Guia da Semana

Enfim, o recomeço

Junto com as músicas do seu novo CD, a cantora também interpreta canções de Lulu Santos, Marisa Monte e Lenine.

Foto: Renata Sagaz


Depois de três anos esperando, finalmente chegou o grande dia. Sandy está de volta aos palcos. Foi na noite da última sexta-feira, 19, que a cantora estreou a turnê Manuscrito, seu primeiro trabalho em carreira solo.

Fãs de todos os cantos do país gritavam ansiosos na plateia até que, às 21h37, as cortinas do Teatro Positivo, em Curitiba, se abriram e o show começou. Logo na primeira música, "Pés Cansados", Sandy não conteve a emoção e pediu a ajuda dos fãs para conseguir cantar. Resultado? Um lindo coro ecoou no Teatro e recarregou as baterias da cantora que seguiu o show com uma maestria e uma segurança para ninguém colocar defeito.

"Finalmente... Essa é a melhor parte de todas", declarou no início do show. E realmente ela estava nitidamente feliz, realizada, super à vontade no palco. A interação com o público foi tamanha que ninguém conseguia ficar parado.

O repertório surpreendeu. Além das músicas do álbum Manuscrito, Sandy interpretou canções como "Hoje eu Quero Sair Só", de Lenine, "Casa", de Lulu Santos, "Beija Eu", de Marisa Monte, "Mudaram as Estações", de Cássia Eller - música que serviu de hino para muitos fãs na época da separação da dupla -, "Put Your Records On", de Corinne Bailey Rae e "Wonderwall", do Oasis. Para relembrar o passado e levar os fãs ao delírio, Sandy cantou "Quando Você Passa" e "Estranho Jeito de Amar", músicas da dupla Sandy & Junior.

Sobre o repertório, Sandy falou que escolheu artistas que admira e músicas que gosta de cantar. "São músicas que eu tenho certeza que o público conhece também. Eu não escolhi nada assim muito cult, muito alternativo. Eu escolhi músicas que são conhecidas, pra galera cantar junto". Já as músicas da dupla entraram no set list para atender ao pedido dos fãs: "Eu achava que não ia colocar, mas a maioria quer ouvir os sucessos da dupla. E eu gosto também de recordar o meu passado. O meu passado construiu quem eu sou hoje e eu tenho muito orgulho dele".

O show durou cerca de uma hora e meia com direito a bis. Ao piano, Sandy cantou "Esconderijo" e logo emendou com "Tempo", encerrando uma noite histórica na carreira da cantora, e com certeza na vida dos fãs que estavam presentes. 


Confira a entrevista com a Sandy para o Guia da Semana:

Sozinha, Sandy volta a trilhar o caminho do sucesso


Quem é a colunista: Atriz e futura publicitária.

O que faz: Trabalha na Redação do site hagah.

Pecado gastronômico: Sushi!!!

Melhor lugar do Brasil: Perto das pessoas que eu amo.

O que está ouvindo no carro, iPod, mp3: Ouço de tudo um pouco: Jewel, Donavon, Exaltasamba, Nenhum de Nós...

Fale com ela: renata.sagaz@gruporbs.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA