Guia da Semana
Arte
Por Redação Guia da Semana

Onqotô

Com 30 anos de atividade, Grupo Corpo estréia nova coreografia e faz turnê mundial.

TRILHA SONORA

Com 42 minutos de duração, a trilha composta por Caetano Veloso e José Miguel Wisnik para ONQOTÔ, e produzida por Alê Siqueira, estabelece uma sucessão de diálogos musicais e poéticos em torno das cenas de origem eleitas por seus criadores e do sentimento de desamparo inerente à condição humana, em virtude de sua inexorável pequeneza diante da infinitude do Universo.

Gravados em grande parte no estúdio montado por Carlinhos Brown no bairro do Candeal, em Salvador, e complementados no YB, na capital paulista, os nove temas que compõem a trilha combinam o vigor das percussões características do Candeal, com múltiplas vozes sobrepostas e intervenções de piano, guitarra elétrica, contrabaixo, acordeom, flautas e cordas, alternando momentos eminentemente rítmicos e/ou timbrísticos com canções melodiosas e impregnadas de lirismo.

A contraposição entre o rítmico e o melódico, que marca a identidade sonora da trilha, encontra sua mais perfeita tradução nas luxuosas e contrastantes participações do grupo Hip-Hop Roots, do Candeal, que atua na parte final, e da não-cantora Greice que sola com virtuosismo inato uma das canções.


LECUONA

Contrariando a tendência da música especialmente composta para seus espetáculos o Grupo Corpo monta Lecuona (2004) a partir de uma trilha musical recolhida da obra do cubano Ernesto Lecuona (1896-1963). O vigor e a expressividade das canções românticas do compositor mobilizaram, implacavelmente, a equipe de criação da companhia.

Lecuona, ao piano, e sua orquestra executam temas cantados por vários intérpretes e oferecem um repertório que se traduz em amor, desespero, alegria, ciúme, vingança e drama. Motivados por este contexto de paixão latina exagerada, um tanto machista, os bailarinos dançam um romantismo sensual, ardente, debochado e intenso. Apresentados seus episódios passionais particulares, os casais se encontram, ao final do espetáculo, e compartilham habilidades e vícios, fazendo da cena um grande salão de baile.

Ficha Técnica
Texto:
Angela de Almeida.
Coreografia: Rodrigo Pederneiras.
Música: Ernesto Lecuona.
Figurino: Freusa Zechmeister. Cenografia e Iluminação: Paulo Pederneiras


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Conheça a 'Transe', plataforma digital que promove e conecta agentes das artes visuais no Brasil

Arte

Cirque du Soleil lança site especial durante a quarentena; saiba tudo!

Arte

15 museus brasileiros para visitar online

Arte

8 lives de galerias e museus para você curtir arte em casa

Arte

Curitiba recebe visita de museu egípcio itinerante; saiba mais!

Arte

Google Arts & Culture disponibiliza tour virtual e coleções digitais do acervo do Museu Nacional

Arte