Guia da Semana
Esportes
Por Guilherme Schiff

Tênis feminino: conheça as favoritas para as Olimpíadas 2016 na chave de simples

Serena Williams, mesmo aos 33 anos, segue imbatível no circuito feminino.

Serena Williams é a número 1 do ranking da WTP

O tênis tem uma história curiosa nas Olimpíadas, com mudanças e até interrupção. O esporte estava incluído na primeira edição dos jogos, em Atenas-1896, e fez parte da grade olímpica até os jogos de Paris-1924, quando foi removido para as Olimpíadas seguintes. Após longos 64 anos, o esporte voltou a ser olímpico em Seul-88 e não saiu da grade até então.

Na chave feminina de simples, nenhuma tenista conquistou mais de uma medalha de ouro. Se ainda não teve nenhuma bicampeã, quem chegou perto foi a alemã Steffi Graf, ouro em 1988 e prata em 1992.

Esse "tabu" tem grandes chances de ser quebrado no Rio de Janeiro. A americana Serena Williams, que possui 21 títulos de Grand Slam, e é a maior vencedora da história do tênis feminino. Foi ouro pela primeira vez nos Jogos de Londres, em 2012, e continua com força total no circuito para ser a primeira a realizar a façanha. Vale lembrar que Serena também tem três medalhas de ouro nas duplas, em 2000, 2008 e 2012, jogando ao lado de sua irmã Venus.

O critério para classificação dos Jogos são os rankings da ATP e da WPT, respectivamente dos homens e das mulheres. Os 56 primeiros podem participar das Olimpíadas se desejarem, respeitando o limite de quatros jogadores por país por chave. A ITF (International Tennis Federation) garante mais seis vagas, sendo que uma delas é para o principal brasileiro do ranking, caso não esteja entre os 56 até o dia 6 de junho de 2016.

A grande esperança do Brasil é a pernambucana Teliana Pereira, que figura entre as 100 melhores do mundo.

CONFIRA AS FAVORITAS DO TÊNIS FEMININO:

Serena Williams - Estados Unidos

Quem pode parar Serena Williams? Aos 33 anos, a americana vive fase irreparável. Ganhou todos os títulos de Grand Slam em 2015 e tem o dobro de pontos do que a segunda colocada no ranking da WPT. A força física de Serena a diferencia de qualquer outra mulher do circuito.

Simona Halep - Romênia

A romena tem apenas 23 anos e já figura como a número 2 do mundo no ranking da WPT. Apesar disso, ela ainda não conseguiu nenhum título de Grand Slam. Foi vice de Roland Garros em 2014, perdendo a final para a russa Maria Sharapova. Em sete confrontos contra Serena Williams ela venceu apenas um. E foi por W.O. Se quiser o ouro, Halep vai ter que quebrar esse tabu em quadra. Potencial e talento ela tem de sobra.

 


Por Guilherme Schiff

Atualizado em 8 Jun 2016.

Mais notícias

Confira as datas e horários dos jogos do Brasil na Copa do Mundo Feminina 2019

Esportes

Confira as datas e horários dos jogos do Brasil na Copa América 2019

Esportes

Datas e horários dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de 2018

Esportes

Datas e horários dos jogos da Copa do Mundo de 2018

Esportes

Ingressos para os Jogos Paralímpicos 2016 começam a desencalhar; veja como comprar o seu

Esportes

13 curiosidades sobre as Paralimpíadas 2016

Esportes