Guia da Semana

Guia da Semana

A Converse está com um projeto interessante pela cidade de São Paulo. Com a ajuda de sua comunidade criativa, os All Stars, 60 murais de graffiti com tinta fotocatalítica foram espalhados na cidade. O projeto “Converse City Forests” utiliza de tinta fotocalítica que ajuda a purificar o ar das cidades.

A primeira fase colocou um mural no Minhocão, com mais de 777m2 de área pintada, que equivale a 750 árvores plantadas no prédio, purificando o ar da região em um dos lugares da cidade com maior número de emissão de CO2 na cidade. A Converse tem como objetivo pintar mais de 14.000 m2 de murais ao redor do mundo, que juntos equivalem ao plantio de aproximadamente 40.000 árvores.

O artista convidado para criar nesta primeira etapa foi o PINA, artista multidisciplinar que relaciona arquitetura, design, artes cênicas e visuais. Seu trabalho desenvolve a poética através da inter-relação de construção da cidade e da identidade tanto individual quanto coletiva.

O próximo passo da marca é espalhar os murais de arte sustentáveis pela cidade, de forma a levantar temas pertinentes e atuais. No total, serão pintados 60 murais, que equivale a 60 árvores. A proposta selecionou três membros dos All Stars para que suas artes representassem pautas que quebram barreiras, com conteúdo de militância.

Os três All Stars selecionados foram Lucas Fidelis representando a luta anti-racista, Vitória Leona, que retrata os povos originários e Lucyfer Eclipsa, que simboliza a luta de pessoas trans não-binárias. Além do Brasil, países como Austrália, África do Sul, Chile, Peru, Polônia, Tailândia, México e Filipinas também fazem parte do circuito global do projeto Converse City Forests.

Atualizado em 22 Fev 2021.