Guia da Semana
Arte
Por Redação Guia da Semana

CPM 22

Saiba mais sobre o quarteto que popularizou a cena hardcore brasileira.



Em 1995, cinco adolescentes influenciados pelo punk rock e hardcore decidiram criar uma banda, adotando um estilo hardcore romântico e melódico. O grupo não tinha um nome e então resolveram batizá-la com o único endereço em comum: Caixa Postal 1022. Logo depois, o quinteto formado por Badauí (vocais), Portoga (baixo), Wally (guitarra), Luciano (guitarra) e Japinha (bateria) definiu o nome como CPM 22.

Após tocarem em diversas casas de shows do circuito underground paulistano, o reconhecimento chegou para os rapazes. Em 2000, eles foram indicados ao prêmio de melhor Democlipe no Vídeo Music Brasil (MTV), com Anteontem. No mesmo ano, gravaram o disco independente A Alguns Quilômetros de Lugar Nenhum, que vendeu quatro mil cópias no mês de lançamento.

No ano seguinte a banda conseguiu assinar um contrato com uma gravadora e lançaram o disco CPM 22. A canção Regina Let´s Go foi sucesso instantâneo. Mas, foi a segunda música de trabalho, Tarde de Outubro, que fez a banda explodir e se tornar uma das preferidas do público jovem. O conjunto seguiu fazendo sucesso em todo o Brasil, gravando mais dois álbuns: Chegou a Hora de Recomeçar, em 2002, e Felicidade Instantânea, em 2005 (que trouxe o hit Um Minuto Para o Fim do Mundo - vencedor do prêmio Escolha da Audiência, no VMB-MTV). No mesmo ano, o baixista Portoga decide deixar os parceiros por divergências musicais. Fernandinho, que tocava na banda Hateen, junto com o Japinha, foi escalado para a vaga.

Com o MTV Ao Vivo, lançado em 2006, o CPM 22 alcançou uma legião maior de fãs. Com canções já consagradas, fora as inéditas Além de Nós e Inevitável - o CD/DVD foi mais um sucesso na carreira do grupo. Prova disso foi o prêmio que conquistaram no VMB, na categoria melhor performance ao vivo e, em 2007, melhor DVD de Rock, no Prêmio Multishow de Música Brasileira. Ainda em 2007, eles vieram com o disco Cidade Cinza, mais rock and roll que os trabalhos anteriores, deixando de lado o rótulo de emocore. A canção carro-chefe desse CD foi Nossa Música. No ano seguinte, colheram os frutos dessa mudança ao vencerem o Grammy Latino de melhor disco de rock brasileiro. Em 2009, eles saíram em uma turnê internacional, que passou por Portugal, Inglaterra e Estados Unidos (onde tocaram na filial da Flórida do Hard Rock Café de Hollywood).

Após alguns anos como contratados da gravadora Arsenal Music, em 2010, o CPM 22 deixou o selo por falta de liberdade profissional e apostou na carreira independente. No mesmo ano, gravou o disco Depois de um Longo Inverno. Em meados de 2011, o single Vida ou Morte virou videoclipe, bastante executado pela MTV, com um estilo que lembra mais o ska - a gravação do hit contou com a colaboração de velhos amigos da banda, como o pessoal do grupo de metal Chorume. No site do CPM foram disponibilizadas três músicas para download: Quem sou eu?! , Filme que eu nunca vi e Cavaleiro Metal. Atualmente, o grupo é um quarteto, formado por Badauí (Fernando Estéfano Badauí, vocais), Japinha (Ricardo di Roberto, bateria), Luciano Garcia (guitarra) e Fernando (Fernando Sanchez Takara, baixo).

Foto: Divulgação / My Space Oficial

Site oficial: http://cpm22.uol.com.br/


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Conheça a 'Transe', plataforma digital que promove e conecta agentes das artes visuais no Brasil

Arte

Cirque du Soleil lança site especial durante a quarentena; saiba tudo!

Arte

15 museus brasileiros para visitar online

Arte

8 lives de galerias e museus para você curtir arte em casa

Arte

Curitiba recebe visita de museu egípcio itinerante; saiba mais!

Arte

Google Arts & Culture disponibiliza tour virtual e coleções digitais do acervo do Museu Nacional

Arte