Guia da Semana

Bebês empacotados

Saiba algumas curiosidades e um pedaço da história da moda infantil



Na antiguidade, os bebês, em seu primeiro ano de vida, eram enfaixados, com a finalidade de mantê-los aquecidos e também para evitar mal formações na coluna. Nos primórdios da civilização eles mais pareciam pequenas múmias, enrolados quase até o pescoço. Tratava-se de um duplo enfaixamento do dos ombros aos pés, que permitia à criança mover somente o rosto.

No final de 1700, a crença era que o envolvimento do bebê com faixas não muito apertadas mantinha a posição correta da coluna e membros, pois as pernas ficavam próximas e os braços estendidos ao longo do tronco.

A idéia era que assim,o bebê cresceria reto e robusto, sendo que nos séculos passados, a configuração do corpo era ainda menor e mais frágil que a atual. Concluído o enfaixamento, o recém nascido com o rosto descoberto deveria estar suficientemente firme para ser erguido ou transportado sem que nenhum membro se dobrasse. Depois de alguns meses, os braços e a cabeça eram liberados e a parte inferior do corpo continuava por um longo tempo preso no rígido invólucro das faixas.

Comum em todos os países e classes sociais, as faixas eram de linho, algodão ou lã, presos por uma fita. O diferencial desta roupa infantil eram as duas tiras de pano que desciam dos ombros pelas costas da criança, que aparentemente serviriam para auxiliar os primeiros passos impedindo que caíssem.

Já por volta do século XX, os bebês continuam sendo enrolados por faixas e cueiros, que iam do peito aos pés, nos primeiros quatro meses de vida, que sustentavam a coluna e deixavam as pernas rígidas, porém ombros e braços livres, costume que perdurou até a segunda metade do século XX.

Em países da Europa, o enfaixamento era feito pela ama de leite, que utilizava as próprias pernas estendidas como apoio. O enxoval era costurado por freiras, porém mesmo em casas reais se procurava reutilizar peças usadas dos irmãos mais velhos.



Quem é a colunista: Regina Di Marco
O que faz: jornalista / pesquisadora história da moda
Pecado gastronômico: sem pecado, sem sair da linha
Melhor lugar do Brasil: praias de Maceió
Fale com ela: rdimarco@uol.com.br ou www.todamodanews.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte