Guia da Semana

Brazil´s Next Top Model

O novo reality show da TV a cabo vai realizar o sonho de nove em cada dez garotas: tornar-se uma super modelo!

A top Fernanda Motta é a apresentadora
Foto: nextmodels.com

Enquanto a maioria dos reality shows consegue emplacar, no máximo, uma capa de Playboy, o Brazil´s Next Top Model estréia no dia 3 de outubro no canal Sony com o pretensioso objetivo de lançar uma top model tupiniquim no mercado fashion internacional. Assim como tantos outros programas da vida real, a atração é cópia de um gringo, o America´s Next Top Model, que virou fenômeno e já está na oitava temporada nos Estados Unidos. Criado em 2003 pela modelo Tyra Banks, o programa acompanha a transformação de jovens comuns em potenciais super-modelos.

Ao que tudo indica, a idéia original foi seguida à risca pela produção brasileira. Até as moças que faziam a limpeza da Bienal no dia das inscrições foram convidadas a participar. Mas não pense que algum olheiro vislumbrou nelas um grande talento. É que a Sony montou uma super estrutura para receber cerca de mil candidatas e pouco mais de 30 apareceram. Havia mais funcionários nos quatro estúdios para a gravação de vídeos (uma das exigências para seleção) do que garotas interessadas. Mesmo sem ter feito a inscrição pela internet nem levado fotos, o que, até então, era obrigatório, Carina Dias dos Santos e Juliana da Silva Cândido entraram para a disputa.

Erika Palomino é jurada
Foto: erikapalomino.com.br
Se, pessoalmente, poucas garotas compareceram, pelo Correio, as inscrições alcançaram as expectativas. Ao todo, foram 1700 candidatas do país inteiro e 20 semifinalistas foram selecionadas. As sortudas serão conhecidas na estréia do programa e,após uma série de entrevistas, apenas 13 serão escolhidas para o confinamento. Tal qual um Big Brother, elas serão trancadas numa casa luxuosa e vigiadas 24 horas por dia.

Durante três meses, elas serão testadas física e psicologicamente. Sessões fotográficas exaustivas em situações-limite (como uma campanha de biquíni num ambiente com temperaturas baixíssimas), provas de passarela e maquiagem, simulação de campanhas publicitárias para avaliar o talento para a carreira são alguns dos desafios. Sem falar da difícil convivência com pessoas desconhecidas e o intenso clima de competição, já que uma participante será eliminada por semana.

Vale o sacrifício?
Afinal, qual é o prêmio oferecido pelo programa? Além de realizar o sonho de infância de 9 em cada 10 meninas, a vencedora vai assinar um contrato de R$ 200 mil e duração de quatro anos com a agência Ford Models, umas das principais e mais tradicionais agências de modelo do mundo. Também será capa da edição de janeiro/2008 da revista Elle, publicação que é referência no mundo da moda e que já estampou em suas páginas grandes tops como Gisele Bündchen, Carol Trentini e Ana Beatriz Barros. Ou seja, mesmo que a carreira da ganhadora não decole depois do programa, ela já terá ocupado um dos espaços mais cobiçados na carreira de modelo.

Herchcovitch está no júri
Foto: Divulgação
Contrariando a fórmula de sucesso dos reality shows, que apostam na interação com o público para conquistar audiência, os telespectadores não terão voz ativa na eliminação das candidatas. Esta tarefa fica a cargo de um júri especializado, composto por nomes de peso da cena fashion nacional. São eles: o estilista Alexandre Herchcovitch, a jornalista Érika Palomino e o criador da São Paulo Fashion Week Paulo Borges. Eles vão avaliar o desempenho, o talento e o potencial das candidatas à top model.

Com um júri que promete ser exigente, as inexperientes garotas precisarão de um professor à altura. Quem assume esse papel é Carlos Pazzeto, que irá ajudá-las nos treinamentos e ensaios fotográficos. Ele é responsável pelos mais badalados eventos do eixo Rio-São Paulo e conhece desde a criação até a execução de desfiles. A apresentação do programa está na mão de ninguém menos do que a top internacional Fernanda Motta.

O sucesso do programa atravessou as fronteiras do continente americano e atingiu países como Austrália, França e Alemanha. No Brasil, o burburinho não deve ser tão grande pelo fato da atração ser transmitida por um canal pago. Quem quiser (e puder), pode conferir o programa inédito às quartas-feiras, 21 horas, com reprises às quintas, 1 hora, sábados, 21 horas e domingos, 1 e 22 horas.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte