Guia da Semana
Na Cidade
Por Redação Guia da Semana

Street Art: 8 lugares em São Paulo para ver arte ao ar livre

São Paulo é uma das principais cidades para se admirar o street art!.

Há quem pense que o graffiti é o tipo de arte para apreciar rapidamente, simplesmente pelo fato de que o estilo combina com a efemeridade da cidade. Entretanto, a arte de rua, como ficou conhecida, também é uma forma de mudarmos a forma em que olhamos para a cidade.

Para te inspirar, o Guia da Semana fez uma lista com murais incríveis que você precisa visitar o quanto antes em São Paulo! Confira:

OSCAR NIEMEYER (KOBRA)


Foto: Will Rodrigues/Shutterstock

Oscar Niemeyer, que faleceu em 2012 com 104 anos, deixou muitas obras de grande importância por São Paulo, sendo o Edifício Copan e o Auditório do Ibirapuera as mais famosas. Kobra decidiu imortalizar o arquiteto em um grande mural no final da Avenida Paulista. Para ele, tal arte é uma maneira de retribuir tudo o que o Niemeyer fez pela cidade.

ONDE: Final da Avenida Paulista, próximo ao Shopping Pátio Paulista.

RUA ALVES GUIMARÃES (KOBRA)


Foto: Guia da Semana

Um dos mais bonitos trabalhos de Eduardo Kobra na cidade de São Paulo é o Escadão da Rua Alves Guimarães, em Pinheiros. A praça, que antes passava despercebida por muitos, ganhou cores e formas e agora abriga a pintura A Doce Bailarina. O bairro, que já era um reduto da arte urbana em São Paulo, agora conta com mais uma obra de arte.

ONDE: Rua Alves Guimarães - Pinheiros


BECO DO BATMAN


Foto: EQRoy/Shutterstock

Entre as vielas do bairro da Vila Madalena, mais precisamente nas ruas Gonçalo Afonso e Medeiros de Albuquerque, fica localizada uma galeria de grafite a céu aberto conhecida como Beco do Batman. Com ruas estreitas, a visita ao local é feita de bicicleta ou através de uma pequena caminhada! Aproveite o passeio para tirar fotos e esticar em um dos bares da região - são tantos nos mais variados estilos que fica difícil escolher o melhor!

ONDE: Rua Gonçalo Adonso e Rua Medeiros de Albuquerque - Vila Madelana


MUSEU ABERTO DE ARTE URBANA


Foto: Shutterstock

Quem passar pela Avenida Cruzeiro do Sul poderá apreciar as obras do MAAU [Museu Aberto de Arte Urbana] de São Paulo. Os grafites decoram as pilastras das estações do Metrô no trecho elevado da Linha-1 Azul, entre as estações Tietê, Santana e Carandiru. São 33 colunas que formam o complexo, que conta com curadoria de Binho Ribeiro, Chivitz e entre outros artistas paulistanos. O motivo principal? Reconhecer o grafite como arte urbana, e não crime.

ONDE: Avenida Cruzeiro do Sul


BECO DO APRENDIZ


Foto: Shutterstock

Outro beco nem tão famoso que merece uma visita é o Beco do Aprendiz, um lugar antes degradado que se transformou em uma das maiores concentrações de arte urbana da cidade e uma grande galeria a céu aberto. Os muros foram cobertos com vários painéis de graffiti que deixa a paisagem mais colorida. Hoje é ponto de encontro dos jovens e de manifestações culturais das mais diversas, de feiras de artesanato a apresentações de números circenses e de música.

ONDE: Rua Belmiro Braga, 113


MINHOCÃO


Foto: Divulgação (South Africa) e Shutterstock

O Minhocão [oficialmente conhecido por Elevado Presidente João Goulart] virou um dos melhores lugares para observar a arte de rua pela cidade de São Paulo. O local pode ser conhecido a pé, de carro ou de bicicleta, já que, desde 2015, uma ciclovia percorre todo o trajeto. Seus prédios e as pilastras do próprio viaduto se tornaram telas para os artistas.

AVENIDA 23 DE MAIO


Foto: Shutterstock

Uma das avenidas com tráfego mais intenso da cidade de São Paulo, a 23 de Maio, também conhecida como Corredor Norte-Sul, ficou mais bonita depois te ter sido grafitada por diversos artistas como Os Gêmeos e Eduardo Kobra - só para citar alguns -, dando mais alegria ao trajeto de quem fica preso no trânsito. Alguns murais foram apagados por conta do muro verde instaurado pelo ex-prefeito João Dória, mas ainda é possível apreciar arte a céu aberto por ali.


TÚNEL JOSÉ ROBERTO MELHEN


Foto: Shutterstock

Sem dúvidas o Túnel José Roberto Fanganiello Melhem, mais conhecido como "buraco da Paulista", que liga a principal via de São Paulo às Avenidas Rebouças e Dr. Arnaldo, é um dos locais mais populares quando o assunto é arte de rua. Presente desde a década de 80, com quase 2200 metros, ele retrata a cultura popular brasileira e está em constante mudança – às vezes segue alguns temas específicos, como em 2008, quando abrigou elementos da cultura japonesa em homenagem aos cem anos da imigração japonesa no Brasil.

ONDE: Avenida Rebouças com a Avenida Dr. Arnaldo


Por Redação Guia da Semana

Atualizado em 24 Set 2019.

Mais notícias

19 eventos imperdíveis em São Paulo nos dias 6, 7 e 8 de dezembro de 2019

Na Cidade

Restaurante de São Paulo ganha ambiente imersivo inspirado no filme 'O Irlandês', da Netflix; saiba mais!

Na Cidade

Mais de 25 passeios grátis imperdíveis em São Paulo em dezembro de 2019

Na Cidade

12 exposições imperdíveis em São Paulo em dezembro de 2019

Na Cidade

Cinema de graça ou bem baratinho em São Paulo em dezembro de 2019

Na Cidade

24 eventos imperdíveis em São Paulo neste fim de semana

Na Cidade