Guia da Semana

Perdendo um seguidor

Dar unfollow no twitter pode ser motivo para aquela DR.

Foto: Getty Images


- Alô.

- Só tenho uma pergunta pra te fazer: por que você parou de me seguir no twitter?

- Pô, Dani...

- Não enrola. Quero saber por que você fez isso.

- Ué, porque sim. Não tem um porquê.

- Ronaldo, você vive dizendo que tudo tem uma razão.

- Dani, o twitter é meu e eu sigo e paro de seguir quem eu quiser. Eu não tenho que ficar dando explicações.

- Nossa, que grosso. Você não era assim. Você mudou de um tempo pra cá.

- Claro que mudei. Cortei o cabelo, peguei laringite, tô com rejeição a lactose...

- Não tô falando disso. E não muda de assunto, por que parou de me seguir no twitter?

- Ah, porque sim! Às vezes eu acho que você se faz muito de superíntima de mim...

- Talvez porque eu seja sua namorada.

- Eu sei, mas a gente pode ficar se fazendo de superíntimo só aqui em casa e não pra todo mundo.

- Ah, tá com vergonha da relação? Tá cansado de mim, é isso?

- Não, não é nada disso, Dani. É que eu...

- A Claudia veio me perguntar hoje lá no escritório: "O Ro parou te de seguir. Vocês tão em crise?"

- Sério?

- Por que quer saber? Tá afinzinho da Claudia, é?

- Dani, para de bobagem... Vamos brigar outra vez por causa disso? Aconteceu a mesma coisa com o Orkut, depois com o Facebook, agora...

- Rô, vamos dar um tempo.

- Como assim, Dani. Tá louca?

- Você diz que eu fico trazendo um monte de coisas à tona, mas é você quem não consegue esquecer o passado.

- Só tô dando um exemplo Dani...

- Você não deve aguentar mais me ver na sua timeline, né?

- Quer saber, Dani? É isso aí! Você twitta demais, faz umas perguntas nada a ver, me manda foto daquele imbecil do seu cachorro, fica me escrevendo "Rô, DM pra você" toda hora...

- Mas qual o problema...

- O problema é que eu vejo as minhas DMs. Eu SEI quem me mandou DM. Imagina se todo mundo me mandasse "Ronaldo, DM pra você"? Não ia ter nada interessante pra ler na minha timeline, só nas minhas DM. Quer um tempo, então toma o seu tempo. Dane-se você.

Ronaldo desliga o telefone. Fica pensativo, se arrepende um pouco. Fica alguns minutos na dúvida se liga ou não para Daniela. No meio do pensamento, o telefone toca. É Daniela.

- Oi, Dani. Desculpa. Eu fui grosso mesmo. Acho que exagerei. Eu não quero dar o tempo. Será que podemos voltar atrás? (Depois de alguns segundos de silêncio ao telefone) Dani?

- Tudo bem, Ronaldo.

- Ah, que bom!

- Mas com uma condição: volta a me seguir lá no twitter?

Leia as colunas anteriores de Oscar Filho

Fazendo a balada valer a pena

Clichê

Brochada com uma aeromoça

Quem é o colunista: Um ser humano com uma personalidade muito parecida com a do Pica-Pau.

O que faz: Sou ator, humorista, repórter e um representante Jequiti.

Pecado gastronômico:
Gosto de sorvete, sorvete também me atrai, às vezes sorvete e, pra variar, um milk-shake.

Melhor lugar do mundo: Sorveteria.

O que está ouvindo no carro, iPod, mp3: Pearl Jam, música clássica e Cavaleiros do Forró.

Fale com ele: Acesse seu blog ou siga seu Twitter.


 



Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte