Guia da Semana
Noite
Por Juliana Andrade

7 cachaças mais caras do Brasil

Assim como outros destilados, a cachaça também tem preços que chegam até R$400.

Cachaças brasileiras ganham o mercado e os preços variam (Reprodução)

A cachaça sempre foi popular no Brasil e é conhecida por ser a bebida mais barata do boteco. Pode apostar que com R$0,50 você compra uma dose bem servida em qualquer portinha Brasil afora. Mas, de alguns anos pra cá, a bebida acabou ganhando um status de luxo e virou um liquído nobre de excelente qualidade, conquistando consumidores exigentes espalhados pelos quatro cantos do país.

+ As 10 vodkas mais caras do mundo
+ Veja quais são as cervejas mais caras do mundo

Para você ter ideia, existem garrafas chegam a R$ 400 e, segundo os apreciadores, o preço é mais que justificável, pois leva-se em conta o trabalho e o tempo de armazenamento da bebida.

Vale Verde – R$400

Envelhecida por 12 anos em barris de carvalho, sua produção é feita de forma sustentável, sendo o produto mais nobre da família Vale Verde. Já foi eleita por especialistas como a melhor cachaça de 2008 e a segunda melhor em 2009.

Rochinha – R$390

A cachaça Rochinha também é envelhecida em barris de carvalho por 12 anos, mas não é em qualquer um não, o barril é de carvalho francês. Isso quer dizer que o sabor é bem peculiar. Produzida na Fazenda Cachoeira, em Barra Mansa, a cana é colhida manualmente e vai para o moinho em no máximo 24 horas.

Havana – R$350

A Havana é famosa entre os apaixonados por cachaça, inclusive, já ganhou vários títulos de melhor cachaça do Brasil. Envelhecida por 10 anos em barris de balsamo, a cachaça Havana é fabricada desde 1943 e é muito desejada entre os apreciadores. Por conta de uma briga de patentes, atualmente a cachaça se chama Anísio Santiago e quem possuí uma garrafa de Havana pode se considerar sortudo.

Armazém Vieira Ônix – R$279,90

Considerada uma das mais tradicionais do Brasil, a Armazém Vieira Ônix, é envelhecida por nada mais nada menos que 16 anos e por isso está entre as mais quistas do mercado.

Santa Rosa – R$270

Essa edição da cachaça Santa Rosa é especial pois foi envelhecida por 14 anos em tonéis de carvalhos americanos e europeus. Isso fez com que o sabor da bebida ficasse baunilhado e floral com delicioso toque amadeirado e frutado.

Anísio Santiago - R$230

Diz que quem experimenta essa cachaça jamais se esquece. A Anísio Santiago é a antiga Havana e é considerada um verdadeiro mito. Apesar de ser a mesma cachaça a safra é diferente, por isso a Havana é mais cara e mais difícil de encontrar. Quem não tem Havana caça com Anísio Santiago.

Sapucaia Real – R$215

A cachaça foi produzida e armazenada em 1990, ou seja, ficou anos quietinha em barris de carvalho. A produção é limitada, então se você quiser experimentá-la é melhor correr pra loja de bebida mais próxima da sua casa.


Por Juliana Andrade

Atualizado em 3 Jun 2014.

Mais notícias

Band volta a exibir a novela "Mil e Uma Noites" nesta quarta-feira (19)

Noite

Festas e shows agitam o Rio de Janeiro durante as Olimpíadas 2016; confira programação

Noite

Festas de Réveillon 2017 no Brasil

Noite

Onde curtir um jazz no Rio de Janeiro

Noite

Festas Juninas no Rio de Janeiro em 2016

Noite

Virada Cultural confirma segunda edição do concurso "Rainha da Virada"

Noite