Guia da Semana

Guia da Semana

O espaço que hoje abriga a Secretaria de Estado da Cultura já foi uma das melhores residências particulares da capital mineira. O Palacete Dantas foi planejado pelo arquiteto Luis Olivieri, em 1915, e construído pelo proprietário e engenheiro José Dantas.

O local se destacava dos demais por possuir estilo e porte semelhantes às edificações oficiais. Destinada a abrigar uma família grande, a área foi arquitetada com generosidade de espaços e requinte ornamental. Sua planta se dividia em dois pavimentos, concentrando os quartos, as salas e a cozinha no segundo andar. Na decoração interna foram utilizados tanto elementos importados, como a escadaria de ferro da Bélgica, quanto trabalhos de artistas regionais, como o parquete do piso e o rodapé da sala de visitas.

Durante alguns anos, a edificação sofreu modificações e, em 1926, passou a abrigar o Club Central, atual Automóvel Clube, associação de lazer da elite mineira. As mudanças resultaram na alteração de suas divisões internas, como a demolição das paredes dos quartos para a criação de um grande salão de festas e a abertura de um arco ligando-o à sala de visitas.

Dois anos após, o imóvel foi cedido ao governo estadual para hospedar o então presidente Getúlio Vargas. Em 1977, foi incluído no tombamento do conjunto da Praça da Liberdade, para evitar depredações e ameaças de demolição. Mesmo assim, a construção permaneceu abandonada até 1981, quando foi adquirida pelo governo estadual e se tornou sede da Secretaria de Cultura.

Foto: Divulgação

Mapa do local

Palacete Dantas

Horário(s) Segunda a sexta, 8h às 17h.

Endereço
Praça da Liberdade, 317, 30140-010

Telefone (31) 3269-1000

Atualizado em 14 Abr 2012.