Guia da Semana

A primeira consulta

O que a gente sempre (nunca) esquece.

Foto: Getty Images


A primeira visita do recém-nascido ao pediatra deve ser feita entre 7 e 10 dias de vida. Esse é um momento muito esperado pelos pais, pelo pediatra (menos pela criança que nem imagina o que vem pela frente). É nessa consulta, que a ansiedade, os medos, as preocupações e as dúvidas se manifestam e precisam ser solucionadas (ou, pelo menos, bem diminuídas) para que todos (pais, avós, babás e até o bebê) possam voltar para casa e curtir essa fase única da vida com paz, harmonia e segurança.

Existem algumas providências que você pode tomar para que tudo saia bem, sem estresse de nenhuma das partes. Preparada?

A) Não marque sua consulta entre compromissos sociais.. Fazer ginástica (13:00 horas), ir ao médico (14:00 horas), buscar o filho na escola (15:00 horas). Os limites do horário não permitirão o bom aproveitamento da consulta.

B) Não marque a consulta médica após ter sido submetido a uma tensão anterior. Por exemplo: tratamento dentário, ter ido à escola para saber do aproveitamento escolar do filho ou ter tido um atrito familiar.

C) Lembre-se: em São Paulo,o trânsito é habitualmente ruim e está ficando pior. Você está saindo com seu bebê e deve se preparar para isto (fraldas, material de higiene, cestinho, roupa, etc.). Marque a consulta na sua agenda com tempo de chegar 15 a 30 minutos de antecedência, ficar na sala de espera, aguardando com tranqüilidade.

D) Se você é dessas pessoas que não agüentam esperar, ficando agitada, brigando com o ascensorista, a secretária, irritando os demais clientes e, com isso, com risco de travar, logo de início, um mau relacionamento com o médico, tome as seguintes providências:
a) quando marcar a consulta, avise a secretária dessa sua dificuldade, informando-se se o médico atende normalmente no horário;
b) meia hora antes de sair de casa, telefone e pergunte sobre o horário de atendimento.
c) se estiver atrasada por qualquer razão, ligue para o consultório para saber como agir.

Muitas vezes, o médico atrasa no horário da consulta por fatos imprevistos, tais como chamadas urgentes, clientes que desejam informações por telefone, consultas que demoram mais do que o previsto, outros clientes que chegaram atrasados.

A tolerância no horário da consulta por parte do cliente já é um ato de gentileza para com o novo amigo que estava atendendo outros pacientes, que, também como você, estavam com ansiedades e preocupações. O médico sabe quando está atrasado. Se por qualquer razão, você não puder esperar mais, é melhor remarcar a consulta para outro dia.

A vontade de dizer "poucas e boas" para a secretária, para o médico, somente devido ao horário, acaba trazendo uma tensão a mais para a consulta, podendo fazer você esquecer detalhes importantes do histórico clínico de seu caso.

Prepare-se para a consulta:

Bem, agora que já está decidido que você vai consultar o médico, é importante fazer os preparativos para que a consulta tenha o melhor aproveitamento possível:

1) Faça um breve retrospecto de suas queixas em casa. Quando começou? Que medicamentos já tomou? Que exames fez?

2) Relembre os principais fatos com a pessoa que irá junto à consulta (esposa, marido ou outro familiar). Discuta as dúvidas em casa, não na frente do médico. Quem deve relatar esses dados é sempre o paciente.

3) Leve todas as receitas ou nome de remédios que tomou. Na hora da consulta, dá aquele "branco" e a pessoa esquece nomes, quantidade de comprimidos, etc.

4) Leve os exames que já fez (de laboratório e outros). Leve tudo e deixe que o médico faça a seleção adequada do que ele precisa.

5) Se você acha que pode se esquecer de algo, não tenha vergonha: ESCREVA.

Quando você terminar a consulta, faça o seguinte:

1) O retorno deverá ser marcado. Então, faça-o já, antes de ir embora. Se for depois dos exames, pergunte à secretária se precisa marcar hora. Procure não faltar a uma consulta agendada. Quando você não puder ir à consulta, tente avisar com antecedência. Quando você não vem e não avisa, algum paciente em urgência deixa de ser atendido por falta de horário. Em algum momento, pode ser que seja você.
2) Vem um feriado prolongado ou fim de semana: a) Como encontrar o doutor? b)Telefones de emergência (veja se já está impresso na própria receita). Normalmente, quando existe um número de BIP ou celular, ele deve ser usado em casos de urgência. Sempre tente os telefones antes. Quando em casa ou em seu consultório, o médico, habitualmente, desliga o seu BIP ou seu celular.

E apesar de tudo isso parecer muito rígido, essas atitudes costumam ser muito fáceis de se seguir. Na verdade, é só um roteiro para lembrar, antes de sair para a "viagem" (ou para a consulta).

Boa viagem... ooopss.. boa consulta. Quem é o colunista: Dr. Yechiel Moises Chencinski
O que faz: Médico pediatra e homeopata
Pecado gastronômico: Brownie da padaria Bella Paulista quente com sorvete de creme
Melhor lugar de São Paulo: Qualquer lugar num feriado prolongado (Avenida Paulista, por exemplo)
Fale com ele: www.doutormoises.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte