Guia da Semana

Generais virtuais

Muitos jovens estão trocando o tabuleiro e os típicos movimentos utilizados no jogo de xadrez pelas estratégias utilizadas nos campos de batalha virtual

Foto: blizzard.com/war3

Administrar a fabricação de provisões alimentícias, o número de riquezas captadas pelos trabalhadores e ainda avançar em território hostil com os exércitos se tornaram hábitos comuns para muitos adolescentes. Os adeptos dos jogos de estratégia trocaram o antigo tabuleiro quadriculado de madeira pelos modernos computadores para participarem de disputas que necessitam de raciocínio rápido e muita criatividade para alcançarem a vitória.

Seja em mundos de fantasia medieval, no qual dragões vermelhos e ogros gigantes vagam sedentos de sangue, ou em galáxias distantes, com milhares de naves estelares e violentas invasões planetárias, o jogador sempre é posto em situações complicadas enquanto tenta avançar com a missão proveniente de cada cenário. Pensar com cuidado e tentar prever os movimentos do oponente, seja ele controlado pelo computador ou não, são requisitos básicos para quem busca vencer. Criar planos mirabolantes de ataque, de defesa e sustentar uma economia perfeita nas cidades construídas durante as partidas são bons exercícios para treinar a mente e adaptar-se com mais facilidade a diferentes tipos de situação, que pode ser bastante utilizado na vida real.

José Francisco
Foto: arquivo pessoal
Para o psicólogo José Francisco Pires Geraldes, existem muitos benefícios relacionados a prática que auxiliaram o adolescente em suas atividades. "Podemos listar algumas que vão desde a recreação e lazer até o desenvolvimento do raciocínio lógico, rapidez de reação, ato reflexo e na elaboração dos pensamentos, desenvolvimento de capacidade de memorização." Porém, mesmo com as vantagens propiciadas, cuidados precisam ser tomados para conter exageros na diversão. "Esses jogos adquirem um caráter viciante, visto que atuam no hipotálamo que é o nosso centro do prazer. Dessa forma, a facilidade em trocar a realidade pelo mundo virtual é muito grande, afastando o adolescente de um convívio social normal, e até mesmo prejudicando-o nos estudos. Outro agravante é justamente o fato de muitos exibirem um conteúdo extremamente violento, com enredo baseados em valores deturpados, no qual os vilões ficam impunes e até são recompensados."

Matheus Andrade
Foto: arquivo pessoal
Matheus Andrade de Souza, de 17 anos, comenta que descobriu este gênero quando viu alguns amigos praticando e, a partir desde momento, começou a jogar regularmente. "O principal motivo foi o fato de que neste estilo é necessário estar atento a tudo que ocorre ao redor. Ter em mente tanto as habilidades de seus personagens quanto as de seus inimigos são fatores estritamente necessários para poder vencer." Afirma o jovem, acrescentando sobre a complexidade existente em cada partida. "A cada instante, diversos caminhos são oferecidos. Mesmo após a formulação de uma excelente tática, em uma fração de segundos o sentido da ação poderá mudar drasticamente, forçando-o a tomar a melhor decisão de maneira rápida, como em um jogo de xadrez."

Terrenos de batalha

Cidade Orc de Warcraft 3
Foto: blizzard.com/war3
Warcraft III: Reign of Chaos, um dos jogos mais aclamados da produtora norte americana Blizzard Entertainment e bastante reverenciado entre o público adepto da modalidade, apresenta um mundo inspirado em diversas lendas medievais, criaturas fantásticas e batalhas épicas. Quatro raças distintas disputam espaço e arrastam a guerra por todas as partes dos continentes, Humanos, Night Elves, Orcs e Undead, lutando ferozmente para alcançar os próprios objetivos. As aventuras possuem os mais variados desafios para a conclusão, que pode variar entre dominar e destruir tudo em seu caminho, como também proteger seu reinado da invasão dos inimigos.

Reconstituição do Japão feudal em Age of
Empire 3: The Asian Dynasties
Foto: ageofempires3.com
Preocupado em apresentar nações do passado e confrontos baseados em fatos históricos, a série Age of Empires, desenvolvido pelo Ensemble Studios e lançado pela Microsoft Games, possibilita a inserção em um cenário habitado por grandes impérios vistos apenas em livros, como o romano, o egípcio ou o português, representado através do período de expansão marítima na qual ocorreu o descobrimento do Brasil. Fiel as estruturas de cada período abordado, de grandes castelos a poderosos fortes, assim como das tropas de cada exército, de cavaleiros da idade média a mosqueteiros a serviço de Napoleão, o enredo aborda as principais batalhas vivenciadas pela humanidade.
Command & Conquer 3: Tiberium Wars
Foto: commandandconquer.com
Para aqueles que são fanáticos por ficção cientifica e sonham com um futuro repleto de naves espaciais, seres de outros mundos e outras vantagens proporcionados por um universo ultra tecnológico, a Eletronic Arts criou o Command & Conquer 3: Tiberium Wars. A trama desenvolve-se em torno de um misterioso cristal, conhecido como Tiberium, que poderá mudar o rumo da Terra, tanto no intuito de salvá-la como de destrui-la. Três facções lutam pelo seu controle, a organização militar Iniciativa de Defesa Global, formada pelas Nações Unidas, A Irmandade de Nod, tido como um grupo terrorista, e os alienígenas da espécie Scrin, que pretendem dominar o planeta e controlar o mineral.

Seja qual for o terreno onde as batalhas virtuais serão travadas, o importante é saber que a mesma criatividade e força de vontade utilizadas para obter as conquistas nos jogos eletrônicos também pode ser utilizada na vida real, para conseguir transpor as dificuldades e concluir objetivos, seja profissionais ou pessoais. Outro fator importante é destinar horários específicos para divertir-se nas batalhas virtuais, praticar regularmente exercícios fisicos e sempre manter contato com seu círculo de amigos. Por mais interessante que possa ser o game, ficar excessivamente em frente a tela do computador ou da televisão pode ocasionar problemas de saúde.

Colaboração:

Psicólogo José Francisco Pires Geraldes
Telefone: (11) 6455-7229 / (11) 9986-9745
jose.psicologo@ig.com.br

Serviço:

Warcraft III: Reign of Chaos
Blizzard Entertainment
Preço médio: R$ 19,90

Age of Empire 3
Ensemble Studios e Microsoft Games
Preço médio: R$ 99,00

Command & Conquer 3: Tiberium Wars
Eletronic Arts
Preço médio: R$ 99,90

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte