Guia da Semana
Na Cidade
Por Redação Guia da Semana

Street Art: 8 lugares em São Paulo para ver arte ao ar livre

São Paulo é uma das principais cidades para se admirar o street art!.

Há quem pense que o graffiti é o tipo de arte para apreciar rapidamente, simplesmente pelo fato de que o estilo combina com a efemeridade da cidade. Entretanto, a arte de rua, como ficou conhecida, também é uma forma de mudarmos a forma em que olhamos para a cidade.

Para te inspirar, o Guia da Semana fez uma lista com murais incríveis que você precisa visitar o quanto antes em São Paulo! Confira:

OSCAR NIEMEYER (KOBRA)


Foto: Will Rodrigues/Shutterstock

Oscar Niemeyer, que faleceu em 2012 com 104 anos, deixou muitas obras de grande importância por São Paulo, sendo o Edifício Copan e o Auditório do Ibirapuera as mais famosas. Kobra decidiu imortalizar o arquiteto em um grande mural no final da Avenida Paulista. Para ele, tal arte é uma maneira de retribuir tudo o que o Niemeyer fez pela cidade.

ONDE: Final da Avenida Paulista, próximo ao Shopping Pátio Paulista.

RUA ALVES GUIMARÃES (KOBRA)


Foto: Guia da Semana

Um dos mais bonitos trabalhos de Eduardo Kobra na cidade de São Paulo é o Escadão da Rua Alves Guimarães, em Pinheiros. A praça, que antes passava despercebida por muitos, ganhou cores e formas e agora abriga a pintura A Doce Bailarina. O bairro, que já era um reduto da arte urbana em São Paulo, agora conta com mais uma obra de arte.

ONDE: Rua Alves Guimarães - Pinheiros


BECO DO BATMAN


Foto: EQRoy/Shutterstock

Entre as vielas do bairro da Vila Madalena, mais precisamente nas ruas Gonçalo Afonso e Medeiros de Albuquerque, fica localizada uma galeria de grafite a céu aberto conhecida como Beco do Batman. Com ruas estreitas, a visita ao local é feita de bicicleta ou através de uma pequena caminhada! Aproveite o passeio para tirar fotos e esticar em um dos bares da região - são tantos nos mais variados estilos que fica difícil escolher o melhor!

ONDE: Rua Gonçalo Adonso e Rua Medeiros de Albuquerque - Vila Madelana


MUSEU ABERTO DE ARTE URBANA


Foto: Shutterstock

Quem passar pela Avenida Cruzeiro do Sul poderá apreciar as obras do MAAU [Museu Aberto de Arte Urbana] de São Paulo. Os grafites decoram as pilastras das estações do Metrô no trecho elevado da Linha-1 Azul, entre as estações Tietê, Santana e Carandiru. São 33 colunas que formam o complexo, que conta com curadoria de Binho Ribeiro, Chivitz e entre outros artistas paulistanos. O motivo principal? Reconhecer o grafite como arte urbana, e não crime.

ONDE: Avenida Cruzeiro do Sul


BECO DO APRENDIZ


Foto: Shutterstock

Outro beco nem tão famoso que merece uma visita é o Beco do Aprendiz, um lugar antes degradado que se transformou em uma das maiores concentrações de arte urbana da cidade e uma grande galeria a céu aberto. Os muros foram cobertos com vários painéis de graffiti que deixa a paisagem mais colorida. Hoje é ponto de encontro dos jovens e de manifestações culturais das mais diversas, de feiras de artesanato a apresentações de números circenses e de música.

ONDE: Rua Belmiro Braga, 113


MINHOCÃO


Foto: Divulgação (South Africa) e Shutterstock

O Minhocão [oficialmente conhecido por Elevado Presidente João Goulart] virou um dos melhores lugares para observar a arte de rua pela cidade de São Paulo. O local pode ser conhecido a pé, de carro ou de bicicleta, já que, desde 2015, uma ciclovia percorre todo o trajeto. Seus prédios e as pilastras do próprio viaduto se tornaram telas para os artistas.

AVENIDA 23 DE MAIO


Foto: Shutterstock

Uma das avenidas com tráfego mais intenso da cidade de São Paulo, a 23 de Maio, também conhecida como Corredor Norte-Sul, ficou mais bonita depois te ter sido grafitada por diversos artistas como Os Gêmeos e Eduardo Kobra - só para citar alguns -, dando mais alegria ao trajeto de quem fica preso no trânsito. Alguns murais foram apagados por conta do muro verde instaurado pelo ex-prefeito João Dória, mas ainda é possível apreciar arte a céu aberto por ali.


TÚNEL JOSÉ ROBERTO MELHEN


Foto: Shutterstock

Sem dúvidas o Túnel José Roberto Fanganiello Melhem, mais conhecido como "buraco da Paulista", que liga a principal via de São Paulo às Avenidas Rebouças e Dr. Arnaldo, é um dos locais mais populares quando o assunto é arte de rua. Presente desde a década de 80, com quase 2200 metros, ele retrata a cultura popular brasileira e está em constante mudança – às vezes segue alguns temas específicos, como em 2008, quando abrigou elementos da cultura japonesa em homenagem aos cem anos da imigração japonesa no Brasil.

ONDE: Avenida Rebouças com a Avenida Dr. Arnaldo


Por Redação Guia da Semana

Atualizado em 24 Set 2019.

Mais notícias

O que fazer em São Paulo durante o feriado de 15 de novembro de 2019

Na Cidade

Vela lança bike elétrica conectada à internet; saiba tudo!

Na Cidade

11 exposições imperdíveis em São Paulo em novembro de 2019

Na Cidade

6 benefícios da bicicleta elétrica que talvez você não saiba

Na Cidade

Conheça a Vela, a bicicleta elétrica perfeita para o dia a dia

Na Cidade

17 eventos imperdíveis em São Paulo nos dias 8, 9 e 10 de novembro de 2019

Na Cidade