Guia da Semana
Moda e Beleza
Por Conceição Gama

Queda de cabelo: como evitar e tratar?

Problema é mais frequente em homens, mas também pode atingir mulheres.

Quando se perde mais de 200 fios de cabelo por dia, é importante procurar o dermatologista (Reprodução)

A alopecia androgenética, conhecida popularmente como calvície ou queda de cabelos, é a doença mais comum do couro cabeludo e se manifesta em diferentes idades. No homem, tem início antes da puberdade e se manifesta totalmente até os 30 anos. E apesar de ser uma doença tipicamente masculina, a calvície também pode se manifestar em mulheres, tornando-se um problema que afeta diretamente a autoestima. Se você sofre com queda de cabelos, no entanto, não significa que vai apresentar calvície, mas é importante procurar um dermatologista para investigar as verdadeiras causas do problema.

+ Como acabar com manchas na pele
+ Dez alimentos anti-estresse
+ Gojiberry, golden berry, blueberry, cranberry: conheça esses super alimentos

"Existem as quedas de cabelo temporárias, conhecidas na Medicina como eflúvio. Essas quedas são causadas por fatores diversos, como dermatite seborréica, deficiência de ferro, oligoelementos, vitaminas, alteração de funcionamento da glândula tireóide, stress, pós-parto, algumas doenças autoimunes, entre outras", explica a dermatologista especialista em cabelos Inaê Cavalcanti, da DOM Medicina Personalizada. Já a calvície tem como causa principal a herança genética.

De acordo com a especialista, a perda diária de 50 a 100 fios é normal e ocorre pela fricção dos cabelos no travesseiro e no lavar e pentear. O problema de calvície tem início de fato quando a queda se acentua, com a perda de mais de 200 fios por dia, modificando o aspecto do cabelo, que fica ralo e com o couro cabeludo aparente. "A calvície se instala quando os novos fios deixam de compensar as perdas", explica.

Além da herança genética, fatores externos também contribuem, de maneira indireta, para a aceleração desse processo. "Entre eles estão o estresse, o tabagismo, o uso de capacete, a oleosidade excessiva do couro cabeludo, a deficiência de vitaminas e ou proteínas, a escovação com tração associada que leva à quebra dos fios e a alteração de funcionamento da glândula tireoide", observa a dermatologista.

Tratamento

De acordo com a dermatologista Inaê Cavalcanti, é imprescindível que o paciente que sofre com queda de cabelos busque orientação médica. "A prescrição de medicamentos e tratamentos para controle da queda de cabelos é individual e personalizada. O médico deverá realizar um exame do couro cabeludo para determinar a causa da perda de cabelo e coletar informações para, assim, receitar o tratamento adequado", explica.


Por Conceição Gama

Atualizado em 21 Mar 2016.

Mais notícias

Sephora comemora início do ano com descontos especiais de até 60%

Moda e Beleza

10 dicas preciosas para cuidar dos seus vestidos

Moda e Beleza

10 cuidados que você pode ter em casa para manter o cabelo saudável

Moda e Beleza

8 marcas de cosméticos naturais que vale a pena conhecer

Moda e Beleza

Fantasias e acessórios que prometem bombar no Carnaval 2020

Moda e Beleza

26 looks inspiradores para arrasar no Réveillon 2020

Moda e Beleza