Guia da Semana

Dormir fora de casa

Para algumas crianças arrumar a malinha e se mandar para a casa do amigo é um sonho, para outras a noite pode ser longa e aterrorizante

Foto: sxc.hu


A partir de mais ou menos 6 anos, os pequenos já começam a sair para dormir na casa dos amiguinhos do clube, da escola ou da vizinhança. Alguns ainda começam a agitação antes dessa idade e outros demoram até a adolescência para conseguir passar uma noite longe dos pais.

Não é toda criança que se acostuma tão fácil com a idéia de falar tchau para os pais e deixar o seu quarto por algumas horas. Mesmo sabendo que o seu colega será uma ótima companhia. Geralmente, depois da parte legal é quando os pimpolhos sentem medo, calafrio, insegurança e querem voltar para casa de qualquer maneira. Para algumas famílias buscar o filho que foi dormir fora é uma atitude freqüente. Em compensação para outras, esse é um problema que realmente não existe.

Foto:sxc.hu
A psicóloga infantil Fabiana Fernandez explica que a criança que deseja deixar a casa do amigo e voltar para sua residência tem uma ansiedade de separação. "A aflição é excessiva, ela não quer se afastar de casa e tem muita dificuldade em ficar sozinha". E por isso, os pais não devem de maneira nenhuma forçá-la a dormir fora. Se tiver que buscar, os pais têm que ir, porém, paralelamente, devem mostrar, ensinar, dar confiança e aos poucos ir desmistificando esse medo.

Existem também os pais que não deixam a criança sair para dormirem fora de jeito nenhum. Quem não consegue ficar longe dos filhos são os eles. "Muitas vezes por trabalharem fora, querem ficar todo o tempo livre que têm com as crianças. Porém, elas precisam passar por outros momentos longe de casa também. É a mesma ansiedade de separação, só que por parte dos adultos."

A experiência pode ser boa sim, por isso Fernanda explica que é importante aos poucos a criança sentir vontade de ir. "O convívio social é sempre um fator interessante para o desenvolvimento na infância. Dormindo em outra casa, ela vivencia outros momentos, conhece outras regras e vai se adaptando ao mundo", finaliza a psicóloga.

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte