Guia da Semana
Música
Por Redação Guia da Semana

A favor da música

O mundo tecnológico anda cada vez mais fazendo parte e ajudando na produção e divulgação de músicas de todos os estilos.

Foto: Getty Images

A tecnologia tem ajudado e muito o crescimento e a disseminação da música, facilitando a vida de muitos produtores e encorajando novos talentos. São softwares e hardwares que ajudam a melhorar o desempenho de artistas, tanto na hora de produzir quanto na hora de se apresentar ao vivo.

Sou amante dos discos de vinil, porém o tamanho o peso e a conservação deles são um ponto negativo na hora de tocar. Para solucionar este problema, existem softwares que controlam mp3 por meio do Vinil (ex.: Traktor, Serato, Torq, Final Scratch). Desta forma, em vez de levar os discos, levo apenas o laptop e o hardware de controle de mp3.

Muitos DJs têm adotado o Ableton Live como forma de produção e apresentação ao vivo. O software, que agora tem até controladora desenvolvida em parceria com a AKAI PRO, é bem completo e fácil de usar. O Live é uma das ferramentas que utilizo nas apresentações da rádio, para produzir e até mesmo para tocar na noite, junto com os discos de scratch.

Para quem se aventura mixando áudio e vídeo, existem ferramentas (Ex.: Pioneer SVM-1000), para realizar cortes, loops e efeitos ao vivo. Até os iPods já têm mixer (Cortex DMix, IDJ series da Numark, entre outros) para os amadores da arte de discotecar se divertirem com as playlists em casa.

A música D.O.A. (Death of Auto Tune) do Jay-Z me ajudou a complementar o que tinha para esta coluna. O auto tune é uma ferramenta utilizada por produtores e músicos para disfarçar imprecisões e erros das gravações.

De 16 a 19 de julho ocorreu em Londres o festival de música Glade, open air eletronic music festival. Com atrações internacionais de renome, o festival teve a bilheteria esgotada dias antes do evento. Graças à tecnologia da internet, milhares de pessoas puderam ouvir ao vivo o que rolava na tenda da NuskoolBreaks, dedicada ao ritmo de breaks do festival pela internet. Foram três dias de festival e a rádio dedicou a transmissão especialmente para o evento.

Quando o microfone abria, podia-se ouvir o público gritando com as viradas dos DJs. Para aqueles que não curtem ficar de bobeira no computador, a opção era ouvir a rádio pelo IPhone, tecnologia disponibilizada pela rádio londrina, que já faz sucesso no Brasil, como o Band Rádios. Esse aplicativo tem o maior número de rádios do Brasil, e programação para todos os gostos.

Outro festival que fez muito barulho, foi o Download Festival, que transmitiu ao vivo, via streaming de vídeo, o palco do festival. Eu só consegui assistir ao Faith no More, mas pude ver que a qualidade da transmissão do vídeo e do áudio estava ótima!
 
Resolvi fazer um pouco diferente desta vez e deixo abaixo um vídeo para ilustrar um pouco como a tecnologia ajuda na hora de fazer música. No vídeo, DUB FX, fazendo Beatbox com a ajuda de pedais de efeitos e loops da Rolland.



Quem é o colunista: Maurício Tadashi aka Chili Breakz

O que faz: Música! DJ residente da NSBRadio.co.uk, Produtor e Coordenador de Rádio Online do Grupo Bandeirantes.

Pecado Gastronômico: Eby-fry, Temaki de camarão especial do Hiro Eldorado!

Melhor Lugar do Mundo: Qualquer um com minha família.

O que está ouvindo no iPod, carro ou mp3: Breaks, breaks e breaks!

Fale com ele: chilibreakz@gmail.com  ou acesse seu myspace ou twitter .


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Músicas que prometem bombar no Carnaval 2019

Música

10 músicas que prometem bombar no verão 2019

Música

Saiba como assistir ao Grammy Latino 2018 ao vivo

Música

Divulgados os indicados ao Grammy Latino 2018; confira!

Música

As melhores músicas de 2018... até agora

Música

12 músicas que falam sobre comida (e que você precisa adicionar na sua playlist)

Música