Guia da Semana
Arte
Por Juliana Andrade

História da arte para leigos

Veja um resumão e entenda um pouco sobre os principais movimentos artísticos que fizeram parte da história do mundo.

Sol Poente, Tarsila do Amaral (Reprodução)

Tem bastante gente que manja muito de arte, mas a maioria das pessoas acaba se perdendo um pouco no meio de tantos nomes e datas que giram em torno dos movimentos artísticos.

+ Livros pra entender melhor quem foi zumbi dos palmares
+ Filmes pra ter uma noção da história do Brasil
+ As igrejas históricas mais bonitas do Brasil

Pensando nisso, nós fizemos um apanhadão dos principais movimentos da história. Mas veja bem, está bem resumido mesmo, porque se você for a fundo, dentro de cada um deles você vai encontrar mais informações e variações.

Renascimento - Final do século XIV e meados do século XVI

Foi a ruptura com as estruturas medievais. Marcou o final da Idade Média e o início da Idade Moderna. Durante este período, aconteceram transformações em diversas áreas da vida. A cultura da antiga greco-romana era a fonte de inspiração para os renascentistas. Foi o ressurgimento do passado na civilização.

Principais artistas: Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael e Botticelli

Variações: Gótico Internacional, Classicismo, Secularismo, Arte Monumental, Humanismo, Idealismo, Arte Perspética, Ilusionismo, Naturalismo e Maneirismo.


*Escola de Atenas, Rafael

Barroco – Final do século XVI e meados do século XVIII

O Barroco e o Renascimento compartilharam de um profundo interesse pela arte da antiguidade clássica, mas a diferença é que as obras barrocas romperam o equilíbrio entre o sentimento e a razão ou entre a arte e a ciência. No Barroco, predominam as emoções e não o racionalismo da arte renascentista.

Principais artistas: Caravaggio, Valázquez, Rubens, Annibale Carracci, e Aleijadinho (no Brasil)

Variações: Alegorismo, Classicismo Barroco, Pietismo, Sectarismo, Gesticulação, Emocionalismo, Caravaggismo, Absolutismo, Academicismo e Neoclassicismo.


*A Ceia em Emaús

Rococó – Durante o século XVIII

Ninguém sabe ao certo classificar o Rococó, se representa a fase final do Barroco ou se trata de um estilo independente. O que se sabe é que o movimento foi criado em Paris como uma reação da aristocracia francesa contra o Barroco. As obras eram mais delicadas e graciosas, priorizando temas agradáveis e até o voyeurísticos.

Principais artistas: François Boucher, Antoine Watteau e Jean-Honoré Fragonard.


*As banhistas, Jean-Honoré Fragonard

Neoclassicismo – Século XVIII e início do século XIX

Era um movimento de valores próprios de uma nova e fortalecida burguesia que havia tomado a sociedade europeia logo depois da Revolução Francesa. Era contra os excessos decorativistas e dramáticos do Barroco e Rococó.

Principais artistas: Antonio Canova, Jacques-Louis David, Jean-Auguste-Dominique Ingres e Angelica Kauffman.


* O juramento dos Horácios, Jacques-Louis David

Romantismo – Final do século XVIII e parte do século XIX

Movimento em resposta ao Neoclassicismo, valorizava os sentimentos e a imaginação. Era uma visão de mundo centrada no indivíduo, ou seja, os integrantes do Romantismo voltaram-se cada vez mais para si mesmos e retratavam o drama humano como amores trágicos, ideais utópicos e desejos de escapismo.

Principais artistas: William Blake, Eugène Delacroix, Casper David Friedrich, Théodore Géricault e Joseph Mallord William Turner.


*A Liberdade guiando o povo, Eugène Delacroix.

Realismo - Final do século XIX

Apareceu entre 1850 e 1900 como uma oposição ao idealismo romântico, tanto que os integrantes desse movimento não curtiam a galera do Neoclassicismo e Romantismo. A ideia aqui era retratar a vida, os problemas e costumes das classes média e baixa.

Principais artistas: Gustave Coubet, Jean-François Millet, Honoré Daumier


* O ateliê do artista, Gustave Coubet

Impressionismo – Final do século XIX e início do século XX

Revolucionou o movimento artístico. Uma galera decidiu deixar de lado o retrato fiel da realidade e das regras das pintura vigentes até então e começou a ver o quadro como obra em si mesma. O nome do movimento foi inspirado no “Impressão, nascer do sol”, quadro pintado por Claude Monet em 1872.

Principais artistas: Claude Monet, Auguste Renoir, Edgar Degas, Seurat, Edouard Manet, Alfred Sisley e Camille Pissarro.

*Impressão, nascer do sol, Claude Monet

Modernismo – Início do século XX

O cultivo do humanismo aristocrático e do individualismo liberal entrou em crise definitiva. Os modernistas achavam aquelas formas tradicionais das artes ultrapassadas e que era essencial deixá-las de lado para criar uma nova cultura. A ideia era se adaptar e aceitar que o que era novo era também bom e belo.

Principais artistas: Pablo Picasso, Georges Braque, Henri Matisse, Van Gogh, Piet Mondrian, Amadeo Modigliani, Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral.

Variações: Fauvismo, Primitismo, Expressionismo, Cubismo, Futurismo, Dadaísmo, Superatismo, Construtivismo, Neoplasticismo, Surrealismo, Espacialismo, Expressionismo Abstrato e Realismo Social.


*As Senhoritas de Avignon, Picasso


Por Juliana Andrade

Atualizado em 27 Nov 2013.

Mais notícias

Conheça a 'Transe', plataforma digital que promove e conecta agentes das artes visuais no Brasil

Arte

Cirque du Soleil lança site especial durante a quarentena; saiba tudo!

Arte

15 museus brasileiros para visitar online

Arte

8 lives de galerias e museus para você curtir arte em casa

Arte

Curitiba recebe visita de museu egípcio itinerante; saiba mais!

Arte

Google Arts & Culture disponibiliza tour virtual e coleções digitais do acervo do Museu Nacional

Arte