Guia da Semana
Exposição
Por Nathália Tourais

Saiba o que esperar da exposição Terra Comunal, da artista sérvia Marina Abramovic

Sesc Pompéia recebe programação com instalações, esculturas, vídeos, performances e muito mais.

Exposição fica em cartaz até dia 10 de maio (Divulgação)

A exposição Terra Comunal, da artista sérvia Marina Abramovic, entrou em cartaz nessa terça-feira, 10 de março, no Sesc Pompeia. O Guia da Semana foi conferir de perto a abertura e cada detalhe da mostra e te conta o que esperar.

O encontro com a arte de Marina Abramovic é, sem dúvida, uma renovação no sentido da experiência humana. A mostra e a programação toda é uma trajetória dedicada a explorar nossas inquietações em limites extremos, vasculhando a natureza do corpo e os significados da dor e do vazio existencial em situações que evocam nossas mais profundas camadas físicas e mentais.

Diferente de muitas instalações onde o visitante é apenas um visitante, distante da obra e sua temática, nessa nos tornamos o próprio sujeito da obra, o que dá um sentido extremamente diferente, único e profundo.

A mostra é dividida em duas partes:Terra Comunal - Marina Abramovic, que é a maior retrospectiva da artista já realizada na América do Sul; e Terra Comunal - MAI, que é a mais abrangente experiência aplicada até hoje por seu instituto.

MARINA ABRAMOVIC


Para quem não conhece, Marina Abramovic é uma artista sérvia extremamente reconhecida que, ao longo de seus 40 anos de carreira, consolidou a performance como forma de arte - o que não foi uma tarefa fácil, tendo em vista que ninguém interpretava a esse tipo de prática dessa maneira.

MARINA E O BRASIL


O título Terra Comunal é inspirado nas profundezas das experiências da artista no Brasil ao longo de muitos anos. Em 1989, a artista visitou o país para pesquisar cristais e sua influência sobre o corpo e a mente, o que marcou significativamente sua prática artística.

A partir disso, passou a criar objetos usando cristais e outros minerais brasileiros que, mais tarde, foram utilizados para o Método Abramovic. Marina ficou um longo período por aqui, estudando comunidades espirituais e locais de poder relacionados à energia e como aplicá-la a formas imateriais de arte.

Portanto, a Terra Comunal é aberta a todos, é uma comunhão pronta para novos tipos de intercâmbio, sugerindo uma comunidade e ampliando nossa consciência através da arte.

RETROSPECTIVA


A retrospectiva traz uma seleção especial de objetos interativos, vídeos históricos de todas as fases de sua carreira e um espaço destinado aos Objetos Transitórios, criados com minerais orgânicos do Brasil.

INSTALAÇÕES DE PERFORMANCES


A mostra também traz instalações desenvolvidas a partir de performances da artista, como "A Artista Está Presente", exposta no Museu de Arte Moderna de Nova York, "512 Horas", apresentada no Serpentine Gallery - Londres, e "A casa com vista para o mar", que esteve no Sean Kelly Galery de Nova York.

Marina desenvolveu adaptações dessas instalações para Terra Comunal, onde narra em gravações suas ações durante as performances originais. Dessa forma, o público, inserido no ambiente com os objetos utilizados na época, é convidado a ouvir os depoimentos e imaginar como tudo aconteceu.

OBJETOS TRANSITÓRIOS PARA USO HUMANO


Dentro da mostra está uma coleção de Objetos Transitórios, um conjunto de esculturas feitas com cristais e minerais brasileiros, com os quais o público pode interagir.

MÉTODO ABRAMOVIC


Em um mundo onde nós, seres humanos, temos cada vez menos tempo para nós mesmos, com a correria do dia a dia, as responsabilidades cada vez maiores e a tecnologia (que vem nos alienando do nosso mundo interno), não paramos um minuto sequer para ficarmos sozinhos, sem interferências e distrações.

O Método Abramovic nos disponibiliza isso: tempo. Tempo para sermos introspectivos, nos proporcionando clareza e conexão com nossas mentes e corpos.

Isso começa logo na fila, quando nos pedem silêncio e, em seguida, para deixarmos todos os objetos que temos conosco em armários, seguindo livres de tudo, só com nosso próprio corpo.

Em seguida, passamos por uma preparação onde fazemos exercícios de alongamento e liberação dos sentidos. Prontos para começar, colocamos um fone de ouvido onde não ouvimos absolutamente nada, a não ser nossa respiração, nossos sinais vitais e nossos movimentos - e nesse exato momento percebemos que, no silêncio, o simples fato de abrir a boca ou mexer a língua pode ser extremamente rico em detalhes sonoros.

A partir disso, passamos a interagir com objetos em três posições básicas: de pé, sentado e deitado. São cadeiras, bancos, camas e pedestais feitos da combinação de madeiras e cristais brasileiros, cada um com sua propriedade energética.

OITO PERFORMANCES DE ARTISTAS BRASILEIROS


Alguns artistas brasileiros foram convidados por Marina para apresentarem trabalhos de longa duração produzidos com a proposta do Marina Abramovic Institute. Cinco trabalhos serão performados durante os dois meses de exposição, e outros três terão intervenções pontuais.

Uma observação bem interessante é que uma semana antes do início da mostra, os artistas participaram do workshop Limpando a Casa, com Marina Abramovic. Durante cinco dias, eles fizeram exercícios preparatórios para a realização das performances, onde ficaram sem comer e sem falar. Assim, adquiriram resistência, concentração, autocontrole e força de vontade.

ENCONTROS COM MARINA


Há também um espaço para o diálogo entre o público e a artista, numa reflexão entre performance e arte imaterial. Serão oito encontros realizados no dia 11 (palestra de abertura) e 26 de março, 01, 02, 08, 15, 22 e 30 de abril, às 20h, no Teatro do Sesc Pompéia.

As conversas serão informais e o público será incentivado a participar e fazer perguntas, dispondo de tradução simultânea.

Obs: Assim como toda a programação, os ingressos para os encontros são gratuitos, e devem ser retirados nas bilheterias da Rede Sesc a partir das 13h de cada terça feira que antecede o encontro.


Por Nathália Tourais

Atualizado em 16 Mar 2015.

Mais notícias

Saiba tudo sobre a exposição "Musicais no Cinema", que estreia no MIS nesta quarta-feira (13)

Exposição

Com experiências imersivas e interativas, MIS Experience inaugura em São Paulo neste sábado (2)

Exposição

Saiba o que esperar da exposição "Hebe Eterna", no Farol Santander

Exposição

Saiba tudo sobre a exposição “Mickey 90 anos", em cartaz no Shopping JK Iguatemi

Exposição

Confira as exposições imperdíveis em São Paulo em 2019

Exposição

Saiba tudo sobre a exposição "Hitchcock: Bastidores do Suspense", que chega ao MIS nesta sexta-feira (13)

Exposição