Guia da Semana
Noite
Por Juliana Andrade

Cervejarias de marcas em São Paulo

Marcas de cerveja também investem em bares. Saiba onde tomar aquela gelada especial em SP:.

Mercado de cerveja cresce no Brasil e empresários investem também em bares (Reprodução)

Beerhouse (ou cervejaria) é a bola da vez. Com a onda de cervejeiros tomando conta dos bares da cidade, empresários decidiram investir pesado na gelada. O Brasil está entre os top 5 maiores produtores de cerveja do mundo e o consumo da "loira gelada" só vem crescendo.

Aliás, o crescimento do número de cervejarias artesanais ou industriais no país está totalmente relacionado ao espaço conquistado pelas ruivas e morenas geladas e outros tipos de cerveja que não faziam parte da rotina cervejeira do brasileiro.

Se você ainda não foi em uma cervejaria e experimentou as importadas ou artesanais, está por fora porque agora é a hora. Listamos alguns lugares estão na rota dos amantes de cerveja. Que tal uma visitinha ou uma degustadinha?

Cervejaria Devassa - São Paulo

A Devassa é originalmente carioca, mas o sucesso nos bares do Rio de Janeiro foi tão grande, que a marca abriu diversas cervejaria-bar por São Paulo - duas unidades na capital, uma em São José dos Campos e outra em Indaiatuba - e pelo país afora. A marca aposta no chopp devassa loira, ruiva, sarará, índia e ruiva tirados com cremosidade. Pra quem se interessar "comercialmente" pela cerveja, lá no site existe uma seção para franqueados.

Karavelle

A cerveja Karavelle já está se espalhando pelo território nacional e pode ser encontrada em diversos lugares. A cervejaria produz os tipos weiss, keller, red ale e barba negra, que na verdade é a versão stout da cerveja. Mesmo a Karavelle sendo comercializada nos quatro cantos do Brasil, você ainda pode ter o conforto de não sair de casa e comprar online pelo site. Ela também é produzida com especiarias importadas da Europa.

Baden Baden – Campos de Jordão

A conhecida cervejaria de Campos de Jordão também já conquistou seu lugar ao sol e é comercializada em diversos locais de São Paulo. A primeira cerveja a ser lançada pela Baden Baden foi a Chopp Red Ale. A criação deu certo e, um ano depois, foram lançadas as versões bock, chocolate, weiss, golden, stout, cristal, 1999 (com características britânicas) e tripel. Vale a visita - e a viagem - ao charmoso bar da cervejaria.

BrewdogBar – São Paulo

A cervejaria inglesa acaba de chegar na cidade e promete entrar para o roteiro dos bares mais bombados de São Paulo. Tudo porque a marca trouxe na bagagem todos os seus rótulos de cerveja e ainda convidou algumas cervejarias brasileiras para servir chopes exclusivos.

Cervejaria Nacional

Imagina um predinho de três andares repleto de mesas, balcões e tonéis lotados de cervejas artesanais? É assim que Cervejaria Nacional recebe os amantes de cervejas. O legal é que eles oferecem uma degustação com cinco chopps, depois é só escolher a sua favorita e mandar bala.

Dama Bier - Piracicaba

Não, as cervejas da Dama Bier não são feitas só para mocinhas. A cervejaria é relativamente nova - foi fundada em 2010 - e dispõe de vários tipos da gelada, tais como a stout, a pilsen, a munchen, a ipa, o chopp e a weiss - que, inclusive, ficou em terceiro lugar no Australian International Beer Awards 2013. Localizada no bairro de Piracicamirim, a Dama Bier produz cerca de 60 mil litros de cerveja por mês.

Rofer - Itupeva

Localizada no interior do estado de São Paulo, a Rofer é uma cervejaria mais voltada para o chopp do que a cerveja de fato. São três tipos de chopp (pilsen, vienna lager e schwarzbier) e a cerveja india pale ale que dá um toque adocicado no paladar. Pra saborear um choppinho Rofer, você pode tanto ir até Itupeva e tomar umas no bar da própria cervejaria, quanto ligar lá no delivery e encomendar uns barris ou garrafas.

Bamberg - Votorantim

A microcervejaria mais premiada e umas das mais reconhecidas do país, a Bamberg fabrica hoje mais de 9 rótulos fixos, além dos 11 sazonais, e o chope – comercializado em chopeiras encontradas nas lojas Bamberg Express, com pontos em São Paulo, Votorantim, Laranjal Paulista e Campinas. Todo sábado abre suas portas para um tour semanal, levando os participantes a conhecerem os procedimentos da fabricação artesanal da cerveja e a degustarem cinco chopes direto dos tanques de maturação.

Sinnatrah – São Paulo

Inspirado no nome do gatinho que foi inspirado no nome cantor de New York New York, a Cervejaria Sinnatrah procura atrelar a marca ao símbolo do gato que era o "controle de pragas" oficial nas cervejarias medievais. Além da produção de cervejas artesanais, a Sinnatrah ainda promove workshops e cursos de produção, degustação, harmonização e muitos outros processos relacionados ao líquido de cevada.

Cervejaria Pinguim – Ribeirão Preto

A Pinguim, conhecida e idolatrada pelos ribeirão pretanos, surgiu no coração da cidade como cervejaria-bar num prédio histórico do centro da cidade. Desde sua inauguração na década da 30 até hoje, a Pinguim se expandiu e chegou até Minas Gerais. Corre a boca pequena que o chopp Pinguim é um dos melhores do Brasil e que o segredo da qualidade da bebida é uma tubulação subterrânea, tipo uma serpentina gigante, que fazia uma ligação direta entre a fábrica da Antarctica à choperia. Mais uma lenda urbana pra lista.


Por Juliana Andrade

Atualizado em 11 Mai 2015.

Mais notícias

Band volta a exibir a novela "Mil e Uma Noites" nesta quarta-feira (19)

Noite

Festas e shows agitam o Rio de Janeiro durante as Olimpíadas 2016; confira programação

Noite

Festas de Réveillon 2017 no Brasil

Noite

Onde curtir um jazz no Rio de Janeiro

Noite

Festas Juninas no Rio de Janeiro em 2016

Noite

Virada Cultural confirma segunda edição do concurso "Rainha da Virada"

Noite