Guia da Semana

Salto e saúde: fique na moda sem prejudicar seu corpo

tamanhos, modelos e numerações de sapatos que não prejudicam sua saúde

Elegante e muito feminino, o salto alto sempre foi sinônimo de sofisticação entre as mulheres. Entretanto, é preciso cuidado, principalmente em relação à saúde dos pés e articulações. Seu uso contínuo pode gerar dores e até mesmo danos irreversíveis, especialmente quando feitos por anos a fio. Segundo especialistas, o uso excessivo pode encurtar músculos, tendões, prejudicar os joelhos e gerar varizes. Por isso é importante saber conciliar o estilo com o cuidado com o corpo e, assim, garantir bem-estar e confiança. Veja algumas dicas!

Meia-pata

Um bom truque para melhorar o conforto e diminuir a inclinação dos pés é o uso das famosas “meia-pata”. São, na verdade, plataformas embutidas na parte da frente dos sapatos, fazendo com que os saltos fiquem maiores e a estatura também aumente. Por darem esse suporte na parte da frente, a inclinação do salto não causa as famosas dores e o efeito visual agrada a diversas mulheres. Entretanto, mesmo com ela, é preciso prudência e não exagerar no tamanho, já que os efeitos nocivos podem ser os mesmos.

Tamanho

Saltos pequenos, chegando a até 4 centímetros, não são prejudiciais à coluna. Esse é, na verdade, um dos maiores mitos que rodeiam o uso desses sapatos. Os saltos mais baixos conseguem ser elegantes e não prejudicam a curvatura da coluna ou a postura. Entretanto, acima disso, eles fazem com que a coluna se projete naturalmente para trás, forçando as articulações para manter o equilíbrio.

Largura

A largura do salto pode influenciar muito no equilíbrio do sapato. Isso faz com que torções ou outros acidentes sejam evitados. Saltos mais largos são perfeitos para mulheres que desejam inovar com confiança e garantir também uma pisada mais firme. As últimas coleções apresentam modelos com um ar mais futurista, fugindo do habitual visual vintage dado por esse tipo de salto.

Botas

O uso de botas é uma excelente maneira de garantir a estabilidade, evitar torções, acidentes e até mesmo quedas. Elas conseguem proteger toda a área do calcanhar, garantindo assim que a pisada seja sempre reta e os pés não fiquem em uma posição prejudicial. Os novos modelos, como as botas de montaria, são perfeitos para quem deseja permanecer elegante sem precisar usar um salto extremamente alto. 

Numeração e suporte

Sapatos com tiras que ajudam na fixação ao pé são os mais indicados para evitar dores e posições desconfortáveis. Isso porque, quanto mais soltos ao pé, eles geralmente provocam também um esforço maior e a necessidade de manter-se em posições desconfortáveis e cansativas. Por isso, nada melhor do que uma boa tira para garantir uma pisada segura e confiante. Além disso, é importantíssimo que o número do sapato esteja correto e adequado tanto no comprimento quanto na largura. O mau posicionamento pode gerar calos, joanetes e fortes dores, principalmente quando muito apertados. 

Atualizado em 29 Jul 2015.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 mitos e verdades sobre alimentos e dietas milagrosas para emagrecer

Tá na luta para perder peso? Veja cinco dicas da nutricionista Lara Natacci!

Projeto incentiva pessoas a passearem com cães para adoção

Cãominhada reúne voluntários para passear aos domingos com cães sem lar

"Guiltless food": restaurante em SP aposta na ideia de 'comer sem culpa' para atrair clientes

Deez, na Vila Olímpia, produz massa e arroz feitos de féculas de vegetal (e com o sabor super parecido com os tradicionais alimentos inimigos da dieta)

5 receitas saudáveis da Mayra Cardi, life coach da cantora Anitta

Nutella, waffle e bolinho de maça estão na lista!

5 exercícios para conquistar de vez a barriga chapada

Especialista da Smart Fit indica treino que ajuda a definir o abdômen

Boa forma: aprenda um treino de 5 minutos para fazer em casa

Preparador físico e coach ensina série de exercícios simples para fazer em qualquer lugar