Guia da Semana

Como não ser o zoado da turma

Sabe aquelas situações que você sabe que será zoado eternamente? Confira algumas dicas para sair delas ileso!

Por Danila Moura


Desde que o mundo é mundo, quando as pessoas ainda viviam em cavernas , provavelmente algum homem-macaco deve ter dado uns beijos em alguma mulher-macaca mais macaca que as outras e... Pronto! O cara deve ter sido zoado pelo resto do bando de cavernosos para sempre. Até hoje, reparem, principalmente no colégio, sempre há o "cara-zoado-fique-longe-dele-porque-queima-o-filme". Já que escrevo esse texto para o Guia da Semana, que tem a função de "guiar" as pessoas nas cidades, eventos e por aí vai, senti que falta apelar mais para o lado pessoal dos jovens leitores. Não sou mais uma teen, mas faz pouco tempo que saí dessa categoria. E aprendi algumas lições básicas. Aqui vão algumas situações sociais terríveis, onde o risco de ganhar a fama de zoado é altíssimo. E o principal: como sair delas numa boa, e pagando de malandro. Porque ser o malandro e poder zoar com a cara dos outros, é o que há.

Manual de sobrevivência social teen

1-Situações de baixo risco: Ok, a galera marcou uma baladinha "forte". Todo mundo do colégio apareceu, aquele casalzinho que se xavecava há séculos já está se beijando na pista, todo mundo se dando bem... Tudo legal, até perceber que você está sozinho. Sim, ninguém veio atrás de você. Só sobrou a sua pessoa dançando empolgada na pista. Até seu amigo nerd descolou uma garota até que pegável. Desespero. Nos cantos, só a galera raspa do tacho. Tá na cara que segunda-feira ao menos vão falar: "nossa, só o fulano não pegou ninguém". Calma! Pare e pense. Primeiro: Finja que bebeu horrores e está muito louco. Daí se você terminar a noite abraçado com o verdadeiro rascunho do inferno, pode soltar que não lembra de nada e que todas as pessoas presentes tiveram um surto coletivo. Ou pode fingir que deu P.T. e ir embora pra casa correndo, que é o mais recomendável. Segundo: Seja esperto e previna-se desde agora! Invente aos seus colegas que arranjou um namorado (a) nas férias. Uma pessoa linda de morrer, mas mora longe, e estão super um a fim do outro. Minta, invente até um perfil no Orkut pro dito cujo, pegue a foto de algum modelo (a) famoso na internet, com direito a lindos depoimentos criados pelo seu namorado (a) virtual de mentirinha. E se você não pegar ninguém nas baladinhas, tem a desculpa de que está namorando. Perfeito!

2-Situação de risco médio: Você passou o ano inteiro destruindo toneladas de hambúrgueres e outras iguarias encharcadas de óleo. Até que a galera combina de ir para o sítio com piscina ou até a famosa viagem de formatura pra Porto Seguro. Beleza, vai ser a oportunidade de ver aquele cara gato de sunga, a mais gostosa da escola de biquíni ou a bola branca em trajes de banho, que no caso é você. Guardar dinheiro para uma lipo?! Passar sete dias morando numa sauna?! Contratar um(a) modelo para ser seu dublê de corpo?! Primeiro: Garotas sempre têm a famosa carta na manga: "estou naqueles dias", mesmo que esses dias durem todo o mês da viagem. Mas os garotos... Aí é osso. Segundo: Se o desafio for encarar uma piscina, o lance é dizer que você foi acometido na infância de uma raríssima alergia à "água com excesso demasiado de agentes clorifícos" (a água clorada, mas dificulte o nome para impressionar, as pessoas vão achar que é grave) e caso nade na piscina, primeiro seus olhos começarão a girar e você morrerá. Pode ter certeza, ninguém vai insistir para que vá na piscina e você vai poder ficar sossegado assistindo à galera com roupa da banho. Mas se for na praia é mais complicado. Novamente previna-se, minta, diga desde já aos colegas que você adotou uma religião neopentecostal super radical fanática que proíbe os freqüentadores de usarem trajes indecentes, como sungas e bermudões. É batata, como diria minha avó.

3-RISCO ALTÍSSIMO!
Novamente a situação 1: galera marca uma baladinha fortíssima. Mas sabe como é, seu pai é do tipo superprotetor e não está te liberando de jeito nenhum. Chega a sexta, ele continua dizendo não, até que ele diz sim.... Só que com uma condição: ele te leva, e te busca de carro uma da manhã em ponto. Putz! Você não pode deixar de ir, todo mundo estará lá! E agora?! Papai buzinando na porta, dando beijo e te deixando na balada.... Isso é fatal! Pior se passar do horário marcado e o dito cujo adentrar recinto a baixo atrás da sua pessoinha. Bem, não há muito o que fazer. O clássico é pedir para que ele te deixe uma quadra antes do lugar marcado, talvez ele não aceite. Seja esperto, invente que viu no jornal uma pesquisa norte-americana que o passageiro sentado no banco da frente tem risco de morrer em acidentes 300 vezes por cento maior que se tivesse sentado atrás. Pronto, diga aos amigos que você tem um motorista! E caso seu pai entre na balada pra te pegar, faça uma cara de blasé aos amigos e diga: "sabe como é, minha família anda sofrendo ameaças de seqüestro, o segurança não me deixa em paz em lugar nenhum. Não agüento mais isso...". Viu?! Ainda paga de fino!

Fotos: Stck.Xchng

Quem é a colunista: Danila, a mãe ia colocar Daniela, mas o funcionário do cartório cometeu um erro de digitação.
O que faz: Jornalista de dia e dançarina de cabaret japonês gay à noite.
Pecado gastronômico: Sashimis e porções de batatinha frita de boteco.
Melhor lugar do Brasil: Rua Augusta, mas ela jura que é moça de família!

Fale com ela: danila_moura@yahoo.com.br

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte