Guia da Semana
Arte
Por Redação Guia da Semana

Pop Star, eu?

O pai da banda Kid Abelha revela o porquê da saída do grupo e se diz satisfeito com a carreira solo.

Por Humberto Baraldi


Fotos: Rodrigo Castro

São Paulo. Sete e meia da noite de uma quarta-feira. Ao telefone uma voz tranqüila com o um sotoque carregado pela letra "R", um típico carioquês. Na semana de preparação para o lançamento de seu primeiro DVD, do outro lado da linha, as repostas começam a fluir daquele rapaz simpático, figura indispensável da década de 80. Ele mesmo, o dono da canção "Garotos não resistem aos seus mistérios. Garotos nunca dizem não. Garotos como eu sempre tão espertos. Perto de uma mulher. São só garotos". Alguém arrisca? Sim. É ele mesmo. Leoni.

O cantor e compositor, que se diz apaixonado pela mulher, revela em entrevista exclusiva ao Guia da Semana curiosidades sobre a formação da banda Kid Abelha, a escolha pela carreira solo e não se diz magoado por ter sido esquecido no filme Cazuza. "O ídolo de Exagerado foi meu colega. Inclusive o ajudei a produzir a letra desta música", revela Leo.

"Canto porque componho. A composição me faz cantar". Este é o lema de um dos maiores nomes da música popular brasileira. Só para ter uma idéia, Leoni é dono de algumas das canções mais conhecidas do público. A lista é longa e inclui títulos como Fixação, Como eu quero, A fórmula do prazer, Garotos II, entre outros. E sabe quem já interpretou os versos dele? Ninguém mais, ninguém menos que Cazuza, Paula Toller, Frejat, Hebert Vianna, Nei Matogrosso, Leo Jaime...


"Foi em uma das nossas apresentações. Foi por acaso, que o apresentador do show nos chamou de Kid Abelha. Esta era uma das opções que colocamos em um pedaço de papel. Mas, aí resolvemos adotar". Para época, o nome poderia parecer estranho, mas após o sucesso da Blitz, desponta a banda, formada ainda na escola. "Conheci todos no colégio. A Paulinha (Paula Toller), em um curso de francês", relata Leoni, um dos responsáveis pela formação do grupo.

"Saí. Era a banda da Paula. Não tinha mais a minha cara". Após deixar o Kid Abelha, o cantor se uniu a um outro grupo. "Eu queria seguir um estilo mais pop, enquanto eles queriam algo pesado. Resolvi seguir sozinho", continua o compositor. Após a tentativa de cantar solo, em 1994, Leoni saiu da mídia. "Não fiquei parado. Sempre estive envolvido com a música. Eu dei muitas aulas de composição". O artista ficou oito anos afastado dos palcos.

"Gravar independente é dificil, mas abriu as portas". Leoni volta para cena musical em 2002, ano em que lançou um álbum autônomo. No repertório, músicas inéditas, compostas por ele.

Continua...

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Google Arts & Culture disponibiliza tour virtual e coleções digitais do acervo do Museu Nacional

Arte

Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro disponibiliza online seu acervo de pintura com mais de 400 itens

Arte

B3 cede obras de grandes nomes do movimento modernista ao MASP

Arte

Inhotim lança duas novas exposições virtuais no Google Arts & Culture

Arte

Google Arts&Culture disponibiliza obras do artista plástico e militante político Antonio Benetazzo; saiba mais!

Arte

Agora você pode visitar a exposição dos 20 anos de Harry Potter em uma plataforma online do Google; saiba mais!

Arte