a Nova, é incerto e isso pode garantir tanto um bom crescimento quanto fios quebradiços e frágeis".

Mara também acredita que a escolha do dia de corte deve combinar a posição da Lua e uma específica casa dos signos astrológicos. "É importante observar se a fase Nova ou Crescente está em alinhamento com os signos férteis da astrologia: touro, câncer, sagitário, escorpião e peixes".

Tesoura neles!

Já o cabeleireiro Marcos Vianna acredita que um bom crescimento depende da mão do profissional, da sintonia entre dono da tesoura e cliente e de cuidados que cada um possui com suas madeixas. "Gostaria que houvesse estudos que provassem a influência da Lua, facilitaria nosso trabalho", diz. Vianna conta que no fim dos anos 80, as clientes acreditavam nessa mística, "mas hoje não se vê mais essa preocupação ou crescimento sazonal".

Ao contrário do que diz a astróloga, Vianna já ouviu dizer que cortar os cabelos na Lua Cheia garante fios mais encorpados e volumosos, ideal para quem quer acabar com aquele cabelo ralo e sem vida. Já na Minguante, o efeito é inverso, ótimo para lutar contra o excesso de volume. Na prática, sabendo que o cabelo cresce, em média, 1 cm por mês (0,37 mm/dia), Vianna aconselha, para quem deseja manter o visual, cortar a cada mês. Se a vontade é vê-lo aumentar, de três em três meses no máximo. "Um bom corte de pontas sempre permite que o cabelo fique mais forte", completa.

O tricologista Ademir Júnior indica outros fatores que ajudam no crescimento como "extratos conjugados de plantas como a auxina tricógena, cálcio e capsicum, extraído da pimenta". Para nutrir os fios, aconselha-se utilizar cremes à base de jaborandi, ginkgo biloba, cafeína e uréia, todos bons estimulantes sanguíneos. Já produtos que possuem alecrim ajudam no controle da oleosidade, enquanto creatina, silicone e queratina são ótimos para fios mais resistentes. "O extrato de tea tree, originário de uma árvore australiana, combate distúrbios do couro cabeludo e estimula a irrigação sanguínea, o que ajuda em um bom crescimento", finaliza Vianna.


COMENTÁRIOS

Destaques do guia