Guia da Semana

Música colorida

Com apenas um ano de carreira, o Restart conquista público e cria moda com visual cheio de cores fortes e marcantes.



Tudo começou na época da escola, quando quatro meninos descobriram ter algo comum: a música. Entre tocar violão ou compor canções na hora do intervalo, eles planejavam a formação de uma banda. Foi aí que Pe Lu (voz e guitarra), Pe Lanza (voz e baixo), Koba (voz e guiatarra) e Thominhas (bateria e synth) formaram a Restart, grupo que, com apenas um disco lançado, já teve mais de três milhões de players no myspace, arrebatando corações Brasil afora.

Entre shows e mais shows, tivemos um bate-papo legal com o vocalista da banda, Pe Lu, que contou a respeito da formação da Restart, do termo utilizado por eles, o happy rock, além do visual único e descolado.


Guia da Semana: Desde quando vocês tocam juntos? E quando surgiu a vontade de montar uma banda?
Pe Lu:
Desde a época do colégio e desde uns 11, 12 anos que tocamos juntos. Começamos tocando violão nos intervalos das aulas, um ensinava uma música para o outro, mostrava um novo som que tinha aprendido, etc. Quando tínhamos uns 14 anos, começamos a nos interessar por bandas e formamos várias juntos, com quatro ou três integrantes. A Restart surgiu há um ano e meio e foi o resultado de todas essas outras bandas que a gente já teve. É o nosso trabalho mais maduro e profissional.


Guia da Semana: Por que Restart?
Pe Lu:
O nome veio de uma partida de video game. Eu estava jogando com o Pe Lanza e ele só perdia. Uma hora ele parou e disse: "Pô, dá um 'restart' aí". Achamos o nome bacana, fácil de lembrar. Pedimos pro Koba, que é nosso designer, fazer uma arte com o o nome e ficou legal.

Guia da Semana: Quais as principais influências musicais da banda?
Pe Lu:
Temos um mix de influência. Eu e o Koba, por exemplo, estudamos quatro anos em conservatório, ouvindo jazz, MPB, bossa nova, etc. O Pe Lanza e o Thominhas sempre curtiram muito reggae e música eletrônica. Junta tudo isso com a influência de bandas como All Time Low, CashCash, The Maine, Guns, Aerosmith e nasce o som que a gente faz, nasce o 'happy rock'.

Guia da Semana: E o que é o happy rock?
Pe Lu:
É o estilo que nós criamos para denominar nosso som. Fazemos um rock feliz, um rock pra cima. Somos coloridos, sorridentes (risos). Tem nome melhor do que esse?



Guia da Semana: Vocês estão concorrendo ao prêmio Multishow, na categoria revelação. Esperavam, em pouco tempo de estrada, já estar entre as bandas de uma grande premiação?
Pe Lu:
Ainda não passamos para a segunda fase, mas estamos fazendo uma campanha forte para tentar concorrer. Temos uma base de fãs muito fiéis. A galera sempre nos apoia e são essas pessoas que nos fizeram chegar até aqui. Tenho certeza de que se depender deles, da família Restart, vamos levar essa!

Guia da Semana: Vocês gostam desse visual todo colorido? Por quê? Vocês mesmos que escolhem suas roupas ou mais alguém ajuda com o visual? E de onde veio a ideia de sempre estarem com roupas com cores fortes?
Pe Lu:
O nosso visual reflete exatamente o que nós somos, passa essa nossa felicidade, essa nossa alegria. Não tem nada montado ou feito pra ser assim. Desde sempre usamos roupas coloridas. Quando a Restart nasceu, demos uma reforçada nisso, pois o visual complementa o som que fazemos, esse som alegre, para cima. Como eu disse anteriormente, essa é a nossa cara, saímos na rua assim, vivemos assim. É a nossa verdade em forma de roupa (risos).

Guia da Semana: E vocês acabaram criando moda entre os teens, pois muitos adolescentes, fãs da banda, também adotaram o visual. E como é isso para vocês? Encontrarem com pessoas com o estilo parecido com o da Restart?
Pe Lu:
Acho que a galera assimilou essa nossa alegria e isso nos deixa mais felizes ainda. Não inventamos nada, acho que só demos coragem para as pessoas serem elas mesmas, pra essa garotada poder colocar uma roupa que faz ela se sentir bem sem ter vergonha ou ficar pensando o que os outros vão achar. Essa é a nossa mensagem, faça o que te faz bem, use o que te faz bem! Se você acha que usar uma calça verde é legal, use. Se você acha que o preto é que esta com tudo, lindo também! Seja feliz !

Guia da Semana: Como é a relação que a Restart com os fãs? Já teve alguma história engraçada de loucuras que você pode contar pra gente?
Pe Lu:
Nossas fãs são incríveis. São do tipo que estão com a gente em todo lugar, votam em tudo, cantam tudo, participam de tudo. São várias loucuras, cartas de metros e mais metros, galera que viaja, às vezes, dias pra ver algum show.

Guia da Semana: Como fazem para conciliar escola com os shows? Qual a idade de cada integrante da banda?
Pe Lu:
Todos nós já nos formamos no colegial então vivemos hoje 100% pra banda, a gente brinca que a RESTART é nossa faculdade. Eu sou o mais velho, com 19. Pe Lanza, Koba e Thominhas têm 18 anos.



Guia da Semana: Vocês se consideram uma banda 'emo'?Acha que esse rótulo é válido? Qual o estilo da Restart?
Pe Lu:
Acho que emo é uma coisa que passou, né (risos)? A galera nem usa mais esse rótulo. Por isso, nós nos denominamos happy rock, um estilo que a gente criou pra identificar o nosso som.

Como foi a gravação do primeiro disco, Restart?
Pe Lu:
Foi nosso primeiro sonho realizado. Poder gravar um disco com profissionais excelentes, em um estúdio top de linha e tocando aquilo que a gente gosta não teve preço. Aprendemos muito e ficamos felizes com o resultado. O que você ouve naquele CD é exatamente o que nós somos.

Guia da Semana: Eu escutei muito nas rádios a canção Recomeçar, mas na versão acústica. Só depois veio a versão original com o videoclipe. Vocês tinham a ideia de apresentar a versão acústica dessa música?
Pe Lu:
Gravamos a versão acústica para uma rádio do interior e a galera aqui de São Paulo acabou curtindo e adotou nas rádios daqui também. Acho que as duas versões são válidas e foram mostradas do jeito que deveriam ser para o público.

Guia da Semana: Agora estão com o single Levo Comigo. As composições de Restart são de autoria de algum integrante da banda?

Pe Lu: Eu e o Koba que compomos a maioria das músicas. Recomeçar e Levo Comigo são nossas.

Guia da Semana: Eu vi que vocês disponibilizaram no 'myspace' algumas canções do disco de estreia. Você acha que a internet é uma ferramenta importante para a divulgação do trabalho da Restart? Por quê?
Pe Lu:
Nós saímos da internet e ainda mantemos a nossa base lá. No começo foi mais que uma ferramente importante, foi a única que nós tínhamos. Então, utilizamos 100% dela e foi através daí que chamamos atenção dos nossos empresários e que crescemos, demos aquele impulso inicial. Hoje em dia temos outros meios de divulgação também, mais a internet facilita o nosso contato com os fãs, deixa a gente mais próximo deles. A garotada está conectada o dia todo e sempre que podemos ficamos lá, junto com eles.


Guia da Semana: Esse ano vocês tem planos para novos trabalhos ou apenas vão divulgar o primeiro disco da banda?
Pe Lu:
Para o primeiro semestre, vamos divulgar o nosso primeiro disco e montamos um projeto chamado Happy Rock Sunday, uma domingueira que rola uma vez por mês no HSBC Brasil, em São Paulo. É uma festa da Restart. Para o segundo semestre, provavelmente deve chegar um segundo CD e um DVD. É só acompanhar a gente pra saber!


 Confira abaixo o clipe de Recomeçar:

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Mais de 15 funks obrigatórios na playlist do Carnaval 2018

Funk pode não ser o seu gênero musical preferido, mas que ele anima qualquer festa, ele anima

Após retorno, Rouge lança clipe do primeiro single "Bailando"; assista!

Faixa também está disponível em todos os serviços de streaming

Além da marcha nupcial: 7 músicas para a entrada da noiva

Prepare os lencinhos: você vai se emocionar com essas músicas!

Carnaval 2018: conheça as músicas que prometem fazer sucesso durante a folia

Ouça os hits que têm tudo para bombar neste Carnaval!

13 músicos e bandas para ficar de olho em 2018

Confira uma lista com bandas e músicos que prometem fazer sucesso este ano

Playlist: mais de 40 músicas que vão bombar no verão 2018

Confira uma playlist completa com as músicas que não vão sair da sua cabeça neste verão