Guia da Semana

Brincadeiras das antigas

De passa anel a amarelinha, as brincadeiras dos tempos da vovó continuam atraindo as novas gerações

Foto: Getty Images


Muita gente lança olhares pessimistas em relação ao futuro das brincadeiras. Há quem diga que os computadores e os vídeo games mudaram para pior a forma como a atual geração se diverte. Em outras épocas, a televisão é que era apontada como vilã da história. Um olhar mais atento, no entanto, observará que a coisa não é bem assim. Por mais que as diversões eletrônicas tenham conquistado espaço na vida dos pequenos, as brincadeiras de grupo que acontecem nas ruas desde os tempos da avó continuam atraindo as crianças de hoje.

Para mostrar que essas atividades continuam firmes e fortes, elencamos algumas que até hoje fazem a cabeça da garotada. Confira!

Batata quente

Brincadeira típica de calçadas, na batata quente todos os participantes sentam em roda, exceto um, que fica de fora e de costas para o círculo falando: "batata quente, quente, quente, quente... queimou!". Enquanto ele fala isso, as pessoas vão passando uma bola de mão em mão. Quando ele diz "queimou", quem estiver com a bola na mão é eliminado. Detalhe, a bola pode ser substituída por qualquer outro objeto que simbolize a batata em alta temperatura, de pedra a estojo.

Amarelinha

Foto: Getty Images


Atividade que, a partir do lúdico, estimula as crianças a terem noções de números, a Amarelinha trabalha a sequência numérica de 1 a 10. Para brincar, deve-se rabiscar quadrados no chão e enumerá-los. Além de estimular esse aprendizado, pular amarelinha também ajuda a criança a desenvolver habilidades de equilíbrio. Isso porque, na brincadeira, os participantes têm que pular alternadamente com um ou os dois pés e abaixar, de um jeito ou de outro, para pegar a pedra que é lançada, a cada hora, em um número diferente.

Passa anel

Para brincar de passa anel, as crianças devem ficar uma ao lado da outra, em pé ou sentadas, com as mãos unidas e para frente. Uma delas é escolhida para passar o anel que fica entre as suas mãos. Ela deve passar por todos os participantes dizendo "tome este anelzinho e não diga nada a ninguém" e deixar o anel, ou qualquer outro objeto que o substitua, com uma das crianças. Depois disso, a criança que passou o anel para outra pergunta a qualquer uma da brincadeira: com quem você acha que está o anel? Ao contrário do que se pensa, quem acertar deve pagar um castigo.

Pique de cores

Foto: Getty Images


O pique de cores tem regras bastante parecidas com as do pega-pega como se conhece por aí afora. Nele, o pegador deve escolher uma cor e dizer aos outros qual é. Na sequência, todos têm que sair correndo e relar na cor que foi pedida. Pode ser qualquer coisa, desde a roupa de um amiguinho até uma flor ou placa. Os que não conseguirem podem ser pegos. Quem for capturado antes de encostar na cor, passa a ser o pegador.

Deus, o diabinho e os anjinhos

Nessa brincadeira, uma pessoa representa o diabinho e tem que ficar fazendo graça para os anjinhos, que são o restante do grupo. Estes têm que tentar passar pelo capetinha e chegar sem rir até o céu, onde está a criança escolhida para ser Deus. Os que rirem, perdem e têm que sair da brincadeira.


Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte