Guia da Semana
Literatura
Por Nathália Tourais

10 livros incríveis lançados nos últimos 10 anos que você precisa ler

Confira títulos que, com certeza, te farão entrar em outro mundo.

Livros lançados na última década que você tem que ler (Fotolia)

O universo literário sempre nos surpreende com títulos que nos fazem até suspirar. Graças a autores incríveis, podemos nos desligar da vida cotidiana, dos problemas do dia a dia e até mesmo da nossa própria realidade para conhecer um mundo novo e, sem dúvidas, sairmos dele transformados, com novas visões e perspectivas. 

Entretanto, muitos livros são lançados e nós, meros leitores, não sabemos nada a respeito, perdendo a oportunidade de conhecer mais sobre quem escreveu e também deixando uma nova história passar. 

Pensando nisso, o Guia da Semana lista 10 livros lançados nos últimos 10 anos que você precisa ler. Confira:

CINZAS DO NORTE - MILTON HATOUM

O livro é o relato de uma longa revolta e do esforço de compreendê-la. Na Manaus dos anos 1950 e 60, dois meninos travam uma amizade que atravessará toda a vida. De um lado, Olavo, o narrador, menino órfão, criado pelos tios, cresce à sombra da família do melhor amigo, Raimundo Mattoso, de berço aristocrático. A fim de realizar suas inclinações artísticas, ou quem sabe para investigar suas angústias mais profundas, Raimundo engalfinha-se numa luta contra o pai, a província, a moral dominante e, para culminar, os militares que tomam o poder em 1964. A rebeldia e a posterior fuga do rapaz ampliam o universo romanesco, que alcança a Europa da irrequieta década de 1970, de onde Raimundo manda sinais para Olavo, ainda preso à cidade natal. Por versões e revelações que se cruzam ou desencontram, sem jamais chegar a esgotar o enigma da vida de seus protagonistas, Hatoum escreve, neste romance, uma 'história moral' de sua geração.

 

 

VERMELHO AMARGO - BARTOLOMEU CAMPOS DE QUEIRÓS

O livro procura revelar uma face diferente do escritor Bartolomeu Campos de Queirós. Um narrador em primeira pessoa revisita a dolorosa infância, marcada pela ausência da mãe substituída por uma madrasta indiferente. Há os irmãos, filhos de um pai que não larga o álcool e de uma madrasta que serve em todas as refeições fatia cada vez mais finas de tomate. Eles desenvolvem diversas anomalias para tentar suprir a ausência de afeto e a saudade da mãe - um come vidro, a outra não larga as agulhas e o ponto cruz. Numa espécie de contagem regressiva, o narrador observa seus irmãos mais velhos irem embora de casa.

 

 

 

 

 

 

 

O FILHO ETERNO

Cristovão Tezza é um dos mais conceituados escritores brasileiros contemporâneos e este livro é uma prova disso, narrado em terceira pessoa, mas em uma obra autobiográfica. Na sala de espera, entre um cigarro e outro, o protagonista está prestes a ter seu primeiro filho. Ao ver o médico, ele pergunta se está tudo bem, mas não tem dúvidas da resposta positiva. Em sua cabeça, já imagina o filho com cinco anos, a cara dele. Enquanto ainda tenta se acostumar com a novidade de ter se tornado pai, ele tem que se habituar com outra idéia: seria pai de uma criança com síndrome de Down. A notícia o desnorteia e provoca uma enxurrada de emoções contraditórias. 

 

 

 

 

 

RELATO DE UMA BUSCA - BERNARDO KUCINSKI

O romance do jornalista Bernardo Kucinski narra a história de um pai em busca da filha que desapareceu, como tantos outros, durante a ditadura no Brasil. A narrativa de Kucinski é feita de capítulos quase independentes, apresentando vários ângulos de uma mesma história - a história da ausência e da impunidade.

 

 

 


 

 

 

 

 

 

ABERTO ESTÁ O INFERNO - ANTÔNIO CARLOS VIANA

Nesta coletânea, Antonio Carlos Viana apresenta 33 contos, ambientados ora em paisagens áridas e abafadas do interior brasileiro, ora na França ou no Marrocos. O denominador comum é uma constante sensação de perda - da infância, da pureza, da alegria - e a descoberta por vezes brutal do sexo e do mundo, sintetizada no título do livro, extraído de uma passagem da Bíblia.

 

 

 

 

 

 

 

 

CASA ENTRE VÉRTEBRAS  - WESLEY PERES 

Este livro conta a história de um homem que rumina cartas nunca escritas, angustiado em um labirinto de idéias e assombrações. Seus temas - solidão, infância, amor, memória, morte, loucura e religião.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A MORTE SEM NOME - SANTIAGO NAZARIAN

Um suicídio por capítulo. Essa é a promessa do segundo romance de Santiago Nazarian. 'A Morte sem Nome' é um quebra-cabeças gótico, ou melhor, um dominó, onde cada frase soma-se à seguinte e coincidência e recorrências vão compondo a história de uma mulher que vive apenas para se matar. Lorena é uma suicida serial, uma mulher sem amor e sem esperança, derramada por páginas e páginas de delírio e poesia. Procurando os restos dela estão um adolescente, um garçom, um feirante e um estuprador. A pergunta não é quem sairá com vida, mas quem carregará a morte em seus braços e escreverá seu epitáfio.

 

 

 

 

A PASSAGEM TENSA DOS CORPOS - CARLOS DE BRITO E MELLO

Construído de 156 capítulos curtos, o livro trata da morte. O narrador-personagem não é visto nem percebido por ninguém. Sua principal ocupação é percorrer cidades e registrar as mortes que encontra pelo caminho. Numa dessas localidades, há um morto insepulto, cuja família não parece disposta a velar ou enterrar. Como se nada tivesse acontecido, o cadáver é mantido amarrado à cadeira na mesa da sala, a esposa e a filha se ocupam dos preparativos para o casamento da menina, e o filho do morto permanece trancado no quarto. Se a civilização se ergue sobre uma pilha de cadáveres soterrados, também a vida de cada um precisa da morte para se constituir. Diante da situação surreal testemunhada na casa, o narrador aos poucos se dá conta de que para existir de fato, necessita, ele mesmo, se apropriar de um dos corpos que registra.

 

 

 

PÓ DE PAREDE - CAROL BENSIMON

De volta à casa modernista onde cresceu, Alice revive a tragédia que marcou sua adolescência. Em uma pequena cidade, o início de uma misteriosa construção modifica a rotina das irmãs Lina e Titi. Clara, aspirante a escritora, emprega-se em um hotel da serra e transforma-se no Capitão Capivara. Nas três histórias de Pó de parede, as personagem encaram com sarcasmo e delicadeza as suas desilusões, revelando o lado melancólico da juventude.

 

 

 

 

 

 

 

ENTRE RINHAS DE CACHORROS E ABATES DE PORCOS - ANA PAULA MAIA

O livro reúne duas novelas literárias compostas por homens-bestas, que trabalham duro, sobrevivem com muito pouco, esperam o mínimo da vida. Em silêncio, carregam seus fardos e o dos outros. Os textos, em tom naturalista, retratam a amarga vida de homens que abatem porcos, recolhem o lixo, desentopem o esgoto e quebram o asfalto.Toda imundície de trabalho que nenhum de nós quer fazer, eles fazem, e sobrevivem disso. Fica por conta do leitor medir os fardos e contar as bestas.

 


Por Nathália Tourais

Atualizado em 24 Abr 2016.

Mais notícias

10 clubes de leitura em São Paulo para participar se você ama livros

Literatura

7 aplicativos perfeitos para amantes de leitura

Literatura

Santos recebe a maior livraria flutuante do mundo em agosto; saiba mais!

Literatura

7 livros que inspiraram ótimas séries e valem a leitura

Literatura

10 livros em quadrinhos que você precisa ler se gosta do formato

Literatura

5 clubes de assinatura de livros para você experimentar

Literatura