Guia da Semana

Só depende de você

Quando se trata de escolher qual sua religião, não adianta a imposição dos pais ou amigos, é algo que somente você pode fazer

Foto: Getty Images

É muito comum termos dúvidas. São tantas que nossa cabeça fica a mil. Umas das questões mais complicadas é a religião, algo difícil de se compreender e aceitar. São tantas crenças que não sabemos qual seguir e porque seguir. Além da imposição de nossa família, somos influenciados por outros meios como a televisão e o modismo.

Acredito que você já se perguntou: Quem é Deus? Todos jáquestionaram isso um dia.  São tantas as repostas que não sabemos em qual acreditar! Depois de tantas explicações, alguns jovens ficam até com medo de Deus ou acabam por nem acreditar mais que ele existe. Com essa dúvida chegam outros questionamentos como: De onde vim? Para onde vou? Isso é pecado? Estou pecando? Nossa! Melhor parar por aqui.  

Quando nascemos, nossa família já possui uma religião, seja ela qual for, nossos familiares acreditam que nós já estamos predestinados a tal. Por um lado faz sentido, um bebê não sabe nem o que é uma igreja. Assim, quando somos crianças acabamos seguindo a religião que nos foi imposta. Porém, depois que crescemos, queremos escolher o que é melhor para nós e o que satisfaz nossas dúvidas.

Além da família há vários outros meios que nos influenciam na escolha da religião. Um dos exemplos é a televisão, existem dezenas de programas religiosos a qualquer horário do dia, e eles sempre estão prontos para nos receber em algum dos seus templos. Outros exemplos são as religiões da moda. Se uma celebridade segue alguma crença, seus fãs e admiradores passam a seguir também.

Mas, afinal o que é bom para os outros também é bom para nós? Acredito que não. Se sua família tem alguma religião, não significa necessariamente que a sua deve ser a mesma. Talvez o que eles acreditam não satisfaça suas dúvidas nem agrade o seu jeito de pensar. Porém, é meio difícil para eles aceitar isso, e leva um tempo para a compreensão. E nós também devemos respeitar a opinião deles, afinal, cada um tem o direito de fazer suas escolhas e acreditar no que acha melhor.

Se encontrar em uma religião é complicado e demorado. Talvez você passe por muitas, mas, não tenha medo nem preconceito de conhecer todas elas, ouça as opiniões, estude e  procure livros que falem sobre o assunto. Pense que tudo isso servirá de experiência e conhecimento. E em algum momento você vai encontrar a resposta que procura e saberá tomar sua decisão. Não importa no que você acredite ou mesmo se você não acredita em nada, o importante é ser feliz consigo mesmo.

Quem é o colunista: Diego Aquino.

O que faz: Estudante de Jornalismo.

Pecado Gastronômico: Pizza.

Melhor Lugar do Brasil: Porto Seguro.

Para Falar com ele: aquino.live@hotmail.com

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte