Guia da Semana

Guia da Semana

A Sinagoga Kahal Sur Israel é considerada a mais antiga das Américas, com construção datada do século XV. O Arquivo Histórico Judaico de Pernambuco funciona no local desde 2001. Responsável pelas ações museológicas do espaço, constituiu-se como uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, filiado à Federação Israelita de Pernambuco.

+ Conheça os principais pontos turísticos do Recife
+ Veja como ficou a Arena Pernambuco

O projeto arquitetônico recriou as características originais da edificação na época. O piso original do século XVII, assim como as paredes, foram preservados. As ações de intervenção fundamentaram-se em um manuscrito com data de 1657 publicado em 1839, descoberto pelo professor José Antônio Gonsalves de Mello, em suas pesquisas na Holanda. Seu conteúdo mostrou o inventário das casas do Recife "construídas ou reformadas por Flamengos ou Judeus" durante a fase do Brasil Holandês (1630-1654). Nele, a Sinagoga do Recife, está localizada na antiga Rua dos Judeus.

O "Bor" e o "Mikve"

Nas escavações arqueológicas, entre outros artefatos, foi descoberto o "Bor" poço que alimenta o "Miqvê", utilizado para os banhos de purificação espiritual e de renovação dos judeus. A presença no local de um Tribunal Rabínico, composto de três autoridades no assunto, analisou os achados e confirmou tratar-se da piscina ritual, com base nas medidas do local.

O prédio

No piso térreo da edificação restaurada mostra-se o resultado da prospecção arqueológica feita no sítio. Neste local, no processo de concepção, organização e seleção de acervo para exibição, foram utilizados painéis bilíngues que contam os principais acontecimentos que marcaram historicamente os primeiros passos da presença judaica em Pernambuco.

No primeiro piso ficou disposto o mobiliário construído com o propósito de recriar o espaço sagrado na Sinagoga Kahal Zur Israel. Documentos que descreviam o interior da edificação e ilustrações de sinagogas contemporâneas a esta, serviram de parâmetro para a reconstituição e disposição do mobiliário seguindo a ambientação de uma sinagoga de origem sefardita. De 1637 a 1654, um curto espaço de tempo, foi suficientemente consistente para atravessar os séculos e, hoje fazer parte do patrimônio museológico de Pernambuco.

Mapa do local

Arquivo Judaico de Pernambuco

Horário(s) Terça a sexta feira: das 9h às 17h (entrada até às 16:30h) Domingo: das 14h às 18h (entrada até às 17:30h)

Endereço
Rua do Bom Jesus, 197-203, 50030-170

Telefone (81) 3224-8351

Atualizado em 23 Mai 2013.