Guia da Semana

3 motivos para ver Cinquenta Tons de Liberdade (e 3 para passar longe)

Último filme da trilogia chega aos cinemas no dia 8 de fevereiro.

Estreia nesta quinta, 8 de fevereiro, o terceiro e último capítulo da saga de Anastasia Steele e Christian Grey, “Cinquenta Tons de Liberdade”. O filme mostra o casal finalmente trocando alianças, mas também apresenta uma nova ameaça à tranquilidade dos dois – um homem que vai fazer de tudo para vê-los destruídos.

Quer saber se esse filme é para você? Confira três motivos para ver essa estreia e três para passar bem longe:

 

Assista:

1. Para ver a “Sra. Grey” dando um chega-pra-lá nas invejosas

Agora que veste um diamante enorme no dedo anelar, Anastasia pode se dar ao luxo de enfrentar algumas das mulheres que cercam seu marido com carinhos e olhares nada respeitosos. Há de se argumentar que o próprio Sr. Grey deveria tomar uma atitude em relação a isso, mas, por enquanto, é ela quem sobe na mesa, crava seu olhar mais poderoso e diz para a arquiteta: “Você pode me chamar de Sra. Grey”.

 

2. Pela trilha sonora

Os filmes desta franquia sempre vêm acompanhados por álbuns incríveis de música pop, que são quase tão aguardados quanto os ingressos. Neste ano, a playlist inclui nomes como Hailee Steinfeld, Liam Payne e Rita Ora, além de uma música cantada pelo próprio Christian Grey e, é claro, a música-tema “Love Me Like You Do”, de Ellie Goulding. O álbum estará disponível a partir do dia 9 de fevereiro.

 

3. Pela piada perfeita envolvendo algemas

Não vamos estragar a surpresa aqui, mas temos certeza de que você vai rir alto quando ouvir essa pequena piada pronta, que demorou três filmes para finalmente aparecer no roteiro.

 

Passe longe:

1. Da falta de respeito de Christian Grey pela carreira e a vida social de Anastasia

Desde o primeiro filme, sempre soubemos que o Sr. Grey era um sujeito possessivo. Porém, neste episódio suas atitudes são ainda mais retrógradas, considerando que o filme está sendo lançado em pleno 2018. Em certo momento, por exemplo, ele invade uma reunião profissional de Anastasia e obriga seu convidado a se retirar (minando sua credibilidade enquanto editora). Já em outro, ele a proíbe de sair com uma amiga após o expediente (o que ela ainda faz, mas em segredo).

 

2. Da discussão mais surreal que você verá entre um casal a respeito de filhos

Todo casal, em algum momento de seu casamento, precisa ter essa conversa: ter ou não ter filhos? Agora ou depois? Pois, agora que estão casados, Ana e Christian também passam por essa fase, mas à sua própria e bizarra maneira (spoiler: o diálogo nunca foi o forte entre eles, né?). 

 

3. Das cenas de sexo que servem como tapa-buraco

“Cinquenta Tons” sempre deveria ter sido uma franquia semi-erótica, mas, em “Liberdade”, as cenas de sexo são tão numerosas (e tão repetitivas) que, lá pela quinta ou sexta, o público já está farto. Para piorar, elas são inseridas em momentos tão aleatórios que perdem todo o seu impacto, provocando mais risos do que sensualidade e denunciando a falta de um roteiro que desse conta de preencher os vazios nesse último capítulo.

 

Estreias da semana: “Cinquenta Tons de Liberdade”, “Sem Amor” e mais 4 filmes

Último filme da trilogia romântica é a maior estreia deste fim de semana

15 Filmes para ver nos cinemas no feriado de Carnaval

“Três Anúncios Para Um Crime” e “Lady Bird” terão pré-estreias a partir do dia 8

10 Filmes picantes para ver na onda de “Cinquenta Tons”

Conheça dez títulos que exploram obsessões e romances tórridos

Atualizado em 9 Fev 2018.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

47 filmes, séries e documentários que estreiam na Netflix em junho de 2018

Segunda temporada de Glow é destaque entre os lançamentos

15 filmes sobre o poder do dinheiro que você deveria assistir

Comédias, dramas e ação provocam reflexões instigantes sobre diferentes pontos de vista

10 filmes incríveis para quem gosta de mágica

Diferente dos longas de fantasia, produções contam com truques e abordam os mais variados segmentos

15 filmes necessários que falam sobre instabilidade emocional 

Longas provocam reflexão e empatia sobre diferentes questões humanas

10 filmes de Woody Allen que você deveria assistir

Diretor nova-iorquino é conhecido por fugir de roteiros de ação e retratar as imperfeições do ser humano

"Han Solo: Uma História Star Wars", "Réquiem para Sra. J", "Colheita Amarga" e mais nove filmes estreiam nos cinemas nesta quinta-feira (24); confira:

Lançamentos da semana contam com quatro longas brasileiros