Guia da Semana
Bares
Por Juliana Varella

Globo pode acabar com Sessão da Tarde

Audiência de filmes na TV aberta despenca e obriga emissoras a repensarem a programação.

"Esqueceram de Mim", de 1990, é um dos clássicos da Sessão da Tarde na época de Natal (Divulgação)

Esqueça o piano de chão tocado por Tom Hanks em “Quero Ser Grande”. Esqueça as armadilhas inventadas por Macaulin Culkin em “Esqueceram de Mim” ou os ensinamentos do Senhor Miyagi em “Karate Kid”. A Sessão da Tarde está com os dias contados.

+ Relembre 15 clássicos da Sessão da Tarde
+ Confira a programação de TV

+ Saiba quais são os filmes da semana na TV
+ Conheça a nova série de Michael J. Fox na TV

As emissoras da TV aberta vêm tentando de tudo para alavancar a audiência dos filmes em sua programação – ameaçada pela popularização da TV a cabo e dos serviços de streaming pela internet. Em outubro, a Globo colocou no ar o drama "Cisne Negro", sucesso nos cinemas em 2011, e a Record investiu na superprodução "Avatar", mas nenhum dos dois conseguiu segurar os espectadores.

Como resultado, as sessões de filmes vêm sendo empurradas para a madrugada e acordos de longa data, como o do SBT com a Warner, não serão renovados no ano que vem. Na Globo, apesar da recente reforma visual da Sessão da Tarde, os números conspiram para o encerramento das atividades: de 18,3 pontos em 2003 para apenas 11 em 2013.

O desempenho da Tela Quente, principal vitrine cinematográfica da Globo, é igualmente alarmante: de 35,2 pontos em 2004 para apenas 19,9 neste ano, o que mostra que o problema não está apenas no horário da tarde.


Por Juliana Varella

Atualizado em 29 Out 2013.

Mais notícias

Cinesala abre bar em São Paulo; saiba mais!

Bares

Bar do Urso, da cervejaria Colorado, inaugura unidade na Augusta; confira!

Bares

Bar da Vila Madalena inova com comanda individual no celular; confira

Bares

Evento de degustação de cervejas caseiras e artesanais ocupa rooftop do prédio Tomie Ohtake

Bares

11 bares e restaurantes no RJ para o Dia do Bacon

Bares

Bar em SP oferece quarto em que os clientes podem quebrar coisas para aliviar a raiva

Bares