Guia da Semana

Artista certo, Oscar errado

Conheça os atores e diretores que ganharam Oscars, mas não por seus melhores trabalhos.

Eles são “oscarizados”, como se diz por aí. Todos já ganharam sua estatueta dourada e contribuíram para elevar o padrão de qualidade no cinema, com grandes atuações ou dirigindo filmes cultuados. A Academia, porém, também comete seus erros...

+ Conheça 10 clássicos que nunca ganharam o Oscar
+ Confira as apostas do Guia para o Oscar 2014 
+ Assista aos melhores discursos em premiações de cinema 

Conheça 8 artistas que ganharam os Oscars errados - não por seus trabalhos mais importantes, mas por filmes secundários, ou categorias erradas:

 

Alfred Hitchcock

O mestre do suspense foi indicado cinco vezes ao Oscar, mas – acreditem – nunca ganhou. Em 1968, Hitchcock homenageado com o Prêmio Memorial Irving G. Thalberg, destinado a produtores criativos e inovadores. Vejam bem: produtores...

Oscar errado: Prêmio Memorial Irving G. Thalberg em 1968.

Oscar certo: Um Corpo que Cai (1958), Os Pássaros (1963) ou Psicose (1960).

 

Stanley Kubrick

Outro diretor injustiçado foi Stanley Kubrick, criador de poucos filmes, mas todos clássicos. Seu único Oscar foi na categoria Efeitos Especiais, por 2001: Uma Odisseia no Espaço. Por direção, porém, não ganhou nada.

Oscar errado: 2001: Uma Odisseia no Espaço (1968) - Efeitos Especiais.

Oscar certo: Laranja Mecânica (1971), O Iluminado (1980), Nascido Para Matar (1987) ou 2001: Uma Odisseia no Espaço (Direção).

 

Charles Chaplin

Provavelmente o maior diretor/ator de comédia política de todos os tempos, Chaplin jamais venceu um Oscar nas categorias principais. Banido do território americano desde 1952, suas únicas estatuetas vêm da trilha sonora de Luzes da Ribalta (lançado na Europa em 1952) e de um Oscar Honorário, ambos recebidos na mesma cerimônia – vinte anos após a produção do filme, quando ele foi, finalmente, liberado para exibição nos Estados Unidos.

Oscar errado: Luzes da Ribalta (1952) - Melhor trilha sonora original e Oscar Honorário, ambos em 1972.

Oscar certo: O Grande Ditador (1940) e Os Tempos Modernos (1936), pelo menos.

 

Jack Nicholson

Qual papel mais marcou a carreira de Jack Nicholson: o pai enlouquecido de O Iluminado ou o astronauta aposentado de Laços de Ternura? Pois o primeiro não ganhou nem uma indicação, enquanto o segundo rendeu ao ator um Oscar de Ator Coadjuvante. Nicholson também ganhou Oscars por Melhor é Impossível (1998) e Um Estranho no Ninho (1976), ambos merecidos.

Oscar errado: Laços de Ternura (1983).

Oscar certo: O Iluminado (1980) e Chinatown (1974).

 

Al Pacino

Nós sabemos que papéis de pessoas com deficiência são sempre desafiadores e merecem reconhecimento. Mas a atuação de Al Pacino como um cego em “Perfume de Mulher” não chega a superar suas interpretações em O Poderoso Chefão ou Scarface – papéis que marcaram sua carreira e determinaram seu estilo como ator, frequentemente ligado a tramas criminosas e ricas em intrigas.

Oscar errado: Perfume de Mulher (1992).

Oscar certo: O Poderoso Chefão (1972) ou O Poderoso Chefão II (1974).

 

Denzel Washington

Protagonista de filmes com grandes personagens negros, Denzel Washington desagradou alguns fãs quando decidiu viver o policial corrupto (com muitos estereótipos raciais) em Dia de Treinamento. A Academia preferiu reconhecer o papel menos controverso e deixou de lado o boxeador e o líder revolucionário.

Oscar errado: Dia de Treinamento (2002)

Oscar certo: Hurricane (1999) ou Malcolm X (1992).

 

Martin Scorsese

Martin Scorsese é um daqueles diretores “obrigatórios”, com uma coleção de filmes essenciais para qualquer estudante de cinema e um Oscar por... Os Infiltrados? Pois é, esqueça Taxi Driver, Touro Indomável, nada de Os Bons Companheiros. Foi a velha história dos agentes secretos duplamente infiltrados que conquistou os colegas de profissão e rendeu a única estatueta ao diretor.

Oscar errado: Os Infiltrados (2006).

Oscar certo: Taxi Driver (1976), Os Bons Companheiros (1990) ou Gangues de Nova York (2002)

 

Jennifer Lawrence

Jennifer Lawrence é uma atriz surpreendente, sem dúvida, mas ainda não deveria ter chegado o momento de ganhar seu Oscar. Com apenas 23 anos, ela soma papéis fortes, enriquecidos por seu carisma natural, mas ainda há muito o que crescer e, com certeza, em poucos anos ela entregaria “a atuação” digna de um Oscar. Não custava esperar um pouco mais e deixar que Emmanuelle Riva levasse a estatueta em 2013.

Oscar errado: O Lado Bom da Vida (2012).

Oscar certo: ainda está por vir.

 

Atualizado em 4 Fev 2014.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

"Tomb Raider" com Alicia Vikander no papel de Lara Croft ganha primeiro trailer; assista!

Novo filme da franquia tem estreia prevista para março de 2018

13 objetos de decoração que vão deixar sua casa mais cinéfila

De quadro interativo a almofada para pipoca, confira os itens que não podem faltar no seu cafofo

Entrevista: Dylan O’Brien fala sobre seu primeiro papel nos cinemas após acidente em 2016

“O Assassino: O Primeiro Alvo” chega aos cinemas nesta quinta, 21 de setembro

"All I See is You", drama com Blake Lively, ganha primeiro trailer; assista!

Longa estreia dia 27 de outubro nos EUA

Bilheterias da semana: "It - A Coisa" mantém liderança enquanto "Mãe!" fracassa nos EUA

Filme pode se tornar a maior bilheteria da história no gênero de horror

"Bingo - O Rei das Manhãs" é escolhido para representar o Brasil no Oscar 2018

Filme de Daniel Rezende se inspira na história real de um dos atores que interpretou o palhaço Bozo no Brasil