Guia da Semana
Arte
Por Redação Guia da Semana

Fábio Assunção em Adultérios

Montagem teatral de texto de Woody Allen estreia no Teatro Frei Caneca e marca a volta do ator aos palcos.

Foto: Jairo Goldflus

Fábio Assunção como o sem-teto Fred

A peça Adultérios estreia em São Paulo após um longo período de negociação pelos direitos do texto do cineasta Woody Allen. O projeto começou há alguns anos, quando o diretor Alexandre Reinecke leu a comédia e a apresentou para Fábio Assunção. O ator, que retorna aos palcos de onde estava distante desde 2001, aceitou estrelar a montagem ao lado de Norival Rizzo e Carol Mariottini e permanece em cartaz até 25 de setembro.

Na trama, o roteirista de cinema Jim Swain espera por sua amante à beira do Rio Hudson para um encontro que marcaria o término do relacionamento dos dois. Lá, ele é abordado por um morador de rua, Fred, que inicia uma conversa trivial e acaba por acusar Swain de roubar suas ideias para a elaboração de seu roteiro mais recente, um "quase sucesso" de bilheteria. Para tornar a situação ainda mais complicada, a amante Bárbara chega ao local.

Ela, inconformada com o aparente abandono do seu amante e muito ambiciosa, pede algo em troca para não expor o caso que tiveram. Jim se vê obrigado a resolver esse problema para manter o seu casamento enquanto Fred coloca mais lenha na fogueira e ainda cobra os créditos pela ideia principal do filme.

Foto: Jairo Goldflus

Norival Rizzo como Fred e Fábio Assunção como Jim Swain

Curiosamente, Reinecke optou pela alternância dos atores nos papéis masculinos. Fábio será o sem-teto Fred na sexta-feira e no sábado às 22h, vivendo o escritor Jim no sábado às 20h e no domingo. O diretor diz que durante o processo de criação com o elenco, percebeu que Jim e Fred eram a mesma pessoa representadas em cena. Enquanto um é contido e representa como nos comportamos na sociedade, o outro solta as amarras e abre a boca falando o que pensa e sente.

Fábio reforça essa ideia e afirma que, como ator, "foi ótimo poder estar dos dois lados". Segundo ele, o grande desafio foi decorar quase a peça inteira e ainda não se confundir na hora do texto. Ele completa dizendo que não é preciso assistir às duas versões para que se entenda a peça, já que texto e marcações são as mesmas - o que muda é a forma como cada ator constrói o personagem.

Foto: Jairo Goldflus

Norival Rizzo, Fábio Assunção e Carol Mariottini em Adultérios

Em cena, os três atores constroem a trama de forma ágil com o apoio de Alexandre, que fez uma direção limpa e pontual apoiada pelo interessante cenário de madeira que forma um deque estilizado junto a dois bancos. Destaque para a trilha sonora original de Eduardo Queiroz, que confere o clima certo para a montagem.

Confira o especial Adultérios na TV Guia


Atualizado em 1 Dez 2011.

Mais notícias

Conheça a 'Transe', plataforma digital que promove e conecta agentes das artes visuais no Brasil

Arte

Cirque du Soleil lança site especial durante a quarentena; saiba tudo!

Arte

15 museus brasileiros para visitar online

Arte

8 lives de galerias e museus para você curtir arte em casa

Arte

Curitiba recebe visita de museu egípcio itinerante; saiba mais!

Arte

Google Arts & Culture disponibiliza tour virtual e coleções digitais do acervo do Museu Nacional

Arte