Guia da Semana

Garotas x Garotas

A rivalidade entre as meninas é frequente na adolescência. Saiba os porquês e como agir contra isso

Foto: Getty Images

Os garotos são as principais causas de rivalidade entre as meninas

Disputar a atenção dos outros, principalmente dos meninos, ver quem chama mais atenção nas baladas, ficar falando mal uma da outra pelas costas... Todasessas podem, sim, ser características de 'grandes' amigas. É mais comum do que se imagina encontrar garotas que brigam até para escolher seu lugar na sala de aula, acredita? Os fatores que causam atitudes como essas são inúmeros, mas os principais são a educação familiar e a  sociedade que valoriza a extrema competição.

"Competir é algo que faz parte do ser humano. Nossa vida já começa com a disputa de espermatozóides por um único óvulo, na fecundação", lembra a psicóloga Fabiana Jurca Dadas. No entanto, ela afirma que o problema é quando a competitividade atinge pessoas com baixa auto-estima e sentimento de menos-valia. É nessa hora que as atitudes dessas meninas podem sair dos trilhos e a concorrência entre elas firmar-se de maneira desequilibrada e desleal, levando à inveja.

Foto: Divulgação

Blair e Serena, personagens de Gossip Girl, seguem o típico modelo de eternas amigas e rivais

Causas mais frequentes

A adolescência é uma fase em que os hormônios e, principalmente, as emoções estão suuuper à flor da pele. "É um período de exibicionismos, paqueras, conquistas", revela a especialista. Se esses sentimentos não forem bem administrados, a tendência é que a rivalidade tome conta da relação entre as gatas. E, claro, os garotos são os principais desencadeadores desses conflitos.

Fabiana ainda afirma que a convivência em uma família que prioriza os bens materiais aos éticos tende a desenvolver nos teens uma propensão à rivalidade, tanto nas relações de trabalho como nas de amizade. É possível detectar se você tem tendência às disputas, se quando criança não aceitava perder algum jogo, dividir seus brinquedos ou queria tudo somente para si. Após a fase do egocentrismo, que ocorre entre os três e quatros anos, é necessária a intervenção de um adulto para ensinar a criança a respeitar o espaço do outro. Se os pais vierem a reforçar que o filho deve sempre vencer, estarão estimulando a formação de um ser humano com ânsia de vitória e que fará de tudo para conseguir isso.

Como as meninas demonstram mais seus conflitos emocionais, tem-se a ideia de que isso acontece com elas com maior incidência do que com os garotos, já que eles são mais contidos e suas rivalidades, mais veladas. Algumas gatinhas empenham-se tanto em querer o que é da outra, que se tornam melhores amigas. De acordo com o raciocínio delas, quanto maior a aproximação, mais chance de se conquistar o objeto de desejo.

Para dar fim à rivalidade

Em todos os momentos de disputas entre os teens, é a intervenção e orientação dos pais que vão delinear o fim da competição. "Se a garota já está quase na fase adulta, é importante a ajuda de um profissional especializado", indica a psicóloga. Ela explica que será necessário um processo de autoconhecimento, levando a um maior controle desses impulsos para gerar relações saudáveis.

Nem sempre as desavenças causadas por essas crises entre as BFF são definitivas, pois muitas possuem facilidade em perdoar. Isso é muito pessoal, depende do relacionamento que elas tinham antes e da gravidade das consequências dessas disputas.

Foto: Divulgação

Lindsay Lohan aprontou as piores atrocidades com suas 'amigas' na pele de Candy Heron por ciúmes, inveja e viangança, no filme Meninas Malvadas

Do cotidiano para a ficção

Não só na vida real, mas no universo dos cinemas, das séries de TV e das telenovelas, casos de rivalidade são constantes entre amigas. Nessa hora, é impossível não se lembrar da relação entre Blair (Leighton Meester) e Serena (Blake Lively), de Gossip Girl. As duas eram amigas na infância, mas quando Serena retorna do internato, as disputas entre elas começam a aquecer a trama. Blair já não é a mais bonita e popular do seu círculo de convivência e, além disso, descobre um envolvimento entre seu namorado Nate e a loira recém-chegada.

Em uma das séries estadunidenses de maior sucesso na atualidade, Glee, a competição está intrínseca no dia a dia da galera, que quer sempre se destacar no coral da escola, o Glee Club. Na segunda temporada, a disputa será acirrada entre Rachel, vivida pela atriz Lea Michele, e a personagem da cantora filipina Charice Pempengco, pois a protagonista vai sentir inveja do talento da estrangeira.

Em 2004, foi lançado o filme Meninas Malvadas em que Cady Heron, interpretada por Lindsay Lohan, realiza as piores armadilhas com a suas novas BFFs patricinhas do colégio. Isso acontece por vingaça a uma delas, Regina, que no passado roubou o cara por quem Cady estava apaixonada, Aron. Nas telinhas nacionais, Raquel (Ariela Massotti) e Catarina (Daniela Carvalho) disputam o amor de Pedro (Bruno Gissoni), na 18ª temporada da novela Malhação, da Rede Globo. Para conseguir ficar com o gato, a vilã Raquel já aprontou poucas e boas com Catarina.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte