Guia da Semana

Museu do Açude

Museu do Açude

Horário(s) Segunda a domingo, das 11h às 17h. Fechado às terças.

Endereço
Estrada do Açude, 764, Oeste 20531-330

Telefone (21) 2492-2119

Site do estabelecimento

Ao herdar a propriedade do Açude, adquirida por seu pai em 1913, Raymundo Ottoni de Castro Maya transformou a pequena construção, dando-lhe uma fisionomia de residência neocolonial ao acrescentar-lhe arcadas e beirais de telhas de louça policromada portuguesa. No interior da casa, na varanda que a circunda, nos jardins e seus pavilhões, destacam-se painéis de azulejos portugueses barrocos, rococós e neoclássicos, provenientes de Lisboa, Salvador e São Luís do Maranhão, além de revestimentos de azulejos de padrão portugueses, franceses e holandeses dos séculos XVII ao XIX. Esse conjunto singular permite uma visão ampla da história da azulejaria no Brasil. Em 1940, Castro Maya adquire mais 40.000m², e o terreno, localizado no Parque Nacional da Tijuca, passa a ter a área atual de 151.132m². Ainda nesse período, constrói um pavilhão especialmente para abrigar a coleção de aquarelas e desenhos do pintor francês Jean Baptiste Debret. Do mesmo modo surgiu o Jardim-de-Inverno para exibir um grande painel de azulejos neoclássicos, da época de D. Maria I de Portugal. Por volta dos anos 60, quando da criação do Museu do Açude, as instalações que serviam de cavalariça tiveram seu espaço adaptado para exibir o restante do acervo de aquarelas e gravuras oitocentistas da Coleção Castro Maya. Atualmente, por motivos de conservação, as pinturas e obras sobre papel são guardadas e regularmente expostas no Museu da Chácara do Céu. O rico acervo de azulejaria permitiu, então, a opção por abrigar na casa principal peças de artes decorativas. No andar térreo mantiveram-se como espaços ambientados a sala de jantar, a cozinha e o lavatório, destinando-se as demais salas para exposição de mobiliário, escultura e cerâmica oriental, prataria e cristais, além de exemplares de arte popular brasileira. O segundo piso alterna peças de mobiliário nacional e estrangeiro com figuras de jardim, vasos, pinhas e telhas de cerâmica portuguesa, sendo também utilizado como galeria para exposições temporárias de artes decorativas. Os pavilhões externos são usados para a promoção de atividades didáticas, culturais e de lazer. Os jardins formais são de inspiração portuguesa, construídos em forma de diversos terraços ligados por escadarias. São vasos, estátuas, pinhas, globos e leões de gosto neoclássico, provenientes de demolições ou encomendados às fábricas de Santo Antônio do Porto, Portugal. Inclui, ainda, como é comum nas quintas lusas, pomar e horta. A grande quantidade de plantas ornamentais forma um microssistema muito bem equilibrado. É um pedaço de floresta tropical úmida dentro de área urbana, com aparência de uma floresta sempre verde, densa e intricada, com enorme diversidade vegetal e animal.

Atualizado em 30 Mar 2012.

Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Häagen-Dazs - Fashion Mall

Häagen-Dazs - Fashion Mall

1032m

Helisight

Helisight

1046m Companhia para voos turísticos de helicóptero no Rio de Janeiro

Pedra Bonita de São Conrado

Pedra Bonita de São Conrado

1046m

Floresta da Tijuca

Floresta da Tijuca

1046m

Cachoeira das Almas

Cachoeira das Almas

1046m

Heliporto Mirante Dona Marta

Heliporto Mirante Dona Marta

1046m

Notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças