Guia da Semana

Precisa tanto?

Para provar que você gosta de verdade de um artista, é necessário mesmo chegar a fazer uma tatuagem em sua homenagem?

Foto: Sxc.hu

Acessei um site de notícias e uma foto me chamou a atenção: estava com uma chamada para o álbum de fotos do show da banda mexicana RBD em São Paulo. Confesso que fui fã das Spice Girls e amava os Backstreet Boys. Mas, o meu "fanatismo" se resumia a ter pôsteres deles colados nas paredes do meu quarto, alguns discos e gravar os videoclipes em fitas de vídeo-cassete.

O que me espantou nessa atual geração, é que muitos adolescentes tatuam os nomes de alguns integrantes. Sim, eu escrevi ´tatuam´. Simplesmente deixam marcado, desenhado o nome de uma pessoa de um grupo que, nesse caso do RBD, assumiu recentemente que vai se separar. Talvez alguns sigam a carreira musical (não sei como, sinceramente), mas talvez não queiram isso para eles, desejam outra carreira, enfim. Como acredito que tudo na vida é uma fase, imagina você adolescente, já com seus 25 ou 26 anos, formado, seguindo uma profissão, com um nome de um indivíduo que, às vezes, nem é lembrado mais na mídia, tatuado em seu braço?

Eu gosto de tatuagens, acho lindo, desde que seja uma imagem que signifique algo para a vida de uma pessoa, ou porque goste de um desenho que lembre um momento especial etc. Mas, um nome? Nem se for o do namorado...pois não há como afirmar que se trata de um "amor eterno".

Hoje, com a tecnologia, há como retirar a tatuagem com procedimentos a laser. Mas, o preço ainda é bastante inacessível. E, para alguns jovens, quem paga as contas são os pais e imagina como eles falariam na cabeça do filho se ele chegasse em casa com uma tatuagem assim e, mais ainda, se pedisse para retirá-la. E você, teen, sabe que, quando os pais resolvem falar, eles falam e muitas vezes...Repetem as frases em vários momentos do dia, mesmo quando você não comentou nada a respeito, simplesmente, passou por eles para ir até a cozinha pegar um copo de água.

Por isso, aí vai a dica: antes de cometer a loucura de fazer uma tatuagem dessas, pense no dinheiro que se gasta com isso (o tempo também) e o que poderia comprar, ao invés de procurar um tatuador. Acredito que esteja pensando: "Mas eu amo esse grupo e nunca vou esquecê-lo!". Nunca, eu sei que não, porque você tem algo na pele que vai fazer com que lembre dele por um bom tempo, até decidir retirá-lo. Mas, será que vale tanto a pena, sendo que virão muitos outros grupos musicais, com novos estilos e você acabe gostando de um, com certeza. Então, vai novamente tatuar mais um nome em seu corpo? Daqui algum tempo, é bem provável que tenha diversos nomes tatuados em seu braço ou costas que se te perguntarem de onde vem tal nome, você confunda de qual banda seja.

Leia a coluna anterior de Maraísa Bueno:

? Férias...algo melhor?


Quem é a colunista: Maraísa Bueno.

O que faz: jornalista e repórter da equipe do Guia da Semana.

Pecado Gastronômico: uma boa massa e, é claro, chocolate!

Melhor Lugar do Brasil: minha casa, na pequena cidade de Serrania, sul de Minas Gerais (também não dispenso uma boa praia!).

Para Falar com ela: maraisabf@yahoo.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte