Guia da Semana
Cinema
Por Juliana Varella

Creepy: suspense japonês chega aos cinemas nesta quinta

Ex-detetive e serial killer se enfrentam em longa de Kiyoshi Kurosawa.

Longa provoca aflição ao colocar o perigo muito próximo de casa (Foto: Divulgação)

Estreia nesta quinta um filme curioso, perfeito para quem quer fugir da mesmice dos blockbusters americanos sem se distanciar tanto de um campo conhecido. “Creepy”, ou “Kuripi: Itsuwari no Rinjin”, é um suspense dirigido pelo experiente Kiyoshi Kurosawa – pouco conhecido no Brasil, mas com uma carreira bastante respeitável no Japão, tento transitado por diversos gêneros em quase 30 longas para o cinema, além de trabalhos para a televisão.

Baseado no romance de Yutaka Maekawa, o filme conta a história de um ex-detetive especializado em psicologia criminal, que se torna professor ao mesmo tempo em que se muda para uma nova casa. Na escola, ele é confrontado com um antigo caso mal resolvido e não resiste em investigá-lo, apenas “para fins acadêmicos”. Paralelamente, um vizinho de comportamento muito estranho se aproxima de sua esposa.

O espectador não demora mais que dez minutos para adivinhar os eventos principais: o caso antigo estará ligado ao novo e o vizinho será a chave. Absorvido demais na investigação, o protagonista negligenciará o perigo mais próximo, até ser quase tarde demais. Enfim, resolvendo este caso, o ex-detetive encontrará redenção sobre o anterior, que terminara em tragédia e acabara com sua carreira.

Kurosawa, porém, consegue surpreender nos detalhes: o fato de o criminoso ser a pessoa mais óbvia é compensado pelos métodos nada convencionais que ele usa, e as atitudes das demais personagens quebram quase todas as expectativas, para o bem ou para o mal. Em algumas cenas, o público se pegará pensando “mas por que ele não fez aquilo???” ou o clássico “não faça isso, é óbvio que vai dar errado!!!”. Essas reações, pelo menos, mantêm o espectador intrigado.

Se o filme consegue criar uma atmosfera de tensão constante, surpreende que um diretor tão experiente (que inclusive co-escreveu o roteiro) tenha deixado passarem tantos furos e pontas soltas. Sem dedicar um único diálogo para explicar certos recursos (como a droga misteriosa usada pelo criminoso para subjugar suas vítimas), o filme cai na armadilha de soar absurdo, incoerente ou simplesmente conveniente demais. Que vilão é esse que manipula tão bem as pessoas sem nem mesmo ter habilidades sociais? Que ex-detetive é esse que ignora uma grave denúncia espontânea de uma garotinha?

Creepy”, portanto, mergulha sobre uma tradição hollywoodiana de serial killers e seus rivais policiais, mas com um ritmo essencialmente oriental, mais lento e, ao mesmo tempo, mais tenso. Contudo, o filme falha ao não amarrar todos os elementos de seu mistério, fazendo com que a história pareça falsa ou inacabada.

Apesar dos problemas, este é um filme que vai render longas discussões após a sessão e cujo vilão – com seu exótico modus operandi – ficará marcado na imaginação de muitos espectadores. Isso, por si só, já vale o passeio ao cinema. Estreia no dia 17 de novembro.

15 Filmes de terror e suspense para ver nos cinemas em 2017

Sequência de "O Chamado" e adaptação de horror de Stephen King são destaques entre os lançamentos

15 filmes de terror assustadores para assistir na Netflix

Do clássico ao cult, confira 15 filmes do gênero para assistir na Netflix

10 filmes de terror cult que você precisa assistir

Confira quais são os filmes imperdíveis do gênero fora do circuito mainstream


Por Juliana Varella

Atualizado em 16 Nov 2016.

Mais notícias

"Toy Story 4", "Casal Improvável" e mais quatro filmes estreiam nesta quinta-feira (20) nos cinemas; Confira!

Cinema

O homem e a máquina: 10 filmes que têm a interação como temática

Cinema

7 filmes do diretor David Lynch que você precisa assistir

Cinema

Os melhores filmes infantis de 2019... até agora

Cinema

10 filmes imperdíveis com alienígenas para quem gosta do gênero

Cinema

10 filmes europeus imperdíveis para assistir na Netflix

Cinema