Guia da Semana
Arte
Por Redação Guia da Semana

Chitãozinho & Xororó

Conheça mais sobre a dupla sertaneja mais pop do Brasil.



A dupla sertaneja Chitãozinho & Xororó foi formada em 1970 pelos irmãos José Lima Sobrinho (Chitãozinho) e Durval de Lima (Xororó), em Artorga, no Paraná. Foram os primeiros sertanejos a tocar em rádios do Brasil e a incluir banjos e guitarras neste gênero musical. Também foram os pioneiros em estrear do estilo nas paradas da Billboard.

 

No início, tocaram em lugares inusitados, como circos, bancando a produção dos próprios bolsos até serem reconhecidos. Nesses 40 anos de carreira, alcançaram a marca de 35 milhões de discos vendidos, 31 álbuns inéditos, três DVDs, dois prêmios Grammy, centenas de discos de ouro, platina e diamante e receberam até uma homenagem da escola de samba paulistana X-9. Até mesmo o estilo de cabelo adotado pelos irmãos virou moda na década de 80.

 

Em 1978, colheram os primeiros frutos do sucesso com o disco 60 Dias Apaixonados e conquistaram o primeiro disco de ouro da carreira. O ano de 1980 foi marcado pelo lançamento de Amante Amada, álbum que vendeu 600 mil cópias e ganhou disco duplo de platina. Mas foi em 1982, com a canção Fio de Cabelo, de Somos Apaixonados, que explodiram de vez e tocaram em todas as rádios do país.

 

Nos anos seguintes, emplacaram mais sucessos, como Se Deus me Ouvisse (1986); Fogão de Lenha (1987); No Rancho Fundo (1989); Evidências e Nuvem de Lágrimas, em parceria com Fafá de Belém (1990); Brincar de Ser Feliz (1992); Página de Amigos (1995); Alô (1999); Frio da Solidão (com o grupo Roupa Nova - 2001); Sinônimos com Zé Ramalho (2004); A Majestade, o Sabiá, com Jair Rodrigues, Arrasta Uma Cadeira (ambas de 2005). Esta última foi escrita especialmente por Roberto e Erasmo Carlos para cantarem com a dupla - e levou 14 anos para ficar pronta.

 

Ao ganharem o primeiro lugar no Show de Calouros, de Silvio Santos, em 1982, com a música Besta Ruana (Tonico e Tinoco), os dois deixaram de ser Irmãos Lima para virar Chitãozinho & Xororó. O nome foi dado pelo radialista Geraldo Meirelles, inspirado pela canção da dupla Athos Campos e Serrinha, de 1947, que falava sobre aves brasileiras. Já como Chitãozinho & Xororó, gravaram o primeiro disco, Galopeira, de 1970.

 

A dupla jamais se retirou dos holofotes e é considerada um exemplo para a nova safra de cantores sertanejos que aposta no estilo "universitário".

Foto: Divulgação
Site oficial: http://chitaoxororo.uol.com.br/2010/


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Google Arts & Culture disponibiliza tour virtual e coleções digitais do acervo do Museu Nacional

Arte

Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro disponibiliza online seu acervo de pintura com mais de 400 itens

Arte

B3 cede obras de grandes nomes do movimento modernista ao MASP

Arte

Inhotim lança duas novas exposições virtuais no Google Arts & Culture

Arte

Google Arts&Culture disponibiliza obras do artista plástico e militante político Antonio Benetazzo; saiba mais!

Arte

Agora você pode visitar a exposição dos 20 anos de Harry Potter em uma plataforma online do Google; saiba mais!

Arte