Guia da Semana

Daspu ou DasGi?

Lute para não se tornar um manequim ambulante que alimenta a industria da moda

Gisele Bündchen: ícone
Foto: imdb.com

Tem uns dois anos que a Luana Piovani foi fortemente criticada por ter escrito em seu blog a seguinte frase: "P.S. Hoje é dia de DASPU!! Sou muito mais DASPU do que "DASGI"... não é por nada não, mas chega né... Cansei daquele nariz lindo e vermelho..."

Com isso, Piovani dizia que preferia ir ao lançamento da grife Daspu a ir ao São Paulo Fashion Week. Confesso que achei muito infeliz essa frase. Parecia que ela tinha inveja da Gisele Bündchen e do seu ´narizinho´.

Até que um dia tive a oportunidade de chegar mais perto desse mundinho "DasGi". Estava andando pela região dos Jardins, zona sul de São Paulo, e resolvi descer algumas ruas a mais para pisar na rua mais famosa da cidade: Oscar Freire. Sempre tive medo de passar por ali, as melhores lojas e as melhores grifes do mundo. Isso me daria uma deprê por não poder comprar o que me interessasse, afinal é o centro da ostentação.

Eu não estranhei as vitrines, pelo contrário, achei tudo muito elegante e com certeza compraria a maioria do que vi. Até fiz questão de anotar no papel as lojas que mais gostei. Mas passei a entender porque Luana Piovani disse isso: você olha para as meninas que freqüentam a Oscar Freire e vê clones da Gisele Bündchen, eu vi umas três, quase sai correndo pra pedir autógrafo.

São altas e magras, não sei se as baixinhas e mais gordinhas andam por ali, se andam não o fazem logo pela manhã. Com cabelos longos e frizados. Enquanto as minhas vizinhas e eu sofremos sendo escravas da chapinha, as fãs da ´Gi´ enrolam seus longos cabelos dourados, para ficarem iguaizinhas. Essa é a bendita indústria da moda!

Apesar de ter gostado das vitrines, essa produção forçada faz com que o mundo Daspu seja mais real. As prostitutas da Ong Davida assumem aquilo que são. Têm personalidade. Não são clones ambulantes de ninguém.

Você até pode usar as batas e vestidos que que todo mundo está usando com legging, pode também usar as calças jeans skinny e de corte reto. Pode abusar das cores fortes nos sapatos e nas bolsas, que estão com tudo nesta estação. Use a moda das vitrines, mas faça também a sua moda.

Independente do seu estilo e das suas preferências, seja sempre você mesma. Sinta-se bem com aquilo que você é, tente não se pautar pelas campanhas de marketing. Curta tudo, sempre mantendo a identidade.

Quem é a colunista: Uma pessoa muito curiosa, que adora música e internet.

O que faz: Jornalista freelancer.

Pecado gastronômico: Tomate com açúcar.

Melhor lugar do Brasil: Guaratuba - Paraná.

Fale com ela: leilianeroberta@hotmail.com

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte