Guia da Semana
Cinema
Por Juliana Varella

Kaya Scodelario se emociona ao visitar o Brasil

Atriz é filha de brasileira e esteve no país para divulgar “Maze Runner: Prova de Fogo”.

Kaya Scodelario e Giancarlo Esposito vieram ao Brasil para divulgar "Maze Runner: Prova de Fogo" (Divulgação/ Agência Febre)

Kaya Scodelario tem uma ligação especial com o Brasil, mas talvez nunca tenha percebido isso com tanta intensidade quanto na última terça-feira, quando aterrissou em São Paulo para divulgar “Maze Runner: Prova de Fogo”. Nascida em Londres, filha de uma brasileira e um inglês, Kaya foi recebida por fãs enlouquecidos e ganhou um tour pela cidade ao lado do colega de elenco, Giancarlo Esposito.

“Quando me deram a bandeira do Brasil para segurar, eu me senti brasileira”, declarou a atriz, em bom português. Satisfeita por poder rever a família de Itu e apresentar o pão de queijo ao amigo, Kaya concluiu que aquele fora o dia mais emocionante de sua vida.

A dupla esteve com a imprensa para falar sobre o segundo filme da franquia adolescente, que estreia no dia 17 de setembro, e não faltaram perguntas sobre o processo de adaptação e o futuro dos seus personagens. Kaya interpreta Teresa, única garota no primeiro filme e personagem-chave no segundo; enquanto Giancarlo é Jorge, um inimigo que se alia ao grupo na resistência contra a organização C.R.U.E.L..

“Adoro interpretar mulheres fortes”, comentou a atriz, se referindo a uma decisão polêmica que sua personagem teria que fazer neste filme. “Seres humanos são muito diferentes, e ela não é apenas a personagem boazinha. Ela é forte, mas também é vulnerável, e tudo bem. Mulheres podem ser um pouco de tudo.”

Outro ponto levantado foi a relação entre Teresa e Thomas, personagem de Dylan O’Brien. “Naquele contexto, não há tempo para romance, não faria sentido. Mas eles têm uma conexão e ela está sendo testada. Estou ansiosa para explorar as decisões de Teresa no próximo filme e ver como isso evolui”.

Quanto ao personagem de Giancarlo, o próximo longa provavelmente reserva uma grande virada. “Neste filme, Jorge acredita numa salvação, mas, no próximo, ele estará com o coração partido. Então sua postura deverá ser diferente.” Um dos atores mais experientes no elenco, Giancarlo conta que conheceu a série por meio da filha de 14 anos. “Acho que essas adaptações nos cinemas são muito boas para os jovens porque incentivam a leitura, e literatura inspira imaginação”.

 


Por Juliana Varella

Atualizado em 4 Set 2015.

Mais notícias

7 filmes do diretor David Lynch que você precisa assistir

Cinema

Os melhores filmes infantis de 2019... até agora

Cinema

10 filmes imperdíveis com alienígenas para quem gosta do gênero

Cinema

10 filmes europeus imperdíveis para assistir na Netflix

Cinema

"MIB: Homens de Preto - Internacional", "Dor e Glória" e mais quatro filmes estreiam nesta quinta (13); Confira:

Cinema

Dia dos Namorados? 8 filmes para cultivar o amor próprio

Cinema