Guia da Semana
Na Cidade
Por Lidia Capitani

15 exposições em São Paulo para ver em janeiro de 2021

Confira exposições como da Turma do Snoopy, OSGÊMEOS, do cientista Pasteur e do John Lennon em Nova York.

Foto: Tomo Koizumi (Divulgação via assessora Maria Ligia Pagenotto)/Beatriz Milhazes por Vicente de Paulo (Divulgação via assessoria Itaú Cultural)

Com a entrada do novo ano, a programação de museus e centros culturais se renovam também e oferecem exposições diversas pela cidade de São Paulo. Em janeiro, você terá a oportunidade de ver algumas das grandes exposições de 2020, como a do Pelé, OSGEMEOS e do John Lennon.

Mas, também há muitas novas mostras para conferir, como a exposição da Turma do Snoopy, da Japan House no metrô de São Paulo e da artista Beatriz Milhazes. Pensando nisso, o Guia da Semana separou 15 exposições em São Paulo para ver em janeiro de 2021.

O melhor? Tem opção presencial e também online.

Confira!

► MORADA DO CORAÇÃO PERDIDO

Em comemoração aos 100 anos do Museu Casa Mário de Andrade, a exposição de longa duração “Morada do Coração Perdido”, localizada na antiga casa do artista, é uma das dicas para o mês. A mostra inclui móveis originais da casa, objetos pessoais de Mário – entre eles, os famosos óculos redondos – e diversas reproduções de documentos, fotografias e vídeos. No espaço virtual do museu, está disponível a exposição com a trajetória da vida de Mário e suas diversas atuações profissionais: escritor, poeta, cronista, ensaísta, crítico das artes, músico, professor de música, pesquisador, folclorista, fotógrafo, ativista cultural e gestor público. Para conhecer, clique aqui.

Onde: Casa Mário de Andrade (Rua Lopes Chaves, 546 - Barra Funda)

► O QUE É RAIZ E NÃO VÉRTICE

A Galeria BASE exibe a mostra coletiva “O que é raiz e não vértice” com aproximadamente 40 obras, entre pinturas e esculturas de Anna Maria Maiolino, Bruno Rios, Frans Krajcberg, José Rufino, Lucas Lander, Luiz Martins, Manoel Veiga, Marco Ribeiro, Mira Schendel e Véio. A exposição apresenta uma ampla representatividade de artistas de várias gerações e regiões do país com um ponto comum: o uso de cor e da geometria.

Quando: até 23 de janeiro
Onde: Galeria BASE (Al Franca 1030, Jardim Paulista)
Horário: terça a sexta, das 11h às 19h; sábado, das 11h às 15h
Quanto: grátis

► VÉXOA: NÓS SABEMOS

A Pinacoteca de São Paulo realiza uma exposição dedicada à produção indígena contemporânea, com curadoria da pesquisadora indígena Naine Terena. "Véxoa: Nós sabemos" conta com a presença de 23 artistas/coletivos de diferentes regiões do país, apresentando pinturas, esculturas, objetos, vídeos, fotografias, instalações, além de uma série de ativações realizadas por diversos grupos indígenas.

Quando: até 11 de abril
Onde: Pinacoteca do Estado de São Paulo (Praça da Luz, 2, Luz)
Horário: quarta a segunda, das 10h às 18h
Quanto: grátis, mediante reserva de ingresso

► LEONARDO DA VINCI – 500 ANOS DE UM GÊNIO

Na exposição online, é possível passear por todas as áreas temáticas, incluindo a sala de projeção, com imagens em 360 graus. Na tour, o público é levado a uma imersão completa com experiência em realidade aumentada de objetos expostos no espaço físico, além de ter acesso a uma série de vídeos com conteúdos que revelam aspectos curiosos do artista renascentista. Além disso, a visita online possui vídeos e áudio-guias com detalhes curiosos sobre a vida do gênio.

Quando: 2021
Onde: exposicaodavinci500anos.com.br
Quanto: R$ 20

► PASTEUR, O CIENTISTA

A mostra do Sesc Interlagos homenageia o pesquisador e cientista francês Louis Pasteur (1822-1895). A exposição exibe de forma lúdica as descobertas do cientista por meio de obras organizadas em ordem cronológica e traz ao público desde a solução de um enigma químico até a vitória de Pasteur contra a raiva, doença que, no século XIX, era tida como incurável.

Quando: até 16 de janeiro
Onde: Sesc Interlagos (Av. Manuel Alves Soares, 1100 - Parque Colonial)
Horário: veja aqui a programação e reserve seu ingresso
Quanto: grátis

► PAÍSES ESPELHADOS: BRASILEIROS E AFRICANOS QUE FALAM PORTUGUÊS

Por meio de imagens, artesanatos, têxteis, música, lendas e histórias das tradições oral e escrita, e culinária, a exposição apresenta as trocas culturais entre os países lusófonos Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Quando: até 27 de fevereiro
Onde: Sesc Consolação (R. Dr. Vila Nova, 245 - Vila Buarque)
Horário: veja aqui a programação e reserve seu ingresso
Quanto: grátis

► PELÉ 80 - O REI DO FUTEBOL

“Pelé 80 – o Rei do Futebol” é uma exposição lúdica que conta toda a trajetória de Pelé por meio da montagem e animação de 444 imagens históricas. São imagens que cobrem desde os primeiros anos de Pelé em Três Corações, interior de Minas Gerais, até a conquista da fama mundial na Copa de 1958; os 18 anos defendendo o Santos Futebol Clube; a consagração definitiva na Copa de 1970; e o último jogo pelo Cosmos, de Nova York.

Quando: até 14 de abril
Onde: Presencial - Museu do Futebol (Estádio do Pacaembu - Praça Charles Miller)
Horário: quinta a domingo, das 13h às 19h
Quanto: R$ 10 a R$ 20

► OSGEMEOS: SEGREDOS

Para a mostra na Pinacoteca de São Paulo, o duo apresenta pinturas, instalações imersivas e sonoras, esculturas, intervenções, desenhos e cadernos de anotações. Esses últimos, da fase ainda adolescente e apresentados ao público pela primeira vez, antecedem os famosos personagens amarelos, abrindo caminho para a compreensão da raiz de seu surgimento.

Quando: até 22 de fevereiro
Onde: Pinacoteca de São Paulo (Praça da Luz, 2 - Luz)
Horário de funcionamento: quarta a segunda, das 14h às 20h
Quanto: R$ 10 a R$ 25 (ingressos disponíveis em pinacoteca.org.br)

► JOHN LENNON EM NOVA YORK POR BOB GRUEN

"John Lennon em Nova York, por Bob Gruen", ocupa os dois andares do Museu da Imagem e do Som (MIS) e revela, por meio de mais de 130 imagens selecionadas pelo fotográfo Bob Gruen, a vida do ex-Beatle. Além das 130 imagens, a mostra também apresenta uma seleção inédita de 40 fotos vintage que são expostas em ampliações originais feitas pelo fotógrafo.

Quando: até 31 de janeiro
Onde: MIS (Av. Europa, 158)
Horário: sextas, sábados e domingos, das 12h às 18h
Quanto: sábados e domingos: R$ 10 a R$ 20; entrada gratuita às sextas-feiras e para crianças até cinco anos

► AFRO TONS MEU OLHAR

A ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás de metrô, leva para a Estação Santa Cruz a mostra "Afro Tons Meu Olhar". Na exposição, composta por 20 painéis, a artista quarta a segunda, das 14h às 20h procura compartilhar seus sentimentos e aprendizados no complexo universo da negritude brasileira, seus laços na África e suas diásporas, sempre com um olhar pelo afeto e o desejo de expressar, por meio da arte, seu anseio por um mundo melhor para todos.

Quando: 8 a 29 de janeiro
Onde: Estação Santa Cruz do Metrô (R. Domingos de Morais, 2564 - Vila Mariana)
Horário: diariamente, das 04h40 à 00h
Quanto: grátis

► TURMA DO SNOOPY – 70 ANOS

De 8 de janeiro a 7 de fevereiro, o icônico beagle Snoopy e sua turma ganham uma exposição gratuita no Shopping Ibirapuera. Criado pelo cartunista americano Charles Schulz em 1950, as tirinhas são uma das mais famosas do mundo e os personagens de Charles Schulz atravessaram várias gerações. A exposição do Shopping Ibirapuera traz painéis com história, curiosidades, evolução dos personagens, além de um inflável gigante do Snoopy, esculturas do Snoopy, Woodstock, Linus, Lucy e Charlie Brown.

Quando: 8 de janeiro a 7 de fevereiro
Onde: Shopping Ibirapuera
Horário: diariamente, das 12h às 22h
Quanto: gratuito

► JAPAN HOUSE SÃO PAULO NA VIAQUATRO

Em parceria com a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô, a Japan House São Paulo - instituição dedicada a apresentar a diversidade da cultura japonesa - apresenta uma mostra itinerante nas estações Luz e Paulista nos meses de janeiro e fevereiro. Composta por 20 telas, divididas em 10 painéis, a exibição reúne fotografias que fazem uma breve retrospectiva das exposições vistas na instituição nipônica desde a sua inauguração na avenida Paulista, em maio de 2017. A seleção das imagens, além de ressaltar a diversidade temática e os universos do Japão, revela ao público que circula pelas estações alguns nomes da arte, da moda, da cultura dos mangás e da arquitetura japonesa.

Quando: Estação Luz: 7 a 29 de janeiro; Estação Paulista: 1 a 26 de fevereiro
Onde: Estação Luz e Paulista do Metrô
Horário: diariamente, das 04h40 à 00h
Quanto: grátis

► CLUBE DE COLECIONADORES DE FOTOGRAFIA DO MAM – 20 ANOS

Na exposição em cartaz "Clube de colecionadores de fotografia do MAM – 20 anos", confira parte do acervo do museu em 107 obras. Na mostra, também é possível conhecer as coleções particulares de centenas de pessoas que fazem ou fizeram parte do Clube nessas duas décadas.

Quando: até um de agosto
Onde: MAM (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n°)
Horário: terça a domingo, das12h às 18h
Quanto: gratuito, mediante reserva de ingresso

► ANTONIO DIAS: DERROTAS E VITÓRIAS ​

A exposição "Antonio Dias: derrotas e vitórias" apresenta uma retrospectiva da obra do artista a partir do seu acervo. Confira um conjunto de trabalhos desde as primeiras abstratas do início dos anos 1960 até a última tela pintada por Dias. São instalações, pinturas, filmes e obras em diversos suportes na mostra inédita no mam.

Quando: até 21 de março
Onde: MAM (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n°)
Horário: terça a domingo, das12h às 18h
Quanto: grátis

► BEATRIZ MILHAZES: AVENIDA PAULISTA

Realizada em conjunto com o Museu de Arte de São Paulo (Masp), esta mostra percorre o arco de produção da artista entre 1989 a 2020 e revela o desdobramento de seu trabalho para outros suportes além da pintura. Com cerca de 170 obras, a mostra contém obras inéditas nas duas instituições e torna-se a maior exposição de Beatriz Milhazes já vista pelo público. No Itaú Cultural, apresenta 79 obras – três delas, inéditas: Havaí em amarelo vibrante, Cor de pele e Giro horizontal – entre colagens, gravuras e um minidocumentário sobre a obra da artista, realizado pelo Núcleo de Audiovisual e Literatura da organização. No Masp, os curadores Adriano Pedrosa e Amanda Carneiro, reuniram pinturas, em grandes e pequenos formatos, além de esculturas e desenhos.

Quando: até 30 de maio
Onde: Itaú Cultural (Av. Paulista, 149 - Bela Vista) e MASP (Av. Paulista, 1578 - Bela Vista)
Horário: terça à sexta, das 11h às 19h e aos finais de semana, das 10h às 16, no Itaú Cultural; terça, das 10h às 20h, quarta quinta e sexta, das 13h às 19h, sábado e domingo, das 10h às 18h, no Masp
Quanto: grátis no Itaú Cultural; R$ 22 a R$ 45 no Masp (entrada grátis às terças-feiras)


Por Lidia Capitani

Atualizado em 8 Jan 2021.

Mais notícias

Mirante com chão de vidro no centro de São Paulo inaugura dia 8 de agosto; saiba tudo!

Na Cidade

Do mesmo criador do Rock in Rio, The Town chega à São Paulo em setembro de 2023

Na Cidade

'Escape 60' lança sala em que jogadores precisam prender o maior mafioso da América Latina; saiba mais!

Na Cidade

Avenida Paulista será reaberta aos pedestres e ciclistas neste domingo, 18 de julho; saiba tudo!

Na Cidade

Museu da Língua Portuguesa reabre dia 31 de julho com exposição 'Língua Solta'; saiba tudo!

Na Cidade

Programação de junho do Museu do Futebol tem lives, interações educativas e workshop; saiba tudo!

Na Cidade