Guia da Semana

Escoliose infantil

Dentre as doenças de coluna essa é a mais comum

www.institutodacoluna.com.br


O excesso de dor nas costas enfrentado por algumas crianças pode estar associado à escoliose. A doença costuma aparecer durante a infância e é um desvio da coluna vertebral, que acontece ou para a direita ou esquerda, formando uma espécie de "S". Essa deformidade, dependendo de determinados graus, provoca um incômodo forte e se não tratada pode comprometer as funções cardiopulmonares e, em casos muito especiais, até atingir o sistema nervoso e causar paralisia nos membros inferiores.

Para evitar a progressão da escoliose é necessário manter um acompanhamento ortopédico desde que o bebê nasce. O ortopedista Cláudio Vilela Pedra do Centro Ortopédico Orto-Plus do Rio de Janeiro explica que existe uma diferença entre os problemas de coluna posturais considerados comuns e a escoliose: "A assimetria dos ombros, costas e cinturas, por exemplo, que são problemas muito enfrentados por crianças no dia-a-dia podem ser corrigidos espontaneamente, ou seja, sem tratamento. É doença quando esses esforços para corrigir o problema não fazem efeito".

Tipos de escoliose
institutodacoluna.com.br
Existe a escoliose idiopática que, na maioria das vezes, é hereditária. Provavelmente se trata de uma herança multifatorial, sem causas definidas. Ela é rara e costuma aparecer antes dos três anos de idade; o caso tende a ser extremamente grave.

A escoliose congênita, a mais comum, pode-se dizer que é uma má formação vertebral. Ela pode ser detectada logo que o bebê nasce. O ortopedista Miguel Akkari, membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia Pediátrica esclarece que na pré-adolescência essa escoliose pode comprometer a criança em desenvolvimento por isso o acompanhamento médico é fundamental.

www.institutodacoluna.com.br
Tratamento
O doutor Miguel explica que a seqüência de tratamentos depende da deformidade de cada criança. Para isso, é preciso uma observação clínica. "A escoliose é tratada desde um grau leve. O tratamento mais comum é o uso de coletes que é um aparelho de contenção. Ele previne o aumento das curvas e promove o alinhamento da coluna. Se o uso de coletes não adiantar e o problema persistir, é necessário optar pela cirurgia da coluna vertebral".

A criança pode ser submetida à cirurgia em qualquer idade de acordo com a gravidade da doença. A fisioterapia e a prática da natação são também indicadas pela maioria dos especialistas quando a criança sofre da doença. Isso se ela não for progressiva.

sxc.hu
Para saber se a criança tem alguma anormalidade na coluna, o doutor Cláudio ensina aos pais um teste bem simples para ser feito em casa e que deve ser repetido sempre que a criança crescer. É importante seguir todos os passos para conferir o crescimento da coluna, dos membros inferiores, superiores, pés e mãos.

Acompanhe o procedimento
1º passo - Coloque a criança em pé, de costas para você. Peça para ela juntar os pés e se inclinar para frente, com os braços soltos ao longo do corpo. Observe atentamente a simetria dos dois lados das costas: ambos devem ter a mesma altura, tanto na lombar como na torácica. Se um dos lados for mais alto que o outro, a diferença pode ser indício de uma escoliose em formação. A criança com má formação congênita terá dificuldade em se inclinar para frente na posição indicada.

2º passo - Ainda com a criança de pé, peça que estique os braços em sua direção e verifique se os membros superiores têm o mesmo comprimento e formato. Observe também se os ombros são simétricos

3º passo - Com a criança de pé, avalie a coluna na lateral, assim é possível ter uma visão geral da coluna, que deve ter leve formato em "s". Se houver alteração, será detectada de imediato.

4º passo - Deite a criança de bruços e peça para ela entrelaçar as mãos na altura da nuca. Levante suas pernas levemente para trás, imitando o movimento de uma gangorra. Assim, é possível verificar se a coluna está plana. Corcovas nas laterais podem ser sinal de cifose.

5º passo - Ainda com a criança deitada, junte suas pernas e veja se são do mesmo comprimento. Veja também se os pés têm o mesmo tamanho e formato.



Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte