Guia da Semana

"Harry Potter and the Cursed Child" vende 2 milhões de cópias em dois dias

Oitavo livro da saga já é o maior sucesso literário desde "Harry Potter e as Relíquias da Morte".

A ansiedade para “Harry Potter and the Cursed Child” veio muito antes de seu lançamento oficial, no último dia 31 de julho. E o resultado, é claro, foi sucesso na certa. A Scholast, editora do livro, anunciou que a oitava história da saga criada por J. K. Rowlling vendeu mais de 2 milhões de cópias em apenas dois dias - isso só nos Estados Unidos e Canadá. A informação é do Entertainment Weekly

Fãs ávidos de todas as idades reuniram-se nas livrarias para garantir as suas cópias, celebrando a magia da leitura e o poder de uma grande história”, declarou Ellie Berger, presidente da Scholastic. “É um começo incrível e todos os sinais indicam a continuação das vendas”.

Trata-se da oitava história de Harry Potter, primeiramente anunciado como uma peça, já em cartaz em Londres. O livro leva aos fãs o roteiro da performance que, segundo Rowlling é realmente o fim da saga. A edição em português, “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”, chega às prateleiras brasileiras no dia 31 de outubro.





Atualizado em 4 Ago 2016.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA