Guia da Semana
Na Cidade
Por Lidia Capitani

15 exposições em São Paulo para ver em janeiro de 2021

Confira exposições como da Turma do Snoopy, OSGÊMEOS, do cientista Pasteur e do John Lennon em Nova York.

Foto: Tomo Koizumi (Divulgação via assessora Maria Ligia Pagenotto)/Beatriz Milhazes por Vicente de Paulo (Divulgação via assessoria Itaú Cultural)

Com a entrada do novo ano, a programação de museus e centros culturais se renovam também e oferecem exposições diversas pela cidade de São Paulo. Em janeiro, você terá a oportunidade de ver algumas das grandes exposições de 2020, como a do Pelé, OSGEMEOS e do John Lennon.

Mas, também há muitas novas mostras para conferir, como a exposição da Turma do Snoopy, da Japan House no metrô de São Paulo e da artista Beatriz Milhazes. Pensando nisso, o Guia da Semana separou 15 exposições em São Paulo para ver em janeiro de 2021.

O melhor? Tem opção presencial e também online.

Confira!

► MORADA DO CORAÇÃO PERDIDO

Em comemoração aos 100 anos do Museu Casa Mário de Andrade, a exposição de longa duração “Morada do Coração Perdido”, localizada na antiga casa do artista, é uma das dicas para o mês. A mostra inclui móveis originais da casa, objetos pessoais de Mário – entre eles, os famosos óculos redondos – e diversas reproduções de documentos, fotografias e vídeos. No espaço virtual do museu, está disponível a exposição com a trajetória da vida de Mário e suas diversas atuações profissionais: escritor, poeta, cronista, ensaísta, crítico das artes, músico, professor de música, pesquisador, folclorista, fotógrafo, ativista cultural e gestor público. Para conhecer, clique aqui.

Onde: Casa Mário de Andrade (Rua Lopes Chaves, 546 - Barra Funda)

► O QUE É RAIZ E NÃO VÉRTICE

A Galeria BASE exibe a mostra coletiva “O que é raiz e não vértice” com aproximadamente 40 obras, entre pinturas e esculturas de Anna Maria Maiolino, Bruno Rios, Frans Krajcberg, José Rufino, Lucas Lander, Luiz Martins, Manoel Veiga, Marco Ribeiro, Mira Schendel e Véio. A exposição apresenta uma ampla representatividade de artistas de várias gerações e regiões do país com um ponto comum: o uso de cor e da geometria.

Quando: até 23 de janeiro
Onde: Galeria BASE (Al Franca 1030, Jardim Paulista)
Horário: terça a sexta, das 11h às 19h; sábado, das 11h às 15h
Quanto: grátis

► VÉXOA: NÓS SABEMOS

A Pinacoteca de São Paulo realiza uma exposição dedicada à produção indígena contemporânea, com curadoria da pesquisadora indígena Naine Terena. "Véxoa: Nós sabemos" conta com a presença de 23 artistas/coletivos de diferentes regiões do país, apresentando pinturas, esculturas, objetos, vídeos, fotografias, instalações, além de uma série de ativações realizadas por diversos grupos indígenas.

Quando: até 11 de abril
Onde: Pinacoteca do Estado de São Paulo (Praça da Luz, 2, Luz)
Horário: quarta a segunda, das 10h às 18h
Quanto: grátis, mediante reserva de ingresso

► LEONARDO DA VINCI – 500 ANOS DE UM GÊNIO

Na exposição online, é possível passear por todas as áreas temáticas, incluindo a sala de projeção, com imagens em 360 graus. Na tour, o público é levado a uma imersão completa com experiência em realidade aumentada de objetos expostos no espaço físico, além de ter acesso a uma série de vídeos com conteúdos que revelam aspectos curiosos do artista renascentista. Além disso, a visita online possui vídeos e áudio-guias com detalhes curiosos sobre a vida do gênio.

Quando: 2021
Onde: exposicaodavinci500anos.com.br
Quanto: R$ 20

► PASTEUR, O CIENTISTA

A mostra do Sesc Interlagos homenageia o pesquisador e cientista francês Louis Pasteur (1822-1895). A exposição exibe de forma lúdica as descobertas do cientista por meio de obras organizadas em ordem cronológica e traz ao público desde a solução de um enigma químico até a vitória de Pasteur contra a raiva, doença que, no século XIX, era tida como incurável.

Quando: até 16 de janeiro
Onde: Sesc Interlagos (Av. Manuel Alves Soares, 1100 - Parque Colonial)
Horário: veja aqui a programação e reserve seu ingresso
Quanto: grátis

► PAÍSES ESPELHADOS: BRASILEIROS E AFRICANOS QUE FALAM PORTUGUÊS

Por meio de imagens, artesanatos, têxteis, música, lendas e histórias das tradições oral e escrita, e culinária, a exposição apresenta as trocas culturais entre os países lusófonos Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Quando: até 27 de fevereiro
Onde: Sesc Consolação (R. Dr. Vila Nova, 245 - Vila Buarque)
Horário: veja aqui a programação e reserve seu ingresso
Quanto: grátis

► PELÉ 80 - O REI DO FUTEBOL

“Pelé 80 – o Rei do Futebol” é uma exposição lúdica que conta toda a trajetória de Pelé por meio da montagem e animação de 444 imagens históricas. São imagens que cobrem desde os primeiros anos de Pelé em Três Corações, interior de Minas Gerais, até a conquista da fama mundial na Copa de 1958; os 18 anos defendendo o Santos Futebol Clube; a consagração definitiva na Copa de 1970; e o último jogo pelo Cosmos, de Nova York.

Quando: até 14 de abril
Onde: Presencial - Museu do Futebol (Estádio do Pacaembu - Praça Charles Miller)
Horário: quinta a domingo, das 13h às 19h
Quanto: R$ 10 a R$ 20

► OSGEMEOS: SEGREDOS

Para a mostra na Pinacoteca de São Paulo, o duo apresenta pinturas, instalações imersivas e sonoras, esculturas, intervenções, desenhos e cadernos de anotações. Esses últimos, da fase ainda adolescente e apresentados ao público pela primeira vez, antecedem os famosos personagens amarelos, abrindo caminho para a compreensão da raiz de seu surgimento.

Quando: até 22 de fevereiro
Onde: Pinacoteca de São Paulo (Praça da Luz, 2 - Luz)
Horário de funcionamento: quarta a segunda, das 14h às 20h
Quanto: R$ 10 a R$ 25 (ingressos disponíveis em pinacoteca.org.br)

► JOHN LENNON EM NOVA YORK POR BOB GRUEN

"John Lennon em Nova York, por Bob Gruen", ocupa os dois andares do Museu da Imagem e do Som (MIS) e revela, por meio de mais de 130 imagens selecionadas pelo fotográfo Bob Gruen, a vida do ex-Beatle. Além das 130 imagens, a mostra também apresenta uma seleção inédita de 40 fotos vintage que são expostas em ampliações originais feitas pelo fotógrafo.

Quando: até 31 de janeiro
Onde: MIS (Av. Europa, 158)
Horário: sextas, sábados e domingos, das 12h às 18h
Quanto: sábados e domingos: R$ 10 a R$ 20; entrada gratuita às sextas-feiras e para crianças até cinco anos

► AFRO TONS MEU OLHAR

A ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás de metrô, leva para a Estação Santa Cruz a mostra "Afro Tons Meu Olhar". Na exposição, composta por 20 painéis, a artista quarta a segunda, das 14h às 20h procura compartilhar seus sentimentos e aprendizados no complexo universo da negritude brasileira, seus laços na África e suas diásporas, sempre com um olhar pelo afeto e o desejo de expressar, por meio da arte, seu anseio por um mundo melhor para todos.

Quando: 8 a 29 de janeiro
Onde: Estação Santa Cruz do Metrô (R. Domingos de Morais, 2564 - Vila Mariana)
Horário: diariamente, das 04h40 à 00h
Quanto: grátis

► TURMA DO SNOOPY – 70 ANOS

De 8 de janeiro a 7 de fevereiro, o icônico beagle Snoopy e sua turma ganham uma exposição gratuita no Shopping Ibirapuera. Criado pelo cartunista americano Charles Schulz em 1950, as tirinhas são uma das mais famosas do mundo e os personagens de Charles Schulz atravessaram várias gerações. A exposição do Shopping Ibirapuera traz painéis com história, curiosidades, evolução dos personagens, além de um inflável gigante do Snoopy, esculturas do Snoopy, Woodstock, Linus, Lucy e Charlie Brown.

Quando: 8 de janeiro a 7 de fevereiro
Onde: Shopping Ibirapuera
Horário: diariamente, das 12h às 22h
Quanto: gratuito

► JAPAN HOUSE SÃO PAULO NA VIAQUATRO

Em parceria com a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô, a Japan House São Paulo - instituição dedicada a apresentar a diversidade da cultura japonesa - apresenta uma mostra itinerante nas estações Luz e Paulista nos meses de janeiro e fevereiro. Composta por 20 telas, divididas em 10 painéis, a exibição reúne fotografias que fazem uma breve retrospectiva das exposições vistas na instituição nipônica desde a sua inauguração na avenida Paulista, em maio de 2017. A seleção das imagens, além de ressaltar a diversidade temática e os universos do Japão, revela ao público que circula pelas estações alguns nomes da arte, da moda, da cultura dos mangás e da arquitetura japonesa.

Quando: Estação Luz: 7 a 29 de janeiro; Estação Paulista: 1 a 26 de fevereiro
Onde: Estação Luz e Paulista do Metrô
Horário: diariamente, das 04h40 à 00h
Quanto: grátis

► CLUBE DE COLECIONADORES DE FOTOGRAFIA DO MAM – 20 ANOS

Na exposição em cartaz "Clube de colecionadores de fotografia do MAM – 20 anos", confira parte do acervo do museu em 107 obras. Na mostra, também é possível conhecer as coleções particulares de centenas de pessoas que fazem ou fizeram parte do Clube nessas duas décadas.

Quando: até um de agosto
Onde: MAM (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n°)
Horário: terça a domingo, das12h às 18h
Quanto: gratuito, mediante reserva de ingresso

► ANTONIO DIAS: DERROTAS E VITÓRIAS ​

A exposição "Antonio Dias: derrotas e vitórias" apresenta uma retrospectiva da obra do artista a partir do seu acervo. Confira um conjunto de trabalhos desde as primeiras abstratas do início dos anos 1960 até a última tela pintada por Dias. São instalações, pinturas, filmes e obras em diversos suportes na mostra inédita no mam.

Quando: até 21 de março
Onde: MAM (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n°)
Horário: terça a domingo, das12h às 18h
Quanto: grátis

► BEATRIZ MILHAZES: AVENIDA PAULISTA

Realizada em conjunto com o Museu de Arte de São Paulo (Masp), esta mostra percorre o arco de produção da artista entre 1989 a 2020 e revela o desdobramento de seu trabalho para outros suportes além da pintura. Com cerca de 170 obras, a mostra contém obras inéditas nas duas instituições e torna-se a maior exposição de Beatriz Milhazes já vista pelo público. No Itaú Cultural, apresenta 79 obras – três delas, inéditas: Havaí em amarelo vibrante, Cor de pele e Giro horizontal – entre colagens, gravuras e um minidocumentário sobre a obra da artista, realizado pelo Núcleo de Audiovisual e Literatura da organização. No Masp, os curadores Adriano Pedrosa e Amanda Carneiro, reuniram pinturas, em grandes e pequenos formatos, além de esculturas e desenhos.

Quando: até 30 de maio
Onde: Itaú Cultural (Av. Paulista, 149 - Bela Vista) e MASP (Av. Paulista, 1578 - Bela Vista)
Horário: terça à sexta, das 11h às 19h e aos finais de semana, das 10h às 16, no Itaú Cultural; terça, das 10h às 20h, quarta quinta e sexta, das 13h às 19h, sábado e domingo, das 10h às 18h, no Masp
Quanto: grátis no Itaú Cultural; R$ 22 a R$ 45 no Masp (entrada grátis às terças-feiras)


Por Lidia Capitani

Atualizado em 8 Jan 2021.

Mais notícias

Gastronomia das alturas: Dinner in the Sky confirma edição 2021 no Parque do Ibirapuera

Na Cidade

19 exposições imperdíveis em São Paulo em 2021

Na Cidade

Site do Itaú Cultural exibe pocket shows de artistas de todas as regiões do Brasil

Na Cidade

Prédio histórico do CCBB SP ganha visita teatralizada presencial e online

Na Cidade

A Rua: projeto realiza exposição online de fotografia urbana

Na Cidade

Museu de Arte de Rua apresenta tour virtual e imersivo pelos graffitis de São Paulo

Na Cidade
Guia da Semana Premium
Nosso conteúdo na melhor forma!

Aproveite o Guia da Semana de forma mais rápida, sem banners ou publicidade digital!