Guia da Semana

SOSex

Serviço responde dúvidas sobre sexo via MSN

Foto: Getty Images


Mais de 1600 contatos no MSN e quando fica on-line, muitas janelas piscam na tela do seu computador. Uma menina popular? O garoto mais cobiçado do colégio? Não, é a psicóloga Cristina Romualdo, 44, coordenadora do SOSex - Serviço de Orientação Sexual, do Instituto Kaplan, que tira dúvidas de adolescentes pela internet.

O serviço é simples, os jovens interessados em esclarecer dúvidas sobre sexo adicionam o endereço ( sosex@kaplan.org,br) em seu MSN e têm suas perguntas respondidas por uma especialista via e-mail e MSN desde 2008, e tem mais de 1700 usuários.
 
Para Cristina, o serviço de esclarecer dúvidas pelo MSN é vantajoso, pois o adolescente recebe a resposta imediata. "Eles me perguntam, e eu respondo na hora, e a grande vantagem é que se restar dúvida, eu posso esclarecer", fala a coordenadora. Cristina conta que termina as consultas on-line com a sensação de que as perguntas foram respondidas com sucesso. "Como é uma conversa direta, quando terminamos, sinto que eles realmente entenderam as explicações".

Consulta on-line

A procura por esclarecimento é grande. Muitos jovens preferem tirar suas dúvidas via MSN, ao invés de ir a um consultório médico. A maioria que procura ajuda tem entre 15 e 18 anos, mora na cidade de São Paulo, e não tem um compromisso sério. As meninas são as que mais tem dúvidas. "As perguntas mais comuns são sobre gravidez, uso de anticoncepcionais e ciclo menstrual", fala Cristina. Ela conta que muitas garotas procuram ajuda para falar sobre a primeira vez no sexo. Os garotos também recorrem ao SOSex, e têm mais interesse em saber formas de dar prazer às parceiras.

Mas nem só os adolescentes têm perguntas. Dentre as 20 chamadas que recebe por dia (em duas horas que fica on-line), Cristina também tira dúvidas dos mais grandinhos. Um público de 22 a 31 anos procura a psicóloga, e nesse caso, a maioria são os homens. "Eles fazem muitas perguntas ligadas ao desempenho sexual. Dúvidas sobre ejaculação precoce e falha de ereção são as mais frequentes". Cristina conta que os adolescentes estão mais preocupados com o antes, como preliminares e dicas de como satisfazer a mulher, já os adultos se preocupam com a parte prática, inclusive são eles que falam mais sobre o uso da camisinha.

Além do sexo

Além das dúvidas sobre sexo, o Messenger também é muito procurado para falar sobre problemas sentimentais. "As meninas nos procuram quando terminam um relacionamento, ou quando vão começar", conta Maria Helena, 54, diretora do Instituto Kaplan.

Para ela, os adolescentes procuram o SOSex porque não precisam se identificar ou se expor. Muitos têm vergonha de procurar um médico, pedir ajuda a amigos ou parentes. "Sempre falamos para eles procurarem ajuda médica, informamos serviços públicos, ou dependendo do caso, indicamos algum médico cadastrado em nosso banco de dados".

O Instituto Kaplan tem uma parceria com o Hospital da Escola Paulista de Medicina, e quando homens apresentam problemas que precisam de um tratamento urológico são aconselhados a procurar o hospital.

Para ler:
Adolescência: O Despertar do Sexo, Içami Tiba, Ed. Gente
Sexo, Prazeres e Riscos, Antonio Carlos Egypto, Ed. Saraiva

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte