Guia da Semana

9 filmes sobre maconha

Veja uma lista de filmes que tratam sobre o assunto.

Raramente filmes que falam de maconha entram pro mainstream dos filmes e viram blockbusters. Mesmo porque o assunto é bem delicado, envolve muitas questões politicas. Mas de vez em quando, alguns produtores e diretores se arriscam em fazer algo mais ousado dentro desse tema.

+ “Família Do Bagulho”: Sexo, Drogas e Férias Em Família
+ Veja uma lista de filmes para salvar o seu relacionamento
+ 9 Filmes para levantar o astral

Filmes como “O Grande Lebowiski” (1998) ou “O Barato de Grace” (2000) fazem sucesso e caem no gosto da galera, outros ficam mais para comédia pastelão como é o caso do “Segurando as Pontas” (2008), que também não deixam de ser bem recebidos.

Tirando a coisa politica que envolve o assunto, o lance é que todo filme que tem um personagem maconheiro vai ter no mínimo uma situação de leseira engraçada. Veja você mesmo:

“Cheech e Chong – Queimando Tudo”

O clássicos dos clássicos. Chong é um cara de classe média que vive na década de 70 e tem seu fusca quebrado no meio de uma estrada. Cheech é jovem latino hiponga, que está passa por Chong e oferece uma carona. No caminho os dois fumam um baseado do tamanho de uma garrafa e Cheech começa a passar mal. Chong lhe dá uns comprimidos, mas na verdade são LSD. Já viu, né?

“O Grande Lebowski”

Jeffrey Lebowski é um malucão, hippie e maconheiro que está desempregado e não tem vergonha nenhuma de não fazer nada. Ele fica o dia todo ouvindo Creedence, fumando ervas exóticas e tomando ácido. Ah! Ele também participa de campeonatos de boliche. Quando lançado, em 1998, o filme não teve boas criticas, mas atualmente é considerado um cult do cinema.

“O Barato de Grace”

Pensa numa senhorinha que poderia ser sua tia. Grace é uma jardineira que se depara com uma dívida das grandes depois que perde o seu marido em um acidente de avião. Sua única saída foi cultivar maconha em uma estufa no fundo do quintal. No inicio é tudo pela grana, mas Grace acaba pegando gosto pela coisa e se envolve num problema ainda maior.

“Segurando as Pontas”

Dale é um maconheiro que, sem querer, presencia um assassinato feito por uma policial e pelo chefe do tráfico mais perigoso da cidade. Mas, na correria da cena do crime, Dale deixa cair um tipo de maconha especial que indica diretamente Saul, seu fornecedor. Ele entra em pânico e corre para a casa de Saul e os dois começam uma fuga hilária.

"Família do Bagulho"

O traficante David Burke tem suas regras, ele só vende para chefs e donas de casa, nunca para seus filhos. Nada poderia dar errado no seu negócio, já que ele é um cara discreto e vende para pessoas que não chamam atenção. Mas quando tenta ajudar alguns adolescentes, ele acaba sendo roubado por punks e acaba entrando em uma grande dívida com seu fornecedor. Para concertar a cagada, David precisa trazer encomendas do México. Já viu no que vai dar, né?

“Homegrown”

Malcolm tem uma plantação de maconha e para ajuda-lo com a distribuição conta com uma equipe formada por Jake, Carter e Harlan. Quando Malcolm é morto, eles decidem fingir que o cara tá vivo para tentar vender a última safra da maconha, que vale US$ 3 milhões. As coisas não dão muito certo e o trio arruma vários problemas. 

“Jovens, Loucos e Rebeldes”

Clássico dos teen movies do século passado, o filme acompanha o último dia de aula de um grupo de jovens do Texas. Uns estão se formando, outros só subiram uma série no ensino médio, mas o fato é que todo mundo tá fazendo festa. O prêmio de maconheiro vai para o personagem Ron, o típico lesado que acredita piamente nas teorias conspiratórias criadas por si mesmo.

“À Procura de Eric”

O filme retrata a rotina de um cara simplório, Eric Bishop, que anda meio confuso com a vida. Eric ama futebol e tem o jogador Eric Cantona – interpretado por ele mesmo – como seu maior ídolo e, talvez, seu deus pessoal. Quando Bishop “pega emprestada” a maconha de seus enteados, ele começa a fumar um e travar diversos diálogos com Cantona, refletindo horrores sobre a vida. Com um desfecho otimista, a mensagem é tipo “chapar para vencer”.

“Doidão” 

Luke Shapiro é um jovem dos anos 90 que passa o dia todo vendendo maconha e tentando perder a sua virgindade. Porém, Luke também tem vários problemas e um certo dia ele ele conhece o Dr. Squires, um psiquiatra maluco que está passando por uma crise no casamento e  troca sessões de terapia por maconha. Nessas, Luke acaba se apaixonando pela enteada do Dr. Squires.

Atualizado em 15 Set 2014.

Por Juliana Andrade
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

"Tomb Raider" com Alicia Vikander no papel de Lara Croft ganha primeiro trailer; assista!

Novo filme da franquia tem estreia prevista para março de 2018

13 objetos de decoração que vão deixar sua casa mais cinéfila

De quadro interativo a almofada para pipoca, confira os itens que não podem faltar no seu cafofo

Entrevista: Dylan O’Brien fala sobre seu primeiro papel nos cinemas após acidente em 2016

“O Assassino: O Primeiro Alvo” chega aos cinemas nesta quinta, 21 de setembro

"All I See is You", drama com Blake Lively, ganha primeiro trailer; assista!

Longa estreia dia 27 de outubro nos EUA

Bilheterias da semana: "It - A Coisa" mantém liderança enquanto "Mãe!" fracassa nos EUA

Filme pode se tornar a maior bilheteria da história no gênero de horror

"Bingo - O Rei das Manhãs" é escolhido para representar o Brasil no Oscar 2018

Filme de Daniel Rezende se inspira na história real de um dos atores que interpretou o palhaço Bozo no Brasil