Guia da Semana

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas.

Se viajar já é bom para sair de nosso ambiente habitual e entrar em contato com uma nova rotina, conhecendo outras pessoas e culturas, imagine se o hotel para ficar hospedado também for uma galeria de arte. Para quem não conhece nenhum lugar assim, pode parecer uma realidade muito distante. Porém, aos viajantes e apaixonados por arte, uma boa notícia: hotéis de luxo ao redor do mundo apostam na arte exposta como atrativo, onde, mesmo no ócio, a cultura está presente. Europa, Estados Unidos e Brasil são alguns países onde é possível encontrar essas relíquias.

Assim são definidos os 'art hotels' que têm em seus lobbies, suítes e jardins inúmeras telas, esculturas e fotografias e afrescos, que não fazem papel de coadjuvantes e sim de protagonistas. Confira cinco opções incríveis: 

W SOUTH BEACH - MIAMI



Em Miami, o luxuoso e icônico W South Beach tem como um dos proprietários Aby Rosen, que empresta ao local uma parte de sua coleção de arte moderna e contemporânea. Andy Warhol, Tom Sachs, Rob Pruitt, Damien Hirst, Kenny Scharf, Jonathon Zawada, Harland Miller, Jean-Michel Basquiat, Sage Vaughn, Tom Friedman são algumas obras expostas no hotel.



Já os quartos e hall dos elevadores são decorados com fotografias de rock de Danny Clinch, que já clicou de Missy Eliot a Elvis Costello e coleciona 3 indicações ao Grammy como diretor. Além disso, "Portrait of Claudia" e "Shiva", do pintor e diretor de cinema Julian Schnabel, indicado a diversos prêmios por seus filmes e reconhecido por suas pinturas, também podem ser admirados por lá. 

FOUR SEASONS HOTEL FIRENZE - ITÁLIA 



Na Itália, o Four Seasons Hotel Firenze, preserva tesouros de afrescos, pinturas e relevos dos séculos 15 ao 19. No lobby, 12 painéis de alto-relevo mostram figuras mitológicas supostamente criadas por Bertoldo di Giovanni, um dos maiores escultores da época.

A capela, transformada em sala de leitura, tem as paredes pintadas pelo maneirista Jan van der Straet (dito Giovanni Stradano) e por Agostino Ciampelli. No teto da Volterrano Suite está um dos afrescos mais importantes do hotel: Cegueira da Mente Humana sendo Iluminada pela Verdade, do séc. 17, por Baldassare Franceschini (ou Volterrano).

LA COLOMBE D’OR - FRANÇA

Ainda na Europa, mas desta vez na França, o hotel La Colombe d’Or tem obras de Miró, Georges Braque, Henri Matisse, Sonia Delaunay, Fernand Léger, Raoul Dufy, Picasso, Alexander Calder, Cesar, Arman, Tinguely, Dubuffet e Jacques Prévert que por lá passaram e deixaram suas obras como pagamento.

BRASÍLIA PALACE - BRASIL 

No Brasil, o hotel Brasília Palace é considerado um marco na capital do país, pois foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e fundado em 1958 pelo então Presidente Juscelino Kubitschek. O hotel presenteia seus hóspedes e visitantes com dois painéis do artista plástico Athos Bulcão que, em função da importância para a cultura nacional, foram tombados pelo patrimônio Histórico. 

GRAMERCY PARK HOTEL - ESTADOS UNIDOS

O Gramercy Park Hotel, também nos Estados Unidos, mas em Nova Iorque, abriga uma coleção impressionante do século 20, com curadoria de Julian Schnabel, também responsável pelo décor. Do lobby ao Rose Bar, há obras-primas da pop art de Andy Warhol e do neoexpressionista Jean-Michel Basquiat. Nas paredes, trabalhos também de Enoc Perez, Keith Haring, Tom Wesselmann, Richard Prince, Michael Scoggins, Fernando Botero e Damien Hirst, entre outros.

Atualizado em 7 Nov 2016.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Museu da Empatia chega a São Paulo com instalação interativa; saiba mais!

Projeto temporário permite que as pessoas se coloquem no lugar das outras

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA