Guia da Semana
Cinema
Por Juliana Varella

“Doutor Estranho”: 5 motivos para conhecer o novo super-herói dos cinemas

Filme estreia no dia 3 de novembro.

"Doutor Estranho" é o 14º filme do Universo Cinematográfico Marvel (Foto: Divulgação)

Um novo super-herói se prepara para chegar aos cinemas. Sem armaduras tecnológicas ou martelos alienígenas, Stephen Strange traja uma capa vermelha temperamental e desenha no ar, com mãos trêmulas, feitiços para salvar o mundo. “Doutor Estranho”, que estreia no dia 3 de novembro, é o 14º filme do Universo Cinematográfico Marvel e, apesar de toda a bagagem, é o primeiro a trabalhar conceitos como magia, plano astral, realidades paralelas e loopings temporais.

O longa é dirigido por Scott Derrickson, mais conhecido por filmes de terror como “A Entidade” e “O Exorcismo de Emily Rose”, e protagonizado pelo incrivelmente versátil Benedict Cumberbatch. Se você ainda não comprou seu ingresso antecipado, confira 5 motivos para ver essa estreia:

1. Stephen Strange

Benedict Cumberbatch é um camaleão nas telas e seu Stephen Strange é um dos personagens mais envolventes que a Marvel apresentou nos cinemas até agora. Um neurocirurgião famoso e arrogante, ele sofre um acidente de carro e tem os nervos da mão afetados para sempre. Desesperado, busca ajuda num templo no Nepal, onde estuda as diferentes dimensões do universo para aprender a curar seu corpo, mas acaba descobrindo outra função para seus novos conhecimentos.

A história de Strange é trágica, mas ele não carrega nenhuma amargura por isso: pelo contrário, mantém um humor amigável e uma postura autoconfiante (com uma leve petulância) que o tornam humano e intrigante, mesmo sendo tão poderoso.

2. A Anciã

Se Cumberbatch é um ator versátil, Tilda Swinton é a própria definição da palavra: a atriz já foi vampira, anjo, mãe atormentada e feiticeira má e, agora, dá vida ao ancião oriental dos quadrinhos explorando sua fisionomia andrógina e etérea. A personagem é quem ensina as artes mágicas a Strange e é quem o convence a usar seus conhecimentos para proteger o mundo.

3. Efeitos visuais

Parte do encanto de “Doutor Estranho” está nos efeitos mirabolantes usados para criar os feitiços e as dimensões paralelas, que são o que realmente destaca este filme das outras franquias de super-heróis recentes. No arsenal dos produtores estão cidades que se contorcem, edifícios que se rearranjam como peças de Lego, portais mágicos, chicotes de energia, prismas que formam escudos sobre o mundo concreto, criaturas com rosto, mas sem corpo, e ambientes misteriosos de tons neon que lembram a imensidão silenciosa do espaço.

4. Manipulação do tempo

Poucas coisas são tão divertidas em filmes de fantasia e ficção científica quanto personagens capazes de manipular o tempo. Em “Doutor Estranho”, o tempo é uma peça-chave na história e rende algumas sequências memoráveis.

5. Humor

Não é porque “Doutor Estranho” narra o drama de um homem que perdeu sua carreira para encontrar uma nova vida que ele não será engraçado. Pelo contrário, o filme tem diversas sacadas inteligentes e consegue arrancar risadas nos momentos menos esperados, mantendo o padrão criado pela Marvel de equilibrar drama, ação e comédia. 


Por Juliana Varella

Atualizado em 25 Out 2016.

Mais notícias

"Toy Story 4", "Casal Improvável" e mais quatro filmes estreiam nesta quinta-feira (20) nos cinemas; Confira!

Cinema

O homem e a máquina: 10 filmes que têm a interação como temática

Cinema

7 filmes do diretor David Lynch que você precisa assistir

Cinema

Os melhores filmes infantis de 2019... até agora

Cinema

10 filmes imperdíveis com alienígenas para quem gosta do gênero

Cinema

10 filmes europeus imperdíveis para assistir na Netflix

Cinema