Guia da Semana

Prazer em conhecer?

Conheça alguns macetes para evitar constrangimentos na hora de levar seu affair em casa

Fotos: Getty Images

Quando se sentir confortável, você pode (e deve) falar da pessoa que irá apresentar

Depois de algumas tentativas frustradas, decepções, lágrimas, você finalmente encontra o seu par de meia. E, dessa vez, parece que a coisa vai vingar. Entre as juras de amor e carinhos, é chegada a tão temida hora de apresentar sua cara-metade à família. E agora? O ideal, nesse momento, é procurar ser o mais natural possível e passar o máximo de tranquilidade - tanto para os velhos, quanto para seu affair - e depois, torcer para que tudo acabe, literalmente, em pizza, com direito a uma boa sobremesa depois.

Batemos um papo com duas jovens que viveram essa experiência e, de quebra, conversamos com a psicóloga Viviave Scarpelo, que deu algumas dicas de como não cometer nenhuma gafe.

Sem susto

Naturalmente, esse parece ser um momento de tensão para a maioria dos jovens. Ansiedade e angústia, por não saber exatamente o que vai acontecer, são muito naturais. No caso da estudante Ariel Oliveira, 13 anos, foi o contrário. A jovem apresentou o namorado primeiro aos avós, já que mora com eles e o pai, que ainda não engoliu muito bem a história. "Foi um choque no começo, mas eles procuraram entender e ver que é melhor aceitar e estar perto. Meu pai soube que eu estava ficando mas, na verdade, já estava namorando. No começo, ficou um clima chato. Até que, um dia, ele nos encontrou e eu fiquei surpresa porque ele não fez nada, foi até carinhoso comigo depois e fez aqueles discursos de pai", conta.


Conquistar a família é respeitar algumas regras, como horários e locais para namorar

Antes de apresentar seu par em casa, uma dica é preparar o terreno para evitar qualquer tipo de surpresa indesejável. Se quiser, fale um pouco do parceiro, é bom que os pais escutem seu ponto de vista antes de conhecer a pessoa. Se os papéis se inverterem, e for a sua vez de conhecer os sogros, procure agir com naturalidade. "Geralmente, quando a jovem apresenta o namorado em casa é sinal de coisa séria. Portanto, faça uma reflexão e analise se realmente gosta e deseja ficar com aquela pessoa mais tempo. De preferência, avisar que o levará para conhecer os pais. Assim, todos estarão mais preparados", aconselha a psicóloga Viviane Scarperlo.  

Dar a notícia

Não existe um momento exato para dar a notícia em casa. Quando você se sentir confortável pode (e deve) falar da pessoa que irá apresentar. Afinal, um diálogo em família é sempre bom. O ideal é tomar cuidado para não criar muitas expectativas. Para evitar isso, o melhor é falar pouco e deixar que cada um tire as próprias conclusões. "É importante que o jovem não espere determinado tipo de comportamento dos pais. Eles têm o direito de pensar como quiserem e o jovem poderá aceitar a opinião, mesmo que não concorde. Depois, poderão falar sobre o assunto, buscando soluções, se houver algum problema no namoro", sugere a psicóloga.

Claro que, para os pais, os filhos serão sempre "criancinhas". Mesmo que já tenham casado e constituído família, a visão dos pais é sempre de ter que proteger e cuidar. A estudante Jacqueline Lopes, 16 anos, namora há três meses e contou aos pais desde o começo do relacionamento, mas ainda não acha que está na hora do encontro. "Apresentar oficialmente, só daqui dois ou três meses. Quero ter certeza de que vai durar um bom tempo antes de levá-lo em casa. Acho que vai ser bem difícil. Minha irmã namorava e, quando levou o namorado em casa, meus pais trataram bem. Mas quando ele foi embora, botaram vários defeitos", comenta.


O melhor a se fazer é ser natural para não correr o risco de fazer feio nem com a família, nem com o namorado

Evite

Dar uns toques para seu namorado pode ajudar na hora da apresentação. Ser gentil, ter bom senso, ser simpático são algumas virtudes que sempre abrem portas e deixam boa impressão. "Vou conversar com ele, contar como meus pais são. Mas não posso falar toda a verdade, senão ele fica com medo. E com meus pais, acho que não tem muito o que fazer. Só torcer para que eles vão com a cara do meu namorado", destaca Jacqueline.

Outro fator que pode contar pontos na hora de conquistar a família é respeitar algumas regras, como horários e locais para namorar. Cumprindo alguns preceitos, os namorados ganham a confiança dos pais e vocês poderão seguir com o namoro tranquilamente. "É normal os pais se preocuparem e desejarem o melhor para os filhos. E, muitas vezes, esse primeiro momento gera uma segurança maior, pois eles entendem que a companhia para seu filho, ou filha, é boa", enfatiza a psicóloga.


Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte