Guia da Semana
Arte
Por Nathália Tourais

São Paulo ganha centro cultural japonês em 2017

O novo espaço, chamado Irasshaimase, reúne gastronomia, cultura e tecnologia.

São Paulo ganha centro cultural japonês em 2017 (Divulgação)

Se parece que o ano de 2017 ainda está longe para muitos, para o universo cultural ele já está logo aí. Entre muitas esperas para o teatro, cinema, arte e literatura, a chegada do novo Centro Cultural japonês Irasshaimase ganha destaque.

O local, que quer dizer bem-vindo na língua japonesa, ficará na Avenida Paulista e tem data prevista de entrega para o mês de março. O audacioso projeto do governo japonês tem o objetivo de trazer um pedacinho do país para cá, para apresentar para nós, paulistanos - e também para todos que estiverem em nossa cidade - o melhor do Japão contemporâneo.

O investimento total das obras gira em torno de 30 milhões de dólares e tem projeto assinado pelo renomado Kengo Kuma, que também assinou o Museu de Arte folclórica da Academia de Artes, da China, e o conservatório Darius Milhaud de Aix-en-Provence, na França, além de ter sido eleito recentemente para projetar o Estádio Nacional de Tóquio, palco central dos Jogos Olímpicos na cidade, em 2020.

O centro já é conhecido como Japan House e faz jus à arquitetura nipônica, trazendo muita sutileza, simplicidade e delicadeza - atributos distribuídos em três andares compostos de madeira de encaixe, portas deslizantes e dois jardins típicos (e, consequentemente, maravilhosos) do país.

A entrada será gratuita e o espaço será dedicado a exposições, ambientes para palestras e seminários, biblioteca, restaurante com comida japonesa e loja de artesanato. Além de Kuma, também fazem parte da equipe Angela Hirata, diretora executiva da instituição e o curador Marcello Dantas.

A escolha pela capital paulistana se deu principalmente pelo histórico da imigração na cidade, que hoje tem a maior comunidade de descendetes japoneses do mundo. É, também, uma celebração do aniversário de 120 anos do acordo comercial entre os países e um símbolo para a vontade de ambos para um estreitamento ainda maior de seus laços.


Por Nathália Tourais

Atualizado em 10 Set 2016.

Mais notícias

Conheça a 'Transe', plataforma digital que promove e conecta agentes das artes visuais no Brasil

Arte

Cirque du Soleil lança site especial durante a quarentena; saiba tudo!

Arte

15 museus brasileiros para visitar online

Arte

8 lives de galerias e museus para você curtir arte em casa

Arte

Curitiba recebe visita de museu egípcio itinerante; saiba mais!

Arte

Google Arts & Culture disponibiliza tour virtual e coleções digitais do acervo do Museu Nacional

Arte
Guia da Semana Premium
Nosso conteúdo na melhor forma!

Aproveite o Guia da Semana de forma mais rápida, sem banners ou publicidade digital!