Guia da Semana
Jogos
Por Álvaro Saluan, Pizza Fria

Tudo o que sabemos sobre Diablo II: Resurrected

Anunciado durante a última BlizzConline, Diablo II: Resurrected é a nova versão remasterizada da franquia de RPG da Blizzard. Previsto para.

Anunciado durante a última BlizzConline, Diablo II: Resurrected é a nova versão remasterizada da franquia de RPG da Blizzard. Previsto para ser lançado ainda em 2021 para PC, via Battle.net (onde já está em pré-venda), Xbox Series X|S, Xbox One, PlayStation 5, PlayStation 4 e Nintendo Switch, o título trará gráficos totalmente novos e em alta definição, progressão multiplataforma e outras novidades. Confira abaixo tudo o que sabemos sobre o jogo!

Gráficos, sons e cutscenes totalmente remasterizados

Diablo II: Resurrected, como já era de se esperar, terá gráficos, sons e cutscenes totalmente remasterizados para a nova geração de consoles e PCs. Como se sabe, o título original foi lançado em 2000 e, como já é de se imaginar, seus gráficos estão bem defasados. Sendo assim, a Blizzard atualizou totalmente o visual do jogo, desde os ambientes aos personagens. Outra novidade trazida pelo remaster é o suporte a altas resoluções, chegando a até 4K nos PCs e consoles.

Já o áudio do jogo contará com suporte a saída 7.1 de alta qualidade, sendo também compatível com a tecnologia Dolby Surround, que deixa a experiência do jogo muito mais imersiva, apresentado um áudio de excelente definição. Porém, vale ressaltar que os efeitos sonoros e a própria trilha sonora não serão modificados, mas aprimorados.

diablo ii
Imagem: Divulgação

Por último, as cutscenes foram refeitas, trazendo cerca de 27 minutos sobre a história do icônico game, mas sem desconfigurar a narrativa do título original. Portanto, podemos esperar muita qualidade em Diablo II: Resurrected.

Suporte a desenvolvimento multiplataforma, mas sem crossplay

Diablo II: Resurrected permitirá aos jogadores manter personagens, itens armazenados e progresso na campanha em todas as plataformas. Contudo, a Blizzard ainda não deu mais detalhes sobre a função. Isso provavelmente será possível se o jogo cobrar que os jogadores se conectem a ele por meio de uma conta Battle.Net, que sincronizará os dados.

Sobre o crossplay, cada vez mais exigido pelo público, ele infelizmente não estará disponível no lançamento. No entanto, a própria Blizzard já deixou no ar que ele poderá ser adicionado posteriormente em uma atualização futura.

diablo ii
Imagem: Divulgação

Gameplay será mantida, mas com alguns ajustes…

Como deve ser em todo remaster, a Blizzard prometeu recriar de forma bem fiel a gameplay do título, que ficou conhecido justamente por conta desse aspecto, tido por muitos como revolucionário na época. Porém o game também contará com algumas mudanças (que certamente serão bem-vindas).

Uma delas é o aumento no inventário de itens, que eram muito pequenos no jogo original. Portanto, os personagens poderão carregar mais coisas como poções, armas, pergaminhos e diversas outras peças encontradas ao longo da jogatina. Obviamente, também serão reajustados detalhes na interface do jogo, de forma com que ela fique mais fácil para os novos jogadores.

diablo ii
Imagem: Divulgação

Uma excelente adição ao título, que será opcional, é o auto loot. Esse sistema consiste em pegar automaticamente os drops como ouro e itens de maior raridade. Por fim, Diablo II: Resurrected também terá um sistema de compartilhamento de baú entre os personagens, evitando assim que os jogadores usem de outros meios para passar itens a um outro personagem, dando fim a uma série de gambiarras conhecidas em Diablo II.

Diablo II: Ressurrected terá opções de acessibilidade

Atenta aos requisitos do mundo dos jogos, a Blizzard anunciou algumas opções de acessibilidade que vão do suporte ao uso de joystick (inclusive nos PCs) e opções para jogadores com daltonismo. Desta forma, Diablo II: Ressurrected vai possibilitar que mais alguns jogadores consigam se entreter com mais conforto e qualidade.

O jogo será desvinculado da versão original

Um ponto que já deu errado em Warcraft III: Reforged, o vínculo com a versão original não será mantido. Portanto, Diablo II: Resurrected será um remaster separado do título original. Desta forma, a Blizzard fará servidores específicos para o game.

diablo ii
Imagem: Divulgação

Preços e diferentes versões

Diablo II: Resurrected já anunciou o preço da versão para PC no Brasil, que já está em pré-venda. Sua edição padrão custa R$ 179,90, trazendo a expansão Lord of Destruction, que havia sido lançado de forma separada na época do título original. Há também uma outra opção de compra, o pacote Diablo Prime Evil Collection, que custa R$ 279,90. Nele, além do remaster, também estará disponível uma cópia de Diablo III: Eternal Collection, que consiste em uma versão mais completa do RPG.

Nos consoles, os preços ainda não foram confirmados. Todavia, considerando o valor de US$ 39,99 anunciado nos EUA, é possível que o jogo chegue em território brasileiro por cerca de R$ 220,00.

Diablo II: Resurrected
Imagem: Divulgação

Requisitos para jogar

Por fim, os usuários de PC certamente estão se questionando sobre um aspecto de extrema relevância: quais são os famigerados requisitos de Diablo II: Resurrected? Segundo a própria Blizzard, são eles:

Configurações Requisitos mínimos Requisitos recomendados
Sistema Windows 10 Windows 10
Processador Intel Core i3-3250, AMD FX-4350 ou superior Intel Core i5-9600k, AMD Ryzen 5 2600 ou superior
Placa de vídeo Nvidia GTX 660, AMD Radeon HD 7850 ou supeior Nvidia GTX 1060, AMD Radeon RX 5500 XT ou superior
Memória RAM 8 GB de RAM 16 GB de RAM
Armazenamento 30 GB livres em disco 30 GB livres em disco

Pizza Fria

Reviews, notícias e tudo sobre o mundo dos games

Por Álvaro Saluan, Pizza Fria

Atualizado em 3 Mar 2021.

Mais notícias

West of Dead | Review

Jogos

Saiba tudo que rolou no Resident Evil Showcase

Jogos

Days Gone será lançado para PCs em 18 de maio

Jogos

Indie World mostra 21 jogos indies para Nintendo Switch

Jogos

Mass Effect Legendary Edition ganha trailer com foco nas melhorias visuais

Jogos

Lords Mobile: 6 dicas importantes para “elevar o cosmo” no novo evento

Jogos